Que o diga vocês, pessoas lindas e vibrantes aqui dos comentários, do facebook, dos e-mails bonitos que eu recebi. Lindo tudo, obrigada!

E pro Segundinho também não falta não, eu sei que não. Se trata de uma experiência diferente, muito diferente, eu não estava preparada. Mas, quem está? A gente sonha, imagina e planeja, mas a realidade, ah essa realidade, sempre nos tira do eixo, de alguma forma.

Mas bem, vamos falar de Segundinho entonces? (Miaguentem porque tô em repouso e eu e repouso é um negócio assim produção alta de textos).

Ontem fui na minha médica e hoje fui na parteira. Pra contar pra elas tudo (ou quase tudo) que contei pra vocês ontem: que Segundinho tá pélvico, que o líquido tá baixo, coisa e tal. Ganhei 15 dias de repouso e claras orientações pra relaxar o corpo, a mente. E tomar muito líquido, claro. Falamos bastante de parto – porque né, a louca aqui quer parir de qualquer jeito, bebê sentado, bebê em pé, bebê deitado, com diabetes, sem diabetes, com líquido, sem líquido… eu tô cagando e não tem o que me derrube nessa luta. Pois. Parto pélvico é um negócio que divide opiniões, tem gente que banca, tem gente que não banca, enfim, não vou aqui tentar convencer ninguém de nada não, viu. Mas eu quero parir, ué. Pélvico, se for o caso, ué.

Mas aí não decidimos nada nem na médica nem na parteira, pelo mais obvio motivo. Não, são dois motivos, na verdade: 1) ainda há tempo pro bebê virar. Não preciso ficar sofrendo essa decisão agora, de repente amanhã o Cabeção vira e tudo bem (“cabeção” – gostaram do novo apelido pro Segundinho?) e 2) Se chegar o momento de decidir, há muitos aspectos a pensar, alguns detalhes a combinar. Que não cabem combinar agora, só isso. Pq, de novo, é coisa de Peru de Natal esse sofrimento de véspera.

Só que de Peru de Natal eu entendo e adoro sofrer o que ainda não aconteceu, cês sabem, né? Então, pra acalmar esse meu corazón dramático, eu só precisava saber que não estava fadada a uma cesárea agendada (nada contra se você fez, viu? Eu é que tenho pa-vor), que tinha opções ainda. E tenho, então ótimo. Essa semana ainda vou na parteira de novo, pra falar mais sobre o assunto – aliás, como fala esse povo humanizado, hein? Tu sai do mundo das consultas de convênio de 5 minutos diretamente pra consultas imensas de toda uma hora de duração, e-mails, mensagens, grupos no facebook, ligações, abraços, alisamentos de barriga… é um show de atenção e carinho que chega cansa minha beleza grávida. Mas eu gostchu, sou toda uma humana-humanizada agora (essa pérola eu soltei seriamente outro dia num almoço entre amigas).

Falei falei falei e não disse uma palavra sobre Segundinho em si. Pois Segundinho é um mocinho (ou uma mocinha, não sei ainda) que se mexe. Muito. Parece um polvo cabeçudo que passa a vida acordado (Deus, isso é muito bonitinho dentro da pança, mas abençoa este bebê com sono prolongado pós-nascido, faz favô). Faça chuva ou faça sol, dia ou noite, o bebê mexe. Mexe. Mexe. É engraçado e vai fazer falta quando sair da barriga.

Segundinho pesa 1,8kg, mede 43cm e tem bochechas – como seu pai e seu irmão. Segundinho tem muitas roupas herdadas, já devidamente lavadas. Mas ainda não passadas. Segundinho tem algumas coisas novas (poucas), não tem berço, tem dois carrinhos (a dividir com o irmão) pra passear, tem sling emprestado, tem mãe dividida, tem pai apaixonado. Não tem mala de maternidade pronta, nem terá tão cedo – eu tô achando esse negócio de ir pra maternidade so last season (mas preciso que Segundinho concorde, porque se pélvico ficar, parido na maternidade será). Enfim, lá tô eu falando de parto de novo.

Voltemos.

Segundinho vai ganhar trocador e bolsa de passeios novos, vai ganhar book de gestante profissa de presente das amigas queridas – coisa que eu não fiz na gravidez do Primeirinho, mas achamos todas que seria um lindo presente pra essa segunda vez. Talvez eu faça umas fotos em casa mesmo também, pra seguir a tradição da evolução barrigal, veremos. Tava pensando em fazer umas fotos meio séquicis, meio sem roupa, sabe? Não pra divulgar (oi Playboy, me liga que a gente combina), mas pra ter, pra lembrar de como é ter um corpo grávido, peito, bunda, celulite, estria, essas coisas que a gente esconde, mas que eu quero lembrar.

Enfim.

Depois eu volto pra contar como foi o papo com a parteira, pra mostrar enxoval reutilizado, pra mostrar umas foto pelada (briiiiiinks).

23 respostas em “E amor é o que não falta!

  1. Que coisa boa te ler de novo, Carooool. Sei que o problema é nosso, mas quem tem lê há muito tempo de repente se sentiu órfã! Bom ler vc falar sobre o Segundinho, o parto, você…e lógico, curiosaaaa mega blaster pra ver fotos profissa ou não!
    Posta pra gente.

    Um detalhe bobo de leitora: tinha sentido isso ao te ler no grupo no FB esses dias, mas vc está mais…suave. Não sei explicar como, ou dizer porque, mas está.
    Bjo grande!

    http://desejodebebe.wordpress.com/

  2. Carolinda, deixa eu te contar um segredo: sou a Catarina Reis lá do tentantes hahaha. Resolvi sair da clandestinidade, pq né!? Vc merece!
    E deixa eu te falar outra coisa: seu blog é de utilidade pública, não é legal vc querer parar de blogar. Vc é tão humana, tão igual a nós, não faz isso com a gente não…
    Eu tô aqui com a primeirinha na barriga, tão desejada, tão esperada, tão sonhada e já me vi sentindo tudo isso que vc postou no outro post. Como pode?! Não sei… só sei que não falta amor e nem vai faltar, pro seu segundinho(a), pra minha primeirinha, pro Lucas lindo e pra nós! Beijo pra vcs!

  3. Obaaaaa!!Tava com saudades dos posts "gravídicos" e dos preparativos "pré parimento"..kkkk..Venha com fotos de enxoval reutilizado,fotos da barriga,fotos de tudo!!!Beijooooo!

  4. Obaaaaa!!Tava com saudades dos posts "gravídicos" e dos preparativos "pré parimento"..kkkk..Venha com fotos de enxoval reutilizado,fotos da barriga,fotos de tudo!!!Beijooooo!

  5. Vivaaaaaaaaaa que bom que voltou Carol! Teu Blog é algo que amamos muito ler. Não escrevo muito mas acredite você e tua família estão sempre nas minhas orações. Não desiste da gente….Continue postando e nós estaremos sempre com você nas alegrias e nas tristezas que espero não ter nenhumas, pois desejo só felicidades. Beijão grande para vocês 4!

  6. Uhuuuu!! Fotinhos da barriga do segundinhoooo!!! rss
    Carol, seus textos nunca são mais do mesmo, o jeito que você escreve e descreve sua experiências é maravilhosa, rimos e choramos com você, com suas conquistas, erros e descobertas!
    Obrigada por voltar!1 😀
    Bjs

  7. Oin! Que bom te (t)ler de volta!!!
    Tive que vir aqui comentar, porque todo mundo gosta de contar da sua.. que o Ben virou depois das 32 semanas. Também tive essa tensão de bebê sentado no ultrassom, e um belo dia ploft! Uma dor que eu achava que iria parir no meio da rua. Na próxima consulta: tinha virado.
    Segundinho cabeção daqui a pouco faz seu ploft!
    Beijos

  8. Eu não fiz book de gestante na primeira gravidez, mas na segunda tive muita vontade de fazer, principalmente porque achei bacana registar este momento famiíia todo mundo junto (eu, marido, filha e segundinha na barriga) e hoje é um dos álbuns que a pequeninha ,mais gosta de ver… acaha lindo a irmanzinha alisando aquele barrigão com ela dentro!!! Faça as fotos e depois mostra aqui pra gente!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *