de Lucas
de amamentação
de amor

sorriso natural

Luqui-luqui tá fazendo 2 anos e meio hoje!!

Impossível não ficar impressionada com a velocidade absurda com que o tempo passou. Vejo minhas amigas com bebês piticos e questões relacionadas e sinto que já passou taaanto tempo que vivi aquelas coisas com Lucas, parece até que foi em outra vida.

Embora ainda use fraldas e mame no peito, Luqui já não tem mais quase nada de bebê. Já fala bastante (português, espanhol e seu idioma próprio), conversa, canta, dança. Tem vontades e opiniões, um gênio muito marcado. É um tanto marrento, mas muito muito carinhoso. É muito corporal, físico, um meninão clássico, sabe como? Desses que gosta de carrinhos, caminhões e luta? Tudo é com força, meio brutão, inclusive os carinhos.

A gente faz um esforço danado pra ele não cair no clichê do gênero: oferecemos boneca pra brincar, deixo passar batom se quiser (de brincadeira, claro, pq mesmo se Lucas fosse uma menina, eu não aprovaria que se maquiasse tão cedo), dei conjuntos de panelinhas, incentivamos que participe dos cuidados com a casa. Tudo lindo. Mas o bichinho gosta mesmo é de um carrinho. Ok então, né?

Outro acontecimento deste último mês é que desmamamos noturno e, nossa, foi muito libertador pra mim. Lucas segue acordando quase todas as noites e ainda fazemos cama compartilhada, mas só de não ter mais a obrigação de amamentar de noite, fiquei muito melhor. O desmame total ainda me parece distante, mas também não estou fazendo muita coisa a favor. Vejo que Lucas ainda é bastante dependente do peito, então deixo rolar. Mas, confesso que a amamentação já está ficando chatinha pra mim, então de vez em quando eu tento distraí-lo, ofereço outras atividades e assim vamos levando.

O projeto de dar um irmãozinho pra ele continua firme, mas acho que, por ainda amamentar, não deve acontecer por agora. Já fiquei bastante angustiada por isso, mas finalmente relaxei e, assim como a questão do peito, também estou deixando rolar ao sabor do vento (bonito isso de rolar ao sabor do vento, cês num acham? achei poético).

E também porque esse negócio de ser mãe de um quase-ex-bebê-quase-criança é muito legal, estou curtindo tanto. Dá um certo nervosinho começar tudo de novo. Na hora certa vai rolar, eu confio nisso.

Mas, voltando ao Lucas: ontem fomos ao pediatra e ele cresceu bastante desde a última consulta, aos dois anos. Cresceu 5,5cm e agora mede 94cm. Engordou quase um quilo (êta leite materno bom!) e pesa 14,6kg. Tá no percentil 75 e foi elogiadíssimo pelo médico; a fala está ótima, desenvolvimento excelente, saúde de ferro (ele simplesmente não ficou doente esse ano!!!!), tá loiro, tá delício, tá cheiroso, tá uma coisa cheia de amor e alegria e vida e tudo mais (a mãe se derrete e vai pegar um pano de chão pra limpar a baba que escorreu).

13 respostas em “30 meses

  1. Mas é uma fofura mesmo esse Luqui-luqui delício! rsrs! E quanto a deixar as coisas rolarem ao sabor do vento, é ótimo. Quando todo mundo por aí tiver pronto de verdade, esse novo nenenzinho vem! Tudo acontece na hora mais perfeita! Beijo gigante, Carols!

  2. Oi Carol,
    conheci seu blog a pouco tempo e tô lendo desde o comecinho… ainda estou na categoria desejante, organizando, planejando… E aqui encontrei mtas informações preciosas, leio quase todos os comentarios (acho q por isso ainda estou na metade), sao muitas maes com diferentes ideias que comentam e compartilham experiencias (muita riqueza num so lugar)..

    Sei que ja esta cansada de ouvir (ou ler) mas amo como vc escreve.. Morro de rir com alguns posts, em outros me emociono…

    O Lucas esta lindo!
    obrigadinha
    😀

  3. Ai, cheguei agora no blog, queria tanto ter acompanhado o crescimento dele 🙁 ele ta lindo demais e pelo visto muito inteligente. Como assim ele fala três linguas? Nem eu falo três linguas, falo mal mal portugues e ingles kkkkk
    Que bom que ta tentando engravidar de novo, vou poder acompanhar o
    Sou louca pra ser mãe (daqui a muito tempo, claro) mas às vezes os choros e dias ruins do meu sobrinho (1 ano e 10 meses e é a coisa mais gostosa do mundo) me desanimam. Mas aí depois ele vem com aquele sorriso e aquele "tia Maiana" que não dá, esqueço tudo.
    Acho que nasci pra ser mãe mesmo UAHAUHUAH to adorando seu blog e vou virar leitora assídua, pode ter certeza!

    Cafeína Aguda

  4. Lindão! Que continue crescendo e manando e aprendendo e brincando!
    Parabéns por todo o esforço e pelas tentativas do segundinho.
    O meu tem 18 meses e por enquanto vai ficar sendo primeiro e único, que recém nascido deixa meu sistema nervoso :o) Também tô curtindo muito ser mãe de um "mininu grandi" :o)

  5. É tá passando, mas não é aquela coisa: "olha tá passando, que ruim, que saudades", pelo contrário, eu sinto uma vibração boa, do tipo: "eu cresço e evoluo com meu filho" … nunca fui fã de Gabriel O Pensador, mas super lembrei dele ao ler esse post.

  6. Fofo demais! Aqui em casa a paixão do Pedro tb é pelos carrinhos. De boneca ele brinca de pentear os cabelos e levar no carrinho para passear. Facilita ter a irmã. Os dois brincam de maquiagem, ele coloca os prendedores de cabelo dela e os dois brincam com bijuterias que eram minhas. Não há regras, né? Mas tb considero muito importante fugir dos estereótipos dos dois lados…e eu convivo com os dois! Beijos lindona!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *