Sobre APLV

Tenho recebido algumas perguntas sobre como está Lucas e a alergia ao leite de vaca e percebi que nunca mais toquei nesse assunto.

Pra quem não sabe ou não lembra: aos dois meses e meio, filhotinho teve diagnóstico confirmado de ser alérgico a proteína do leite de vaca. Consultamos vários médicos, fizemos alguns exames e batemos cabeça várias vezes. Lucas era um bebê nervoso, chorão, dormia mal, parecia sempre estar reclamando de dor. Tinha fezes com sangue e muco, perebinhas no rosto e era muito irritável. Só dormia as sonecas sendo balançado constantemente (durante toda a soneca, senão acordava) e de noite, cama compartilhada.

Como era amamentado exclusivamente, o tratamento sugerido era dieta restritiva pra mãe.

Fiz a dieta e devo admitir que foi uma luta. Virei a chata da restrição alimentar, emagreci (mais e mais), quis desistir várias vezes. Foram 5 meses de dieta heavy, até que, aos quase 8 meses de Luquinhas, comecei a reintroduzir os alimentos proibidos pra testar a reação dele.

E gentes, ele não reagiu! UUUUUUUUUUUUUUHHHH! Voltei a comer normalmente e ficou tudo bem.

Porém, faltava uma parte da reintrodução: dar alimentos a base de leite diretamente pra ele provar. Decidi, depois de conversar bastante com a pediatra, que não vamos acelerar isso. Ela disse que até o primeiro aninho de vida, ele não precisa consumir lácteos, só a oferta de leite materno já é suficiente pra ele. Então que meu filho não come queijos, não toma iogurte, não come nada a base de manteiga, não come doces industrializados (só um biscoitinho roubado da mãe de vez em nunca), essas coisas.

Outro dia, dei uma casquinha de pão de forma que eu tava comendo pra ele provar (tem leite!) e aproveitei pra observar se ele teria alguma reação. Mas, errei numa coisa: na mesma semana que dei o pãozinho com leite, também comecei a introdução de tomates nas papinhas. Daí pronto: ele teve uma assadura importante e perebinhas no rosto. Agora não sei se foi o tomate (altamente alergênico também, viu mamães?) ou o leite do pãozinho. Suspendi tudo e vou voltar a testar um de cada vez pra ver o que foi. E, claro, sempre existe a possibilidade de não ter sido nada disso, de ter sido só uma assadura isolada e uma pele seca pelo frio que vem fazendo aqui em Buenos Aires.

Então que o causo é esse. Lucas ainda não teve “alta” do tratamento da alergia, mas também não estamos mais tão neuróticos quanto já estivemos. Ele segue mamando no peito, não consome nenhum tipo de leite artificial (eu até cheguei a cozinhar pra ele com LA, mas deu preguiça e desisti já tem uns meses), come papinhas seguindo as orientações da pediatra e, até agora, estamos indo bem. Ele cresce e engorda normalmente e já é um bebê bem mais feliz!

esporte favorito: comer fazendo quase nada de sujeira

***

Meninas que perguntaram: espero ter respondido tudo! Se ficou faltando algo, me avisem que eu respondo nos comentários, ok? Obrigada pelo carinho e pelo interesse!


15 comentários:

  1. Carol...

    Juro que não sabia essa do tomate e as assaduras, quem contou isso foi a Than...mas n]mesmo assim a Lulu já comia tomates antes disso e até agora nunca reagiu!!!Mas é uma coisa importante de se dizer...

    Ô coisa mais gostosa essa carinha do Lucas aí!!!

    Me conta como é feita a papinha dele??

    ResponderExcluir
  2. Angel querida, a papinha é feita assim: refogo alho e cebola (qdo tenho salsinha e cebolinha, tb ponho). Refogo a carninha (ou frango) até ficar douradinho. Jogo os leguminhos e verduras da receita que estiver fazendo, cubro tudo com água e deixo cozinhar bastante em fogo baixo até ficar bem molinho. Amasso com garfo e pronto! Recentemente tenho tentado aumentar os pedacos, mas Lucas nao só nao aceitou como passou a recusar o amassado com garfo, entao tive que voltar pras coisas batidas no liqui... saco. Mas já estou voltando aos pedacoes! E Lulu como tem comido?

    beijao

    ResponderExcluir
  3. mas esse seu bebê é muitoooo gostoso heeein!!!
    olho as fotos dele e lembro do jeitinho da minha Alanis, lembram muitooo as carinhas nas fotos,rsrs
    ja seguindo
    perolasdealanis.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Olhe eu privatizei o blog e quero que vc continue seguindo, me envia seu mail táh ? me add no face 'http://www.facebook.com/MC.DQ.FOREVER' Bjs

    ResponderExcluir
  5. Alice teve assadura por causa do tomate também! É sério mesmo!!!

    Sobre a consistência da papa: recomendo que vá aumentando aos poucos a consistência. Passar na peneira grosa, ou bater mal batido; para só depois amassar com garfo. Nas primeiras vezes é legal usar o caldo para amolecer a papa amassada e ir diminuindo a quantidade do caldo a cada semana.

    É super importante para o futuro bucal do bebê ser acostumado com pedaços, mas deve ser um processo lento e cuidados, sem medo de dar passos atrás...

    Isto me mobiliza tanto, porque mesmo tendo sido bem orientada, fiz umas bobagens e Alice, dos quatro aos sete, vem pagando o preço... (eu eu também $$$)... Quando ela já tinha dentes, eu cortava as coisas tão pequenas que ela nem precisava mastigar... A musculatura ficou flácida e ela hoje precisa fazer um trabalho de motricidade para melhorar o tônus...

    A recomendação da minha PED é que com um ano, o bebê posso comer a comida da casa (se for pobre em sal e gordura, ca-la-ro!) <-- que era nosso caso! Por isso é importante ir adaptando a consitência ao longo dos seis meses finais do primeiro ano.

    Desculpe o pitacão, mas adoraria ter recebido um desse quando Lica era pequena...

    Beijoca


    Ah, vc indica alguma comunidade ou site bom sobre alergia a LACTOSE? vc deixaria no meu face?

    ResponderExcluir
  6. Que boa notícia, Carol! Muito bom voltar a comer normalmente, sem dieta séria.

    Agora, essa coisa de assadura é bem relativo. Davi nunca teve uma (incrível, né?) e eu quase não passo mais hipogloss (segundo minha mãe, ele já tá com o bumbum calejado). Agora, comer que é bom tem sido uma luta por aqui. Tem finais de semana que ele não quer nada. Cada um com seus problemas...

    bju

    PS: e que foto mais fofa, gente! Eu confesso que dou uma segurada nessas bagunças do Davi por preguicinha de limpar depois... hehee

    ResponderExcluir
  7. Tomate deixa o cocô ácido e dá assadura sim, no começo. Tomara que a alergia tenha ido embora de vez!

    ResponderExcluir
  8. é muito chato isso né amiga,meu filho tem o mesmo problema desde pequeno...Tomara que melhore!bjooss

    ResponderExcluir
  9. oi carolita!

    sabe que pensei em vcs dia desses?
    fiquei sabendo das alergias alimentares do filho de uma amiga e pensei "e lucas heins???"
    ms que bom que as coisas estão mais controladas.

    bjo

    ResponderExcluir
  10. Carol,

    Como é bom ver nosso bebê melhor de uma coisa tão chata como a APLV. Sem falar que não existe mais a preocupação "tem leite nesse alimento?".

    O Rafa foi diagnosticado com APLV com 3 meses. Infelizmente eu não consegui amamentar (sofri muito mesmo com isso, mas isso é assunto pra outra hora) e ele toma LA. No 3º dia do leite especial, meu filho já era outra criança, um bebê tranquilo, alegre e que dormia (e a mamãe aqui agradece por tudo isso, hehe).

    Antes ele era extremamente irritado, tinha prisão de ventre, o abdômen duro, regurgitava muito, não dormia (do mesmo jeitinho que o Lucas, apenas no colo, com muito balanço, ao ir pro berço, carinho, bebê conforto, acordava), mal-humor, isso sem falar nas terríveis cólicas, como ele chorava de dor e eu junto de ver ele sofrendo.

    Em fevereiro fizemos o teste de desencadeamento da alergia e ele não teve nenhuma reação alérgica, assim o teste seguiu em casa, com a substituição do leite especial pelo LA normal. Essa semana a gastro deu alta da APLV.

    Agora o Rafa ta super feliz, comendo de tudo (pãozinho, macarrão, purê com leite e etc) sem nenhum problema =)

    Carol, muito bom post, obrigada!
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Que coisa boa, hein querida??? fico feliz de estar melhorando!

    Eu nunca iria imaginar que tomate pode causar alergia... vc leu isso em algum lugar, pode me passar? é só pq eu adoro um tomate e quero descobrir se assim com os derivados de leite de vaca, pode aumentar a minha rinite =)

    beijocas em vcs três

    ResponderExcluir
  12. Carol sobre o tomate: Dá assaduras porque é um dos legumes que mais absorvem agrotóxico! N sei aí em B.A.
    mas aqui no Brasil o controle pela Anvisa dos agrotóxicos está inócuo, ou seja, sem controle que quase. E suspeitem do legume que compramos e dizem ser orgânico. Atentai.
    Vou adiar muito dar tomate para meu pequeno.

    ResponderExcluir
  13. Que ótimo que o pequeno ta começando a aceitar. logo ele vai estar comendo de tudo mesmo....
    E olha, ele é muito lindo.

    Indiquei vc pra um Meme no meu blog, se tiver um tempinho... http://pequenascoisasdare.blogspot.com.br/2012/04/meme-11-fatos-11-perguntas.html

    ResponderExcluir
  14. Ai Carol muito obrigada pelo post sobre APLV, confeso que estou bem mais tranquila e ontem mesmo eu comi um pedaço de bolo do niver da minha filha mais velha e agora vou observar para ver se a pequena vai ter alguma reação. Estou com os dedinhos cruzados e rezando para que ela passe ilesa rs.....porque confesso que tô meio de saco cheio dessa dieta aff!!!!
    beijão

    ResponderExcluir
  15. Olá carol!!!!!
    Tenho uma menininha de 7 meses que tbm foi diagnosticada com APLV, no começo foi uma grande luta pois também tinha refluxo, o que dificultou muito o diagnóstico, tbm não tive leite devido ao stress tentamos de tudo mas a única coisa que deu certo foi o neocate hoje ela é uma bb muito feliz mas fica longe de tudo que contém leite recentemente depois de muitas conversas com a pediatra resolvemos introduzir o leite de soja foi um grande desastre. sinceramente não é facil restringir tanta coisa da dieta dela sem contar com todo o cuidado de não dar nada errado pra ela. É muito bom poder contar com vcs e trocar experiências.
    Obrigado!!!

    ResponderExcluir

baby-comment


up