Meu filho é um pouco lentinho, sabe. É hora de admitir. Não me achem uma mãe ruim, poxa vida, digamos que eu seja assim… sincera.

Fato é que o bichinho é devagar quase parando. Acompanhem comigo: só foi ficar de bruços (e rolar) lá pros 6 meses – as quiança dazamiga tudo deita e rola e sapateia aos 4. Só sentou sem apoio aos 8 – as outras, aos 6 já sentavam, deitavam, rolavam e fingiam de morto. Só engatinhou aos 10 – as demais já engatinhavam, rastejavam, nadavam aos 8. Só andou com 13 – as outras aos 11, no máximo 12 já andavam, sambavam, pulavam. Vai vendo.

Lembro de ir ao pediatra quando ele tinha 18 meses e comentar que ele não falava quase nada, só balbuciava uns sons esquisitos. Ao que o médico me solta “ah, mas isso é normal, as crianças nessa idade falam mais ou menos umas 15 palavrinhas”. Doutor, qual parte de “ele APENAS BALBUCIA” o senhor não entendeu? Se ele tivesse 15 palavras no repertório, já daria pra gente conversar o dia todo e ainda sobrava.

Mas bem. Quinze palavras Lucas deve ter por agora, eu acho. E mesmo assim são aquelas palavras que só mãe reconhece, sabe como? Tipo papá é comida, pápa é batata e papááá é papai. Tendeu?

Tô exagerando: papá é comida, mas batata é tatata e papai é papai mesmo, ele fala direitinho, esse menino-gênio. Mas, fora isso, fala só mamãe, bobô (vovô), papapu (sapato), pepeta ou pepete (a primeira é chupeta em bom português e a segunda é chupeta em bom espanhol), au-au, tchau, pé, bebê, lu (lua), xól (sol), camão (caminhão), cáu (carro), ão (avião), cacaco (macaco), muuu (vacas, cavalos e afins). Maaas. Não sabe contar, não sabe as cores, não forma frases.

Mentira: a maior frase que ele forma é “tchau, papai”, quando o papai vai embora. Ou “papai não”, quando quer que o papai vá embora ou ainda “papai, papá”, quando quer comer e o papai é o escolhido pra cozinhar. Notem que o papai ocupa 80% das frases dele. O papai se defende dizendo que ele não precisa dizer “mamãe” porque a mamãe está sempre por perto, mas eu acho mesmo é que ele tem preguiça de dizer muitas coisas diferentes, esse meu menino. E sobre contar: ele até diz “um, doix, têix iiiii sá” (um, dois, três e já!). Outro dia eu fiquei falando os números, contando carrinhos com ele “vamos lá filho: um, dois, três, quatro, cinco”. E ele repetia “um, doix, cato” ou ainda “um, têix, cinco”, ou seja. Tendeu nada.

E, finalmente, fico tentando falar das cores, mas ele caga, não me dá a mínima. Comprei até uns gizes de cera que pintam azulejo e pele (é ótimo, aliás) e fui falando as cores. Sabe o que ele faz? Pega o giz e me pinta, achando que é maquiagem (ele me vê maquiando todo dia e fica querendo imitar – e eu super deixo, viu?). E mostra o pé e fala “pééé” pra eu pintar o pé dele, porque ele acha bonito maquiar o pé também. Doidinho.

Mas, antes de achar que ele tem algum problema por não falar – como achei quando ele não sentou, não rolou, não engatinhou e não andou – eu agora tô apenas esperando. Porque visto que ele senta, rola, engatinha e anda, acho que, um dia, também vai falar. Dá pra ver que ele tá na intenção, sabe. Ele até conversa umas coisas, todas enroladas, entende o que estamos dizendo – quando lhe convém, quem nunca? – interage, se relaciona, enfim, se comunica de alguma forma.

Tem também a coisa dele viver em dois idiomas, mas não quero ficar achando que ele não fala porque não sabe que, por exemplo, eu e yo são a mesma coisa.

(mas será que é por isso? – aliás, outro dia eu tava falando alguma coisa do tipo “quem vai querer comer agora?” e ele ficou repetindo “yo yo yo yo”, mas daquele jeito argentininho “xô xô xô xô” e eu achando que ele tava falando “chão chão chão chão” e pensando “meu deus, que-que esse menino tá falando de chão na hora que eu tô falando da comida?” – a mãe tá aqui publicamente acusando o filho de lento, mas lenta é ela que não notou que o rapaz é, na verdade, bilíngüe).

Falei falei falei só pra dizer pra vocês que: aos 22 meses, meu filho – diferente de mim, nota-se – ainda não fala, gents! Como faz? Levo no fono? Me desespero? Encho o saco dele pra ele ficar repetindo o que eu digo? (e essa é a mesma pessoa que há um parágrafo atrás disse que estava pacientemente esperando). Bem.

Vou seguir esperando.

Enquanto isso, como quem não quer nada, tento bater uns papinhos com o pequeno:

68 respostas em “Tagarelando – só que não

  1. Carol, crianças que são educadas em dois idiomas demoram mais a falar mesmo. Procura isso, tem alguns artigos cientificos sobre.
    Pelo que lembro de ter lido eles podem demorar até os 3 anos pra falar.

  2. Carol, acho demais a forma como vc escreve e fala do dia a dia do seu filhote! Acompanho seu blog há bastante tempo, não tenho filhos, mas morro de vontade e penso em planejar pra um futuro próximo, por isso venho aqui constantemente ver as peripécias que o Luquinhas apronta! Quanto a ele não falar (aliás, ele fala pra caramba, cheio de sotaque, dois idiomas, todo trabalhado no sotaque carioca da coisa e vc aí falando que ele não fala, mulher? hehehe ele fala sim), não acho que seja o caso de fono, de banho de sal grosso, de terapia, de nada, acho que é mesmo o tempinho dele!
    Fica aqui um abraço de uma "sem-filho-leiga", mas que trabalha com crianças há um bom tempo pra ver que o seu neném só tem evoluído cada dia mais!
    Ah, btw, Feliz dia da mulher pra vc!!
    Beijos,

  3. Carol, minha mocinha tem 21 meses, não é bilíngue e está exatamente como o seu Lucão!!! Ela tbm não me dá a mínima quando tento ensinar cores e afins!!! Até aprendeu a contar, mas acha que quando falo "Filha, vamos contar?" ela me escuta? Noooon… ela simplesmente diz "Não, mamãe" e continua o que está fazendo. Às vezes acho que ela é mais "lenta", às vezes acho que as crianças tagarelas que são "anormais"…. enfim, acho que ainda é cedo pra gente se descabelar!!!

  4. Carol exageradaaa, rs.. eu acho que o Luquitchous fala sim, quando eu vi esse video no seu face, eu achei que na verdade ele fala bastante coisa, e tem o lance de ser bilingue, eu li em algum lugar que crianças educadas com 2 idiomas demora um cadin mais! Pq imagine o rolo na cabecinha dele pra associar Eu= Yo, rs
    Espera que tudo tem seu tempo, e não acho que seja caso de fono, só de paciencia (da mãe) mesmo, rs.. e pelo tempo que acompanho vc, paciencia é seu nome do meio né não?!

    PS: Feliz dia internacional da Mulher!!

    Bjs meus e da Manu em ti e Lucas delicia

  5. lindo o Lucas mandar beijo. meu filhyo tem 15 meses e beija a gente na cara e depois faz nojo =s
    e tbm nao fala nada em outro idioma que nao o 'bebieis'
    passa o dia a tntar se comunicar e ninguem percebe nda de nada.
    conta grandes historias e só.
    fala palavrinhas como aca (vaca), má (mãe), pá (pai), ágdua (agua), papá (quando quer comer), baáh (banhar)..
    e a primeira coisa que o crionça falou ADA, que é nada mais nada menos que o nome da cadela que minha mãe tem em casa.
    a gente carrega 9 meses, dá mamadeira e papinha pra primeira coisa que a pessoinha fala é o nome da cachorra.
    tem'baze???

  6. Carol, fica feliz e solta rojão! O Lucas ao meu ver está dentro do normal pelo que ele fala. Léo, meu mais velho demorou muito pra falar, e ele falava bemmm menos, levei em pedi, fiz teste de audição, levei em fono, fiz simpatia, mandiga, me descabelei, e nada resolveu, o danado falou no tempo dele, agora matraca feito condenado a todo santo segundo!
    Até escrevi um texto sobre isso lá no MMqD. Se interessar dá uma lidinha:
    http://minhamaequedisse.com/2012/09/repita-o-mantra-cada-crianca-tem-o-seu-tempo/#comment-12377

    Beijos e relaxaaaaa =)

  7. Olha, se minha vó tivesse internet ela diria:

    " Fia, coloca um pintinho pra piar na boca desse menino que ele vai falar mais que o homem da cobra"

    Mas brincadeiras a parte, se ele sempre teve o tempo dele, eu aguardaria (olha a sem filhos dando palpites nos filhos dos outros).

    Medico nunca é a coisa mais divertida a se fazer… mas uma idéia boa é cantar… cante muito… e peça pra ele cantar tb…musica é bom, relaxa e tira aquela pressão sabe?!

    Bjos e mta calma nessa hora

    Paty
    http://www.lavaiapaty.blogspot.com.br

  8. Carol, meu filho (que hj tem 38 meses e fala um monte, e a pronúncia é ótima) aos 23 meses falava 12 palavras. Com 24 meses, eu já tinha perdido a conta de quantas palavras compunham o repertório dele. Ah sim: e meu filho caminhou com 15 meses (sério), como todas as crianças da família do meu marido. Então fica susse que já já ele desanda a falar.

  9. Relaxa!!!! Eu não sei quanto ao falar…. minha filha até q começou cedo, mas eu tenho um irmão… pequeno (meu pai gosta de fazer filho de 20 em 20 anos)! E ele demorou tb para começar a falar, minha madrasta até ia tentar a simpatia de colocar um pintinho pra piar na boca do moleque (kakakkakak, vai saber né!!), mas por sorte nunca fez isso, pq depois q começou…. afê, é uma metralhadora falante!!!!
    Quanto as cores e números, a minha pequena (4 anos) começou agora de uns 8 ou 9 meses pra cá a contar certinho até o 5, desse em diante rola confusão, babado e gritaria, e as cores só com 3 anos q ela foi se interessar em saber o nome delas.
    Eu entendo vc, a gente se sente confusa, e qd não é a gente comparando sempre tem algum bocó pra fazer isso.
    A Julia só faz rabiscos, e círculos, nada de muito pensado, e eu tenho uma sobrinha 4 meses mais velha q desde os 2 e 1/2 anos já pinta com perfeição, sabe contornar e nada sai borrado. Sei lá, vai de cada mãe cobrar o q acha mais importante.
    Eu não esquento com nada, vou deixando a vida levar. Eles tem tanto tempo no mundo ainda!!!
    Bjos Bruna

  10. Acompanho teu blog (adoro) e vou dar um palpite: eu acho que ele tem o tempo dele. Tambem moro no exterior e minha filha escuta 3 linguas (port,espanhol,ingles) e fala algumas palavrinhas (ela tem 15 meses). Eu sempre pensei que criancas bilingues demorassem mais pra falar,mas pelo que li nao procede. Enfim, mas queria te falar que minha filha so foi comecar a andar sozinha agorinha,com 15 meses,quase 16.Ate entao nao tinha se soltado ainda, so queria se segurar (moveis ou a gente dar a mao). Eu tambem tinha uma pontinha de preocupacao (primeiro filho,etc),mas me convenci que cada um tem seu tempo. Claro que e sempre bom ficar de olho e ser aberta a outras opcoes( melhor do que aquelas maes que ficam em denial, sabe como?). E pra terminar, a minha colega aqui tem um filho da mesma idade de teu e ele tambem fala bem pouco (bilingue). O pediatra deu um toque,mas por enquanto eles so estao tentando estimula-lo mais (lendo,falando, fazendo com que ele peca as coisas). Bom, ja escrevi um livro eheheh beijao e boa sorte

  11. meu filho tb era assim, mas assim q fez seus dois aninhos completos, desembestou a falar e cada dia solta uma palavra nova, tenta formar frases e conversa mto (ninguem entende mto bem, mas ta valendo neh.) ele tem 26 meses, quase 27, e nao fala tao bem qto eu acho q devia, mas ta d bom tamanho, cada dia q passa ele evolui um pokinho, do jeitinho dele.
    entao nao se preocupe nao, tudo tem seu tempo. bjss

  12. Carol, ele fala sim! Se diz essas palavrinhas, fala, e olha que durante o texto você falou de outras palavrinhas que ele sabe falar e não estavam na lista, rs Fique tranquila, se ele se comunica, então está tudo certo, daqui a pouco ele tá todo todo formando frase, e tagarelando, e você vai querer é que ele cale a boca um minuto, hahaha E desde quando menino de 1 ano tá sabendo cores ou números, pelamordedeus? É muito cedo ainda. No tempo dele ele aprende. Abraço 🙂

  13. Vítor começou a falar mais palavras com 18 meses, mas só agora, com 23, que o vocabulário aumentou consideravelmente. Também apenas agora que ele começou a juntar duas palavras, como "tchau, papai". Acho que não é motivo de preocupação, Carol, ainda mais pq tem a questão dele crescer em um ambiente bilíngue. Beijos!

  14. Carol…
    Te leio há muito tempo, mas nunca comentei, por vergonha, afinal não tenho nenhum filho. Mas lendo o seu post de hoje resolvi comentar.
    Faço Pedagogia, estou no 5º(último)ano e já trabalhei em uma creche que misturava crianças de várias idades, algo que aprendi no curso e na prática é que não há idade certa para determinada etapa, na creche crianças de 10 meses arriscavam andar, enquanto outras de 1 ano só engatinhavam, a mesma coisa acontecia com a fala, muitas crianças só falam com 3 anos, e é realmente normal. Desculpa a extensão do comentário, mas só falei porque achei que poderia te ajudar. O Lucas é um menino muito lindo e saudável, fique tranquila que ele ainda vai virar um tagarela…srsrs.Bjuss

  15. Ah Carol, passo pela mesma coisa em achar que o Henry quem tem 17 meses tambem é bem lerdinho( menos pra fazer arte , que pra isso ele é bem espertinho), e imagina que eu , apesar do puxão de orelha do medico que me fala que ele é absolutamente normal pra idade dele , acabo comparando ele com meu filho mais velho de 2 anos e meio, mais veja bem, o Gui andou com 9 meses, o Henry com 13, com 1 aninho o guilherme parecia uma matraquinha falava muito mais coisas que o Henry fala hojem com 17 meses, então é complicado não pensar que ele esta demorando demais, mais tento ficar calma e pensar que cada um tem jeito, quando ele resolver falar ele fala e pronto!

  16. Carol, tenho um conhecido q mora na Itália e levou o filho a fonoaudiologa pq tbm nao falava nada com quase 2 anos, e ela disse que realmente o fato de ser bilingue atrapalha, a criança entende tudo mas não consegue se expressar por serem duas linguas.. e tbm, o normal é começar a falar com 2 anos, formar frases, então fique tranquila. O fato de sentar e engatinhar e andar atrasado tbm não significa nada, até pq só se deve preocupar se a criança não anda depois dos 18 meses. Não encana não, como diz minha mãe.. para de querer achar defeito nesse menino lindo (meu Felipe tem 1 aninho) bjos

  17. Carol, tenho um conhecido q mora na Itália e levou o filho a fonoaudiologa pq tbm nao falava nada com quase 2 anos, e ela disse que realmente o fato de ser bilingue atrapalha, a criança entende tudo mas não consegue se expressar por serem duas linguas.. e tbm, o normal é começar a falar com 2 anos, formar frases, então fique tranquila. O fato de sentar e engatinhar e andar atrasado tbm não significa nada, até pq só se deve preocupar se a criança não anda depois dos 18 meses. Não encana não, como diz minha mãe.. para de querer achar defeito nesse menino lindo (meu Felipe tem 1 aninho) bjos

  18. Gente, tô catando defeito nele naaaaao!
    ele é um lindo, cheiroso, gostoso, amado e falante! (do jeito dele)

    eu sei que já já isso passa e eu vou mesmo é sentir falta dessa época de fala doidinha dele, vou sim.

    brigada pelas dicas, principalmente a de desencanar! (mas eu juro que tô bem mais desencanada do que qdo ele nao engatinhava, por ex)

    beijao em todas lymdas nesse dia da mulher!

  19. se vc ficar tranquila leva no fono eu levei meu filho ele tinha dois anos e nao falava nada só essas coisinhas de bebe mas com 3 anos ele nao ficava quieto … cada um com seu tempo.. aa e sobre ele nao falar mãe.. meu filho nao falava mãe até que começou a me chamar de "amor" – what – "Amor" é como o meu marido me chama logo ele sempre ouve meu marido me chamado de "amor" e eu chamando meu marido de "pai" … ai quando meu marido começou a me chamar de "mãe" ele começou a me chamar de mãe.. bom paramos com isso faz tempo agora voltou ao amor normal e meu filho me chama de mãe e pronto =)

  20. Sussega o faxo!
    Anna Laura com 22 meses era nesse naipe…falava tao poucas coisas, q sério, eu achei q eu deveria procurar meus direitos, ops, uma fono…
    Mas sabe aquela historia do "qdo começar vai ser de um dia pro outro e vc vai mandar calar a boca de tanto falar"?
    Pois bem, aconteceu aqui!
    Um dia do nada, Anna Laura acordou tagarelando. Mas JURO, foi de um dia pro outro!
    E hj ela fala mais q o homem da cobra, mas assim, hj ela tem (pera vou contar em meses pra ficar legal) 27 meses (tb conhecido como 2 anos e 3 meses) e MUITA coisa eu não entendo PATAVINAS ainda!
    ela ainda tem um dialeto próprio!

    Acho eu Carol q o Lucas por conviver com 2 idiomas como vc falou, fiquei mais digamos confuso pra sair tagarelando ate ter certeza q esta falando BEM ambos os idiomas!

    Sei la…pode ser!

    Maaaaaaaaaaaaas, se te deixa segura leve na fono!
    Eu particularmente e até por passar por mais ou menos a mesma coisa q vc (menos a parte dos 2 idiomas) acho desnecessario agora!
    Espere mais um pouco!
    Aquela velha balela de "toda criança tem seu tempo" tb vale pra fala!
    E tudo é uma questão de tempo mesmo!
    Como eu disse, a hora q ele soltar de vez essa lingua prepare-se para mandar ele ficar quietinho 5 minutos pra "eu ver um pouco da novela"…. hahahahaha

    Beijos em vcs!

  21. aiii tadinho do lucas! ele fala um HOOOOLA que é a coisa mais linda do universo!
    tô tentando lembrar o que ele falou aqui em casa que o pessoal riu a beça… ele viu alguma coisa que o tulio mostrou e ele ficou impressionado, mandou um UAAAU o algo assim… o que foi? ahahha
    ele é um gostoso!!! <3

  22. Olha Carol, na minha opnião deve ser a questão de dois idiomas o que atrapalha ele, deve ser muito complicado para uma criança. Mas o que importa é que ele é lindo e saudável, o resto vem no tempo certo. Beijos

  23. Carol, eu acho que não é nada.. Tenho um sobrinho de quase 3 anos que nao fala nem 15 palavras, mas assim ele ja foi em fono e tudo. É só que todos entendem o que ele diz e ele não tem vontade de falar. E tenho uma prima que só foi falar com 5 anos.. No fim ele vai andar, falar e fazer tudo normalmente. Essa mania de achar que tem que ser sempre igual, que todas as crianças fazem igual. È balela.. E você é uma ótima mãe sim! Rsrs continue assim. beijao

  24. Carol, entendo sua agonia, meu filho também demorou para rolar e eu ficar super mega preocupada! Coisa de mãe!
    Uma coisa que me chamou a atenção, meu filho assim como o Lucas teve muitas otites de reptição, operou em novembro e desde então nunca mais.
    Eu lembro que a grande preocupação do otorrino era com a fala dele, quer dizer com a audição, sempre me perguntava se ele falava, quanto. Poque otite pode causar perca de audição. Já fez audiometria nele?
    Mas não acredito que seja isso Carol, cada criança tem seu tempo mesmo, uma coisa que te digo, aproveita pq o meu filho faz 2 anos semana que vem e fala tudo, muito mesmo e eu sinto que estou órfã de bebê!
    O menino conversa comigo, canta, conta história, sinto saudades quando ele falava apenas algumas palavrinhas… Enfim aproveita esse "super poder de entender o que ele fala".
    as bebezices do Lucas!

  25. acompanho aqui faz tempo mas são poucas as vezes que me animo a comentar, (muito concorrido) , mas li na Crescer desse mês, que criança que aprende dois ou mais idiomas fala bem mais tarde…entender elas entendem bem mas como a fonética é diferente acabam pos ficando meio inseguras em arriscar. Mas em compensasão serão fluentes em ambos…relaxa… (www.mamybrasil.blogspot.com.br)

  26. Carol,

    Super acho (do alto da minha não entendância sobre bebês) que é por causa das duas línguas. Acho que é questão de ter paciência, mesmo, que logo, logo ele tá tagarelando por aí.

    Passa no meu blog um dia, jura? Sou super fã e seria uma honra ter você na minha humilde residência internética. Você é uma das razões pelas quais comecei um blog, after all!

    Bjs

  27. Carol, o meu filho tem um ano e oito meses e também ainda não fala muita coisa, disso eu desencanei kkkk.
    Sobre as cores uma amiga postou esses dias no face um blog que tinha umas cartilhas com uma técnica pra ensiná-las pros pequenos, tenho gravado em outro computador, depois te passo pelo face, mas acho que ele tá dentro do esperado. Bjs

  28. Ola,

    respira e espera. Cada criança tem seu tempo. Minha pequena tb demorou muito para falar, mas depois. Amiga…. Ela fala comigo, com o pai, com a TV, com o cachorro do vizinho, enfim. Ela fala, e fala, e fala.
    Na hora dele, o negócio vai….

    Beijocas

  29. Carol, te acompanho desde a gravidez, seu filho é um fofo e dizem que qdo vc olha muito uma criança qdo está gravida, o bebe nasce parecido…rsrsrs…Fato!! Meu filho parece o Lucas até na lentidão…rsrsrs…tá sentando agora com 8 meses, é preguiçoso demais….
    Para o meu azar tenho uma sobrinha com 2 meses a mais que anda, dança, bate palma…aí fica todo mundo comparando….quero matar!
    Falar ele já fala "pepê" para a chupeta e "popó" para galinha pintadinha….
    Vc me tranquiliza pq vejo que realmente é uma questao de tempo, cada bebe é de um jeito…..
    Lucas é lindo!!!
    Bjs

  30. Carol, querida! Aqui o pequeno tem exatos 30 meses. Cores??? Aff! Fala sério! Kkkk!! Ele até repete aúúúl (azul), bede (verde), memeio(vermelho)… Mas só repeteco. Quando pergunto a cor de alguma coisa, é tudo aúúl! Tbm quase nao conta. Agora que começou a melhorar. E a fala??!! Graças ao meu bom Deus, de janeiro pra cá ele resolveu que falar é legal e que pode trazer muita coisa interessante até ele. Antes dos 29 meses ele tinha muuuiita preguiça. Falava, mas pouco e muito enrolado. Agora vc imagina: meu outro filhote, com 6 anos agora, aos 12 meses já falava. Aos 30, já falava frases perfeitas, inclusive empregando o plural perfeitamente. Imagina bem a minha preocupação! Ainda mais com essa comparação injusta! Hahahaha! Mas vou te dizendo (com toda experiência, garanto) que tá tudo certo. Me desesperei tanto, que o pediatra tinha pena de mim. Haha. Relaxa que ele VAI falar, cambalhotar, rastejar, voar (ops! Será?)!!! Aprendi depois de muita ansiedade, mas agora, a cada dia temos palavras novas que, detalhe, estão formando frases!!! Vivaa!!! Já, já o Lucas vai tagarelar até vc pedir para ele parar!!!! Bjs!

  31. No te preocupes, chica. Minha filha só falou com 3 anos e com ajuda da fono. E sem qualquer problema que justificasse esse mega atraso. Eu acho que foi porque quando ela tinha 1 ano nós nos mudamos para o Chile e ficamos lá por dez meses…
    Hoje, com 7, a bichinha fala pelos cotovelos, é super segura de si, ótima aluna e blábláblá.
    Teu filho tá falante, vocês estão no caminho certo. Pode apostar.
    Grande beijo,
    😉

  32. absolutamente normal. Ainda mais menino. ainda mais bilingue. O meu mais velho so comecou a compor frases com duas palavras aos 31 meses ta? A menina, segunda filha, com 12 meses falava algumas palavrinhas e com 24 meses, fazia frase, falava tudo, e agora, com 33 meses (engracado pensar ela em meses) ja ta ate falando "grande" certinho, com R no lugar certo. vai com calma. Lucao noa vai falar antes da hora, nao adianta forcar. E desencana das cores. tem muito tempo pra aprender cor. Depois, ce vai ver, neguinho vai tirar atraso quando coemcar a falar!

  33. Mesmo com tantos comentários não me segurei e tive que falar que: meu filho ganhou do Lucas! 🙂 Meu menino tem 2 anos e 16 dias e não fala nada, tipow, N A D A mesmo! Andou falando "kakka" (merda) e "kiitos" (obrigado), ambos em finlandês, mas depois que todo mundo fez ele repetir umas 89276 milhões de vezes ele decidiu que não falaria mais nada. Semana passada tivemos pediatra e ela falou: Não se preocupaaaaaa mãe! Ele entende tudo, só que ainda não quer falar por causa do bilinguismo!! Não se preocupa é o &¨%$#@ minha senhora, meu filho não fala nada genthennn!! Mas ok, se até os 2 anos e meio o menino não decidir falar vai pra "terapia da fala". Mas é isso, já chorei, orei, rezei, xinguei, fique careca, me fiz de surda quando ele gritou pedindo algo, me fiz de lesa quando ele trazia a banana pedindo para eu descascar para ele comer, enfim…já fiz de tudo um pouco e nada. Então cheguei a conclusão que: finlandês é mesmo um idioma muithooo dificil e o português, como se ele só fala comigo nesse idioma e eu lesa entendo tudo sem q ele precise falar, pq ele vai falar?! 🙂 Pois é…

  34. bom, lendo seu relato, percebo que ele é super normal pois ele mesmo ao jeito dele, conversa.
    ^n acho q precise de fono não. O fato é q tem crianças q são mais lentas do q outras mesmo, cada uma tem seu tempo.
    bjus e paciencia.
    rsrs

  35. Sandra….o filandes ñ é difícil para seu filho pois é a língua nata dele. rsrsr ele vai falar sim, vc vai vê, cada criança fala a seu tempo.
    e quando ele quiser algo, só atenda-o quando ele falar.
    fica a dica!
    bjus. rsrs

  36. Preocupa não. Meu priminho com dois anos e meio falava quinze palavras. Meus tios estavam preocupados até que resolveram desencanar. Desde então ele fala mais que tudo, a gente vive pedindo para ele calar a boca. Agora, com seis anos, toda semana ele fica de castigo na escola por falar demais. Ele fala, fala, fala, fala……

  37. Carol, eu penso que talvez fosse o caso de ir na fono, mais pra tirar a dúvida da cabeça, sabe?
    Eu estudo fono, e já vi exatamente o que vc falou, de a criança demorar um pouquinho mais quando vive em ambiente bilíngue, mas sempre há a questão de isso estar mascarando algo.
    Além disso, quando eu digo ir na fono, num é começar terapia, é só avaliar, talvez ela passar alguma orientação sobre estimulação específica pra situação de bilinguismo dele, para facilitar, entende?
    Não me entenda mal (nem vc nem as outras mães que lerem), é apenas que eu vejo tanto caso de pessoas (e nisso eu incluo pediatras) esperando pra ver se as coisas se resolvem sozinhas, e no fim precisando buscar ajuda, que eu acho que tem vezes que é melhor pecar pelo excesso…

    Beijos! Desejo tudo de bom pra vc e sua família!

  38. Ai Carol,
    O Miguel tá fazendo 20 meses e só fala papa (de comida) quando eu insisto muito!
    Ele tb demorou pra sentar, engatinhar e ainda não anda sozinho, só com uma das mãos dadas com a gente.
    Semana que vem vou leva-lo no pediatra e quero ouvir dele o mesmo que vc ouviu: "relaxa mãe"
    Beijos pra vcs!

  39. Cuidado com essa conversa de "cada um tem seu tempo". Intervenção precoce é tudo. Minha filha faz Fono desde os 2 anos e pouco. Também não procede a tese de que crianças expostas a mais de um idioma falam mais tarde. O que eu penso é que vc deve averiguar se o atraso é somente na fala ou se há outras questões. Converse com o pediatra.

  40. Complementado meu post anterior: minha filha tb sentou com 7 meses e meio, andou com 1 ano e 2 meses, enfim, fez as coisas mais tarde mesmo. E ela nasceu com 34 semanas, que, se não me engano, foi o caso do Lucas, certo?

  41. Nossa vários comentários, nem vou ler para ver se alguém já deu a mesma dica, mas o que eu acho que vale a pena mesmo é repetir as silabas devagar. Quase soletrando mesmo. Arthur na cara do gol dos 24 meses fala pouca coisa, mas ama falar o final das palavras que já conhece mas não sabe falar. Então a mãe fica igual retardada soletrando palavras sem fim só para ele terminar. Porque por exemplo ta é tudo: pintar, montar, ok, etc. Para desvendar a palavra só a mãe que entende ou finge que entende.
    Quanto aos números e as cores acho que vale a pena insistir. Para o Arthur todas as letras sao a e na contagem de números o três só sai quando ele quer e o cinco não sai nem com reza brava. Boa sorte aí

  42. Diferentemente do "Anônimo" acima. Eu enfatizo: Cada um tem seu tempo. Respeitar e aceitar isso é difícil, eu sei, meu filho não andava e eu achava q tinha algum problema, ficava com caraminholas na cabeça e foram os 2 meses mais longos da minha vida ( ele só andou com 1 ano e 2, e e todos esperam a criança correndo no aniversario de 1 ano)… fato é, tô TENTANDO, repito, TENTANDO, respeitar o ritmo do filhote. Sou ligada no 220, sempre muito apressadinha e vejo que essa paciência que meu filho vem me ensinando é muito válida!!
    A gente tem planos pros filhos desde de barriga, né? A gente acha que tem o poder de fazer da nossa forma, e eles vem mostrar q eles desde de já que tem o poder sobre suas vidas!!
    Aí eu, a mãe que chora na música do palavra cantada quando diz que "Só vou entrar no banho. Pra sair com a namorada", me surpreendo em ver que não tenho o controle da vida desse que saiu de mim.
    Os desenvolvimentos vem, cada criança tem interesses diferentes, excesso de estimulo não é benéfico. Que mania é essa nossa de achar que tem que adiantar tudo, criar super criança? Intervenção precoce é tudo??? Não para mim! Tudo é oferecer estímulos, com individualidade, carinho, paciência e amor. E vou te falar que isso é muito mais difícil do que levar seu filho ao fono desde 2 anos de idade. ACEITEMOS NOSSAS CRIAS, com suas próprias características.

  43. Carol,

    Nessa fase eles começam a engatinhar, andar e balbuciar cada um em seu tempo. Uns mais cedo, outros um pouco depois. Aí que tá: andar ou falar com 9 meses ou 1 ano de idade não faz, na minha opinião, um bebe ser mais esperto, inteligente ou mais bonito do que o resto da bebezice. Sinceramente não fico impressionado com esse tipo de coisa. Tampouco fico achando que um bebe deve ser chamado de lentinho, pelo fato que andou com 1 ano e dois meses. Não acho justo taxá-los dessa maneira, não é mesmo? Pelo o que vejo por aí, bebes de 2 anos falam muito pouco mesmo.

  44. Carol,

    Posso me identificar TO-TAL-MEN-TE??? Cara, o Davi tb é do time dos lentinhos. Rolou e sentou no mesmo dia, aos 6 meses, mas sentar, sentar mesmo, sem apoio, só aos 8. Engatinhou e andou tarde tb (acho que aos 10 meses e depois de um ano). E foi a mesma coisa com a fala.

    Só que agora, depois dos 2, ele fala de um tudo. Sujeito, verbo e predicado. E plural! Tipo, "uma mão, dois mões". É hilário!!! E posso dizer que foi de um dia pro outro, perto do Natal (qd ele estava com 22 meses!). Alguém ligou o botão e simplesmente ele começou a falar. Antes era uma meia dúzia de palavrinhas, uns "uh, uh, uh" e só. Agora, eu já tô quase pedindo pra ele ficar quieto (em especial, no domingo, quando ele resolve me acordar às 5h30 da madruga, com um "atota, mamãe. Levanta!").

    Fica tranquila que daqui a pouco vc é q vai pedir um minutinho de silêncio da cria q não vai sossegar a matraca! 🙂

    bju

  45. Mari mal saiu dos 6 meses e sempre fiquei meio assim 'ela é devagar né?' mas esse devagar enche a mamãe de orgulho! Tudo ao seu tempo… penso assim! Ela escolheu até o dia de nascer, pq não deixar ela seguir a vida de modo seguro quando acha legal rolar, engatinhar, sentar, falar?

    Aos 7 ainda não senta, não se arrasta, e começou a rolar AGORA. Mas adoooora tagarelar… ainda que só os seus 'aaaa'… pq nem 'dadádá' ela fala. Me preocupei sim, mas quer saber? Deixa ela aprender no tempinho dela. Falar, andar, sentar são coisas naturais. Menos é mais também. O médico dela já me falou isso… quanto mais eu forço mais insegura ela é fica. Melhor é esperar ela entender as coisas naturalmente mesmo. Então desencanei!

    Lucão é um fofonildo esperto e arteiro… ainda que meio quietinho rs… relax baby!

  46. Carol, ele está saudável, lindo e super fofo! É o que importa né?! Adoro seu blog! Sigo antes mesmo de pensar em ter filho, hj tenho um fofinho de 10 meses!!! aliás estou pensando em levá-lo para BSA, tem coisas divertidas para fazer com o pequeno por ai? Bjos! Janaína

  47. Carol, tenho 3 lindas filhas( sou coruja assumida) a primeira falou antes do primeiro aniversario, ja formava frases aos 18 meses , escreveu o nome e reconheceu letra aos 30 mese e lia corretamente aos 5 anos,entao quando veio a segunda, MEU DEUS eu fiquei muito aflita porque aos dois anos ela nao falava quase nada e quando resolvia falar ninguem entendia , quando eu tentava ensinar cores numeros e letras ela simplesmente me ignorava e eu imagine chorava achando que ela tivesse algum tipo de problema , fui aconselhada a ter calma, desencanar e esperar o tempo dela e foi que fiz , hoje aos 3 e meio ela fala de tudo, conta historia ,inventa mentiras ,conhece cores e esta sendo alfabetizada e é esperta dessas que da noticia de tudo , cata as coisas no ar e eu percebi que anormal era eu que a comparava a outras criancas.

  48. Carol, minha filha morou desde 2 meses até 2 anos no japão, e enquanto estávamos lá ela falava muito pouco, quase nada. Depois que viemos pro Brasil ela começou a falar mais, mas falar falar mesmo só falou agora que tá a dias de fazer 3 anos. É assim mesmo, é normal acontecer isso com crianças que moram fora do país.

  49. Oi Carol eu achei muito engrançado encontrar você aqui na internet.Somos muito parecidas ,eu também me chamo Carol e meu filho se chama Lucas kkk Só falta você me dizer que seu marido se chama Luiz tambem kkk e olha pode ser coisa do nome viu porque apesar de o meu filho ter sentado aos 5 meses, aos 4 meses ele ja tinha coordenação com as pernas e dava passinhos quando seguravamos ele em pé no chão, e foi pro andador com 5 meses , mas foi só isso porque o primeiro dente dele nasceu ele ja tinha 10 meses.Ele só andou com 14 , e começou a falar coisas que eu podia entender com +ou- 20 meses.Hoje ele tem 31 meses e não quer nem saber de usar o pinico sendo que a amiguinha dele que é um mes mais velha começou a usar o pinico com 18 mese,s e os médicos sempre me disseram que é o tempo dele.Ele é mesmo meio devagar mas eu ja me acostumei.Pelo menos agora ele ja fala tudo e sabe cores e numeros.Isso me confortou.Não se preocupe quando você menos esperar o seu Lucas vai estar tão esperto quanto o meu (mas espero que ele saia da fralda antes porque assim você terá menos tempo encarando a coisa TERRIVEL que eles fazem quando comem muito ) kkk
    Beijos

  50. Hola Carol !!!
    Me ha encantado tu publicación. ! Me identifico muy bien contigo cuando cuentas sobre las palabras que solo decía a sus 22 meses tu nené, el año pasado. Pues el mío tiene casi las mismas características, igual desarrollándose en un ambiente bilíngue. Solo que en estos últimos meses me he limitado mucho para hablar con él en español, pero él entiende perfectamente a mis amistades cuando me visitan y solo hablan en español . Hoy con casi dos años y médio dice pocas palabras, forma a veces frases simples: Não mamãe, Tchau papai .. y así .. Y ahora se refiere a todo solo usando la última o primera sílaba de la palabra. Y yo, claro, desesperada. Él obedece a las órdenes cuando le hablamos, es un niño despierto ! La profesora de su escuela me dice que él está bien, que participa en la atividades y que a ella no le preocupa ese atraso de él, que ya hablará algún día. Carol, quería saber, después de los 22 meses de tu hijo, cómo fue su evolución en ese aspecto? Me disculpas la libertad de escribirte en español, igual puedes responderme en português, que comprendo perfectamente. Un abrazo, Yadira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *