Não é possíveo que essa bebê que nasceu ontem, que é praticamente uma recém-nascida, que mama no peito até dizer chega, que cabe direitinho no meu colo e dorme agarrada cheirando meu cangote já vai fazer um ano.

Parece brincadeira – e até é um tico – mas eu me pego evitando o pensamento, implorando pros dias passarem devagar e ela parar de crescer um pouco, porque vai chegar o dia 15 de julho e eu terei duas pessoas-filhas em casa que contam anos de vida e não mais meses.

Gente. E não foi ontem que eu tava aqui falando das minhas aventuras de tentante?

minha bolotinha

8 respostas em “Não consigo

  1. Carol, aqui em casa NINGUÉM MAIS USA FRALDA você tem idéia do que é isso amiga?
    Vamos chorar abraçadas!
    (MUITO MUITO FELIZ com a sua volta! Blog é muito mais legal que qualquer outro meio, eu acho)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *