Se tem uma coisa que vale muito a pena ao se ter filhos é o lindo que é poder vê-los crescendo e aprendendo coisas. Falando assim parece besteira ou pieguice de mãe (até é), mas eu juro que é de-mais de bom. Ver aquelas pequenas amebinhas come-dorme-faz cocô virando gente é uma lifetimeexperience, sabe como?

Mas não tô falando aqui de coisas incríveis, tipo os primeiros passinhos ou primeiras palavrinhas. Não, não.

Tô falando de coisinhas piticas bestinhas, mas que fazem toda a diferença.

Tipo outro dia que meu filho conseguiu enfiar o dedo no nariz e arrancar uma melequinha. Gente! Você que tira melecas todos os dias da sua narebinha nunca parou pra pensar nisso, né? Mas imagina a vitória pra ele? Ter coordenação suficiente pra apontar o dedinho e, sem olhar, enfiar em um dos buraquinhos do nariz e ainda por cima tirar algo de dentro – algo este que deveria estar incomodando. Eu ri, eu ri muito. Só não tirei foto porque a câmera não estava perto e porque achei que o Lucas adolescente que ele há de se tornar não vai gostar nada desse clique. E lógico, se eu ri e fiz festinha, ele repetiu o feito algumas vezes e desfilou pela casa todo orgulhosão de seu dedinho metido no nariz.

Teve outro dia também que ele acertou a colher de comida na boca. Não sei se foi A primeira vez, mas de novo ele ficou super bobo de ter conseguido e a mãe dele, mais boba ainda do filho lindo, esperto, inteligente, gênio, astronauta, cientista, matemático, brilhante que ele está se tornando, já que consegue levar a colher à boca. Essa eu consegui registrar:

E, finalmente, teve o dia mais fofo, que eu decidi sair pra comprar sorvete com ele (mas só eu comi que não gosto de oferecer besteira pro baby). Daí que estava anoitecendo, o céu ainda não estava escurão, mas a Lua já brilhava bem bonita e grandona. Nisso, o menino olha pra cima e percebe que tem uma bolona grande e iluminada lá no alto. Gente. Não tenho palavras pra expressar o quanto foi linda a reação dele. Ele dava gritinhos, batia os bracinhos, me puxava pela mão e apontava, doidinho pra saber se eu também tava vendo aquela lindeza que ele percebeu no céu. A Lua. Eu disse “olha filho, é a Lua!” e ele dizia “tau luuu” (tchau lua) e acenava, todo bobo e emocionadinho.

A abestalhada aqui tava sem câmera (eu tinha só saído pra comprar sorvete, não me achei que teria algo relevante pra registrar – bobona), então não tenho nada gravado. Mas, tudo bem. Nada vai me tirar da cabeça aquela carinha de alegria que ele tinha, aquele deslumbramento, foi tão fofo. A primeira vez que alguém percebeu a Lua.

(e esse alguém foi nada menos que meu filho! E eu tava do lado! Cataploft de amor!)

14 respostas em “A meleca no nariz, a colher na boca e a lua no céu

  1. Cada vez que leio seu blog penso que muitas palavras eu poderia ter escrito, por isso amo tanto… Também faço festa por cada coisa e nem sempre dá pra registrar, principalmente porque a Ester pára tudo quando vê a câmera… Uma vez li num sei onde que os olhos de mão deveriam filmar e tirar foto em alta resolução…
    É bem assim, dá vontade de guardar tudo tudo tudo!!!
    beijos em vc e no Luquy

  2. Ah a lua tem mesmo um que fascinante, meus pequenos adoram…todo dia no final da tarde eles vão até a janela despedir-se do sol e esperar a noite que sempre traz a lua. É demais né mesmo, eles nos fizeram parar para admirar o por do sol todos os dias e receber a noite com uma linda lua e um céu cheios de estrelas, tipico do interior, quer coisa melhor. O que tava no nosso nariz todos dias e passava batido, agora é motivo de alegria e deslumbramento, cataploft várias vezes rsrsr bjoss

  3. Eu espero que quando o meu estiver nessa fase, o Google já esteja vendendo aqueles óculos lyndros que fotografam, já pensou? Cada acontecimento é um flash.
    E pelo jeito, era uma vez um menininho que não queria comer hem! Tá comendo muito, e sozinho!!! #todascomemora.
    (bom ter vcs de volta. o/)

  4. O meu Deus que lindeza Carol, daqui a pouco ele ta pedindo a chave do carro e saindo por ai ( oi! independencia, rs).. Não deixei de notar que ele come com a mãozinha esquerda, ele é canhoto, ou foi só o acaso?
    Ai ai tanta descoberta né? Cada fase uma mais linda que a outra.. e que vontade de morder essas boxexas viu! Parabéns Luqui-Luqui ta lindoo
    Bjs meu e do baby

  5. Ai, Carol… O Lucas é tão lindo e tão fofo!!! Dá vontade de ter um pra mim tbm!!! E acho tão incrível vc registrar esses momentos de aprendizagem e descoberta dele! Eu é que fiquei bobona vendo o vídeo! Bjo e tudo de bom pra vcs!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *