Eu tenho um parto dos sonhos imaginado. É assim: em casa. Luzes naturais do sol de inverno que bate lá fora. Música suave rolando no fundo. Três horas de DP tranquilo, 1 hora de transição, 10 minutos de expulsivo. Bebê nasce às 11h da manhã, empelicado, períneo íntegro. O pai apara sua saída, mas não olha muito e me dá diretamente. Eu me emociono, mas não choro. Eu vejo o sexo e anuncio, todos comemoram. Bebê vem pro peito ainda sujinho, Lucas vem pra perto e faz carinho na cabecinha dele(a). Enquanto o bebê mama, a placenta sai, vejo, observo e descartamos. Almoçamos todos juntos alguma coisa muito deliciosa que alguém legal preparou: equipe, papai, Lucas e eu. Tiramos fotos, comemoramos, nos despedimos de todos. Ficamos os quatro em casa, em família, nos acomodamos na cama e dormimos a tarde toda.

***

Esse é o sonho. O real, bem, a gente vai descobrir lá pra segunda metade do ano.

***

De tudo isso que eu escrevi, as únicas coisas que realmente faço questão é que seja com saúde e respeito. O resto, a gente vê depois.

Certo?


(e o parto dos sonhos de vocês? Como é/foi?)

19 respostas em “Dos sonhos

  1. Lindo Carol!
    Também tenho parto dos sonhos, há muito tempo, e é assim: em casa, a noite, quase amanhecendo. talvez na agua, TP rápido mas transformador (hehe), sem laceração, bebê pequeno como acho que vai ser e com papai pegando bebê também. Tudo isso gravado num video lindo (tipo aqueles Além d'olhar) para eu ver e me emocionar sempre que quiser.

    Mas também, só saberemos o parto real lá pra metade do ano, bem pertinho do teu parto, quem sabe até na mesma semana?! no mesmo dia?! aguardemos.

    Beijooo

  2. lindeza de parto! o meu foi assim, só que a luz foi primaveril durante o tp, e na hora em que maga nasceu foi à luz de velas. ahh e foram 12 horas no total. ahh e tomamos um licuado de laranja com placenta que, juro, uma delícia. nao é coisa de índia zen nao, é delícia! (os parteiros colocaram bem pouca placenta, por supuesto). ah e uma coisa que nao mencionaste.. a música! eu idealizava chopin, mas no transe do parto nao escolhi nada, e os parteiros e julio acabaram rolando beatles, e eu cantei durante os puxos, foi lindo demais. beleza de exercício isso de mentalizar o parto, eu boto fé que vai ser assim, carol! e vamos marcar logo esse lomo! bjobjo

  3. Meu parto dos sonhos seria em um hospital-maternidade, rápido, menos de 6 horas de TP, dor tolerável, períneo íntegro, com meu marido e equipe médica presente. Bebê Levi vindo diretamente pro meu colo, mama tranquilo e dp continua o tempo inteiro ao meu lado, de preferência no meu colo. Nada de separações, nada de procedimentos no baby.

    Só isso. Acho q é bem possível.

    bju

  4. Ai, que lindo, Carol! E pode ser assim, sim, talvez um ou outro detalhe não sejam, como o DP de 3 horas e expulsio de 10 minutos, hehe, mas tudo é possível e sonhar faz parte de trazer a realidade para o lado de cá da mente.

    Os meus partos foram diferentes. No primeiro imaginei muitas coisas, que não aconteceram em parte, mas que não me deixaram frustrada, mas sim com vontade de me preparar melhor e dar a mim e ao meu segundo filho a chance de uma experiência melhor.

    No segundo parto eu não imaginei muita coisa, ou melhor, imaginei várias coisas que foram sendo descartadas devido às circunstâncias da época. No final ficou o meu parto real e mágico, que durou ao todo 12 horas (2 horas de expulsivo, kk). Nada de dor durante a fase de dilatação e uma montanha russa no expulsivo.

    Eu preferi o silêncio, apesar de ter pensado em diversas trilhas sonoras. Preferi a quietude e a companhia do marido e da filha apenas, durante toda a fase de dilatação. E limpei muita coisa e cozinhei bastante, kkk.

    O parto foi "em casa", com equipe maravilhosa, mas marido não pode ficar comigo 100% do tempo, pois havia a Ísis para cuidar (não tínhamos ninguém por perto para ficar com ela). Eles chegaram no exato momento em que o Pedro saía do meu corpo. A parteira segurou, me deu, papai cortou cordão, Ísis ficou deitada ao nosso lado olhando o irmão com curiosidade e estranhamento. Ficamos todos juntos por longos minutos. Jantamos a comida que eu havia preparado durante a fase de dilatação, já esperando que o Pedro nasceria logo mais (macarrão bolonhesa, arroz, legumes chineses, suco, sorvete e bolo de chocolate). Depois que a equipe foi embora (2 horas após o nascimento), dormimos todos juntos na cama minúscula por 6 horas seguidas. Acordamos uma nova família!

    Beijos!
    Nine

  5. Ow Carol que lindo… seria mesmo maravilhoso ter um parto assim… Eu tenho um sonho bem parecido com o seu, já penso em um PN Domiciliar a muito tempo e fico triste só de pensar que talvez eu não consiga pelo fato de morar em Angra, lugar sem Doulas, sem enfermeiras obstétricas, sem médicos que levante a bandeira do PN e pior sem hospital particular e o público nem preciso comentar que é um verdadeiro açougue… Mas não vou desistir, tenho pesquisado muito e se for preciso gastar mais tempo e dinheiro para ter um parto decente estou disposta a me deslocar para o Rio. Tenho uma certeza enorme em meu coração, de que o meu bebê tem que nascer no tempo dele e sem intervenções, sair de mim e vir direto para um colo cheio de amor.
    Toda sorte de bênçãos para que vc possa ter o seu parto do jeito que sonha.
    Bjokas

    http://elomaterno.blogspot.com.br

  6. Com certeza seria muito bom 🙂
    Não tive parto normal, por medo mesmo, mas se tivesse faria um domiciliar, acho lindo, acolhedor, não teria lugar melhor para um momento desse no que na nossa casa que é tão acolhedora!
    Bjs

  7. Partos naturais sempre me emocionam. Mesmo sendo a coisa mais normal desde que o homem existe! Então, o parto dos meus sonhos com certeza seria um natural. Meu filho nasceu de cesárea. Meu desejo era PN, mas não estava pronta pra ficar 12 horas em trabalho de parto, com risco de ter que fazer uma cesárea no fim das contas. No dia do parto eu estava com a bolsa rota e 5 horas depois, nenhuma dilatação, nenhuma contração, nenhuma dor. Meu médico, que não era, digamos, fã de PN, sugeriu cesárea. Eu aceitei. Não me arrependo, mas se vier um segundo, me sinto mais forte e segura para viver, ao longo dos 9 meses, o parto normal. De forma que ele seja uma certeza desde o início, e não uma dúvida que vem nos últimos meses perto da chegada do bebê. E se é pra descrever o parto dos sonhos, seria numa maternidade, mas com parteira, naqueles quartos mais com cara de casa, com dor suportável por um tempo não muito longo hehehe. Cara, acho lindo parto em casa, mas não conseguira privar o meu filho de cuidados médicos imediatos (como uma UTI) caso ele precisasse.
    Carol, vc é demais. Seu blog ajuda muitas mamães e futuras mamães, mostrando o o lado REAL, com as dores e as (infinitas) delícias da maternidade. MIL PARABÉNS!
    OBS: Eu apaguei o comentario de cima pq estava aparecendo como unknown 😉

  8. Nos meus sonhos, estamos em casa: eu, marido, doula e parteira. Silêncio, música bem baixinha, luz baixa, durante a madrugada. Não conseguiria precisar TP ou expulsivo, é o primeiro!
    Mas eu tenho certeza que, podendo estar aqui, longe de qualquer interferência ou energia negativa, será perfeito!

  9. O meu foi lindo! Como tinha que ser. Alice nasceu bem cedo, antes das 9h, tinha uma luz bacana, a gata olhando em cima do guarda-roupa. A placenta saiu enquanto Alice mamava, doeu um pouco mas me senti aliviada depois. Tive que tomar uns pontinhos pq fiz força demais e ela nasceu em uma contração. Mas nada demais, caíram em poucos dias. A equipe se despediu, minha irmã chegou, pegou a pequena no colo e eu fui tentar tomar banho. Lembro de quase ter desmaiado, sem forças, com sangue escorrendo. O banho foi gostoso, me relaxou bastante. Depois minha mãe chegou, fez uma canja gostosa, todos comemos e ficamos deitados na cama relaxando. Penso que em um segundo Pd seria ainda mais especial por ter Alice por perto. Eu nunca tinha sonhado em como seria até por que tinha certeza de que iria pro hospital na hora dos finalmentes. mas foi lindo do jeito que aconteceu e hoje repetiria cada segundo. Tive um TP de 7 horas com 3 horas finais bem doloridas. O expulsivo durou 5 minutos e isso pra mim foi ótimo. Parto quiabo como dizem por aí. Seu parto será lindo, tenho certeza disso. Principalmente pelo post anterior, percebo que tu ta na tua busca interior, e isso mostra que o caminho está sendo trilhado, pra dentro de ti. Muitos beijos, amore.

  10. Uma coisa que não me permiti fazer foi idealizar o parto. Eu achava que se idealizasse muito e algo saísse "do esquema" poderia me frustrar e travar tudo. Uma coisa que eu queria, mas procurava não pensar, era parir de cócoras.
    A minha realidade foi um TP rápido (cerca de 5 horas), pari ajoelhada no chão da sala, de mãos dadas com meu marido. Senti muito mais dor do que esperava, afastei meu marido muito mais do que gostaria e, ao contrário do que imaginava, preferi o silêncio ao barulho.
    Pedro foi amparado pela parteira, nasceu com mecônio e uma volta de cordão. Logo após foi pego pelo pai e colocado no meu colo, não quis mamar naquele momento. O pai que cortou o cordão somente após ele ter parado de pulsar. A placenta saiu logo, ele mamou e eu tive lacerações no interior do canal, períneo íntegro. FIM
    *hauahauhauahuahu*

  11. Oi Carol
    Achei seu blog hoje e me emocionei muito lendo seus relatos do aborto e da gravidez do Lucas. estou passando um momento dificil pois fiz uma ultrassonografia com 6 semanas e 5 dias e o embriao nao foi visto. Semana que vem irei fazer outro pra ver como está. tenho 42 anos e este (se Deus quiser sera meu filho numero 3) Mas vamos deixar de tristeza tenho 2 filhos lindos uma moça de 21 anos e um menino de 15. Gostaria de te agradecer pelos relatos pois foram muito bem escritos e posso te dizer que revivi muitas emoções de minhas barrigas. Parabens! beijo da Eli

  12. Esse é meu sonho, costumo dizer que não tive um parto, não tive uma gestação… Meu sonho sempre foi engravidar e ser mãe, mas na minha gestação passei por muita raiva, muita mudança, muita humilhação por parte da família do meu esposo e pela louca da minha sogra. No 3º mês de gestação passei por um momento de muito stress minha pressão começou a subir e dai em diante não baixou mais… Não vi meu parto só vi minha filha depois de 4 dias que ela havia nascido mas não toquei nela só olhei de longe… Tive uma eclampse grave as 30 semanas de gestação… Minha filha e eu hoje graças a Deus estamos saudáveis… Ela é o bebe mais lindo e doce do mundo, muito meiga… Sinto que ela foi desrespeitada e invadida na minha gestação… Meu sonho é ter um parto como esse que vc descreveu, meu sonho é ter uma gestação só minha, minha e do meu bebe, uma gestação em segredo. Quem sabe não da tudo certo dessa vez?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *