Eu posso me descobrir grávida várias vezes nessa vida e em todas sentirei o que senti naquele dia. O corpo inteiro tremendo, a perna bambeando. O nervoso, o medo, a emoção, a alegria.

Dessa vez, ainda tinha o fator surpresa.

COMO ASSIM EU ESTOU GRÁVIDA?

Ok, eu já sabia do que tinha acontecido ao longo do mês, mas como sempre engravidei de maneira planejada e nunca foi muito rápido, achei que jamais rolaria algo do tipo comigo.

Engravidar-sem-planejar.

Então que o corpo treme, o coração palpita. Parecia que eu tinha tomado uma injeção de adrenalina, uma coisa mucho loca que me deixou meio high. Fiquei a noite toda acordada, sem pregar os olhos.

Cansada de fritar na cama, levantei, lavei o rosto, me vesti e fiz o que qualquer pessoa sensata faria:

Outro teste.

4 respostas em “Como se fosse a primeira vez

  1. Carol, sabes do que isso tudo me fez lembrar? De quando estavas em Salvador com a Daiana, acho que era lá por maio. Vocês me enviaram um videozinho e tu me mandaste “beijos férteis”, desejando sucesso na minha trajetória de tentante (deu certo, já estou de 22 semanas! engravidei naquele ciclo mesmo). Mas lembro que depois fiquei refletindo sobre a expressão “beijos férteis” (sei que era uma brincadeira, pois conheço o contexto): “se o beijo é fértil, fértil é quem está enviando, né? a fertilidade tá lá, no emissor, indo pro destinatário com o beijo”, hahaha – como quando enviamos um “beijo carinhoso”: junto com o beijo vai o nosso carinho. Coisa muito louca, meio nada a ver, eu sei. Mas tá aí. Teus beijos férteis renderam fruto pra mim e pra ti. 😀
    <3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *