Da aceitação

Me perguntaram como foi com Lucas no avião e eu fiquei pensando na resposta e dei uma viajada na maionese, só para variar.

Lucas no avião foi assim: tranquilo.
Lucas não dorme diretão a noite toda e o que eu acho disso: tranquilo
Lucas não engatinha e não sabe ficar em pé sem ajuda e eu tenho que estar com ele o tempo todo: tranquilo
Lucas sofre com nascimento de dentes: tranquilo

Tenderam? Eu já sofri demais com coisas do meu filho que, ah gente, são só coisas de criança. Claro que as questões dele tem minha total atenção e eu o observo muito, mas não vejo nada de anormal nos comportamentos e reações que ele tem. Ele é um bebê animado, curioso, risonho, carinhoso, divertido e é isso que importa!

Mas voltando ao avião: tanto da ida quanto na volta, aconteceu tudo do mesmo jeito. Ele brincou supers no check-in, na sala de embarque. Penduradinho no sling, olhava pra tudo e todos e ria, falava no idioma dele, se balançava todo, enfim, curtiu as novidades. Daí entrávamos no avião e diminuíamos o ritmo. Lá, eu ligava a TV (do avião mesmo, benzadeus pela TAM) e ele via dois minutos de desenho. Nessa hora já quase decolando, eu sacava as peitolas e ele dava uma mamadinha basics, pra relaxar e evitar dor de ouvido. E já ia se aconchegando no meu colo pra dormir. Daí dormia super delícia, papo de uma hora, hora e meia. Nas duas vezes deu tempo da gente comer e ver alguma coisinha na TV.

Ao acordar, era uma loucura. Porque o bichinho despertava cheio da energia e ficar numa poltrona de avião não era o programa mais legal pro momento. Então eu e Maridón revezávamos dando atenção pro pequeno, mostrávamos os brinquedos que tínhamos levado (um de cada vez, pra não gastar!), andávamos pelo avião, deixávamos ele ficar em pé e pegar amizade com os pobres passageiros que queriam dormir ou ver um filminho. E, nas poucas vezes que chorou, eu fiz o que pude pra distraí-lo, mas entendi e aceitei que é assim, ué. Criança fechada num avião não combina e pronto. E sabem? Foi ótimo! Achamos que ele foi um companheirão de viagem. Na ida, demorou muito pra saírem as malas e ainda por cima tínhamos burocracias pra resolver e Lucas ficou quietinho no sling, observando e rindo, mesmo já tendo passado muito da sua hora de jantar e dormir. E assim foi durante toda a estadia no Rio. Mudamos rotina, fizemos passeios, apresentamos muitas novidades. Ele estranhou muitas? Sim, claro. Mas curtiu e sinceramente acho que, ao ver papai e mamãe relaxados, ele se sentiu seguro pra relaxar também.

Então acho que aceitar que a vida mudou, que estar com um bebê exige que muitas adaptações sejam feitas e quebrar a rotina sem sofrer de vez em quando são chaves pro filhote ficar tranquilo e se tornar um bebê-anjinho.

***

Nessa tranquilidade boa da viagem, eu percebi (e achei muita graça de) o quanto brasileiro é um bicho perguntador. Tá bom, aqui na Argentina também se pergunta muito, mas no Brasil é nível inquérito. Eu achei muito divertido e respondia tudo conforme meu humor. Como estive muito bem humorada, saibam que eu bati altos papos com qualquer um que me desse meio segundo de prosa. Das perguntas campeãs, temos:

- “Ele já dorme a noite toda?” – eu ria pra essa. Às vezes eu até gargalhava. Não sei o que responder! Dorme, dorme sim, a noite toda. Mas não direto. Acorda pra mamar e volta a dormir sem eu mover uma palha pra que isso aconteça. Eu já li mil livros e tentei mil táticas pra fazê-lo dormir diretão, mas ai, sei lá. Deu preguiça, deu estresse. Quem sabe eu não tente de novo um dia? Atualmente, eu nao me incomodo, eu amo estar disponível pra confortar e alimentar meu bebê, tê-lo nos braços... tá passando tão rápido, ele mal cabe inteiro no meu colo, quero curtir! Estarei louca de achar CURTIÇÃO acordar na madruga pra dar peito? O que leva a segunda top-top pergunta:

- “Mas ele ainda mama?” E eu respondia orgulhosa: SIM! Acho que esse orgulho todo inibiu continuações pra essa conversa, do tipo “ah, mas você deveria complementar”. Até porque Lucas está crescendo tão na boa, tá gordinho, tá delícia. Por que alguém me mandaria complementar uma coisa que sozinha dá certo? Me disseram “mas é muita dependência, você nunca fica livre!”. E eu pensava “verdade”. Sempre fico a disposição, sempre me preocupo, sempre tenho a bomba de tirar leite a postos pro caso dele mamar mal eu poder tirar e não zoar a produção. Mas, de novo: tá passando tão rápido... eu vou piscar os olhos e ele já vai estar grandão desmamado. Então vou curtir essa dependência, ué! É tão bom!

***

Tudo pra concluir que, depois que aceitei o pacote materno como um todo, me abracei a ele e me apaixonei perdidamente. Fiquei bestinha, achando meu filho a coisa mais incrível desse mundo todo, mostro fotos pra quem cruzar o meu caminho, conto dele pra quem quiser ouvir (pra quem não quer eu também conto), fico achando que não há coisa mais fofa que um bebê de 9 meses, mas aí ele tem 9 meses e meio e, ah, não tem coisa mais fofa que um bebê de 9 meses e meio.

Aliás, não tem coisa mais fofa que O MEU bebê de 9 meses e meio.

de novo na praia (ah gente, essas fotos estao tao lindinhas, deixa eu, vai?)

26 comentários:

  1. ai Carol, te senti tão leve agora.
    Continua assim que tá dando certo!


    bjos

    ResponderExcluir
  2. é isso.
    eu estressava muito, especialmente no começo, porque queria me aceitar como super mãe, mas o conceito de super mãe pros outros é tão diferente do meu próprio.
    enfim, eu sofri.
    mas vc viu como é que a gente se aceita e se ama, né?

    ah, e quando te perguntarem "dorme a noite toda?" você responde: "ele dorme. a gente não"

    bj

    ResponderExcluir
  3. Tranquilo.... :))

    Apartir de agora ele vai começar a mexer-se mais... vai começar uma fase gira :))

    ResponderExcluir
  4. Muito gostoso mesmo o seu bebê de 9 meses e meio! ehehe Parabéns! Aproveita mesmo que passa muito rápido, acho muita sacanagem do tempo com as mães, mas enfim... ehehehe
    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Isso mesmo que venho tentando fazer Carol...Relaxar...Relaxar pelo fato de que Lulu não dorme uma noite toda....relaxar que tem horas que sair da rotina é legal e vai fazer uma ótima diferença pra gente...relaxar pra inúmeras coisas referente a maternidade...
    Assim com vc já lí inúmeras teorias, métodos...mas nenhum me fez a cebça, então resolví deixar rolar, vai ter um dia em que Lulu vai descobrir que é delicioso dormir uma noite toda...

    Bjs...

    ResponderExcluir
  6. é isso aí. é isso mesmo. aceitar o pacote maternidade é o segredo. às vezes não é fácil, nos preocupamos e nos estressamos com coisas importantes, sim, mas coisas passageiras. mesmo aceitando nem sempre é tranquilo, mas vamos caminhando. nesse sentido, tenho me dado conta de que estou curtindo mais a minha caçula, não que não tenha curtido a mais velha. curto e muito. mas agora sei de fato que aquilo que todos falavam é a mais pura verdade: como passa rápido e como tudo é temporário. não come? vai passar. não dorme? vai passar. bjs!

    ResponderExcluir
  7. sabe carol, hoje eu acordei nesta vibração sua, a de me entregar pra maternidade. isto pq alice tá chatinha durante o dia, talvez seja o tal do pico ou do salto. e eu fico acabada à noite. mas pensei: e dai? tudo vai passar, ela nunca mais terá um mês, dois meses, e a mim cabe aproveitar estas fases, pq o tempo se encarregará de trazer outras e outras e outras.
    pensando nisso tudo chorei enquanto amamentava, olhando a perfeição que minha filha é no amor que parece nao caber mais no peito... ai ai. desculpe os erros, mas é estou digitando comu uma mao so, enquanto ela dorme no colo (pq um dia eu nao poderei mais fazer isso tb).
    bjsss e currrrrrrrrrrrrrta este bbzão abençoado!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  8. Carol Lucas é uma delicia de menino! ;)
    Só tenho isso a dizer! rs

    Ah sabe q eu queria te perguntar, pq sou brasileira, tipo inquérito...rs
    Lucas falará portugues ou castelhano (é assim mesmo q fala?)??????
    Fiquei curiosa...rs
    Pq vcs, os pais, falam portugues em casa certo??? (ou nao?)
    Na escolinha, é tudo castelhano certo??? (certo??? rs)
    E aí, ele falará os dois idiomas, eu sei, mas como vcs vão lidar com isso???

    Olha eu sendo quase uma Policia Federal....rs...cheia de pergunta! rsrs

    Beijooos

    ResponderExcluir
  9. Vc está certíssima, não vale a pena a gente estressar demais com tudo.
    E está certíssima demais de novo: é o bebê mais fofo do mundo!!!!!! Lindooooo!

    beijo

    ResponderExcluir
  10. E quer saber, Carol, vc Ta certíssima! Eu soído mesmo time do Ta tudo ótimo, tudo maravilha!

    ResponderExcluir
  11. E quer saber, Carol, vc Ta certíssima! Eu soído mesmo time do Ta tudo ótimo, tudo maravilha!

    ResponderExcluir
  12. Quer saber? não tem coisa mais fofa que seu bebê de 9 meses e meio!!!
    Você está certa Carol, ao invés de ficar doida, pirada e surtando, está aproveitando todas as fases dele da melhor maneira, com tranquilidade.
    Você é minha ídala! kkkk Quero ser como vc quando crescer, ops, quando for mãe rs
    Mega Beijooo

    ResponderExcluir
  13. De boa Carol, adoro seu blog e acho seu bb um fofo, mas esse bom humor e serenidade todos se devem ao foto de você morar na Argentina e fazer uma viagem tranquila e curta até o Brasil.
    Se vc viajasse da Suíça pro Brasil com escala em algum aeroporto infernal no meio e praticamente 15 h de viagem te garanto que o buraco seria mais embaixo. Ah e com dentes nascendo tb...

    ResponderExcluir
  14. Carol, muito bom ver vc mais relaxada! Eu me identifiquei muito com suas angústias do início da maternidade e me identifico tb nessa fase mais relaxada. Hj com o Pedro sou bem mais tranquila e acabo curtindo mais, racionalizando menos! Também gostaria de te agradecer o carinho com a chegada do Pedro! Bjos!

    ResponderExcluir
  15. num é, eu tb ficava toda estressada, mas agora eu relaxo, na medida do possível rs

    ele tá mto fofo, e loiro? rs

    espera quando ele andar pra vc ver que o negocio fica mil vezes mais fofo rs

    ResponderExcluir
  16. Eu sou a doida do pedaço por aqui, pois mesmo não amamentando mais, estou disponível pra Alice já faz 18 meses e é bom demais, curto mesmo, adoro...
    Lucas lindão de sunga, fofo e gostoso, fala mesmo dele, mostra foto...
    bjs

    ResponderExcluir
  17. Muito bom Carol! Levar a maternidade com leveza e tranquilidade faz tudo fica mais fácil, mais natural!
    bjos

    ResponderExcluir
  18. Nosssa Carol que delícia de post, pelo visto a viagem foi maravilhosa mesmo, os chorinhos são mais do que normais né, super compreensíveis. O meu foi pra creche pela primeira vez hoje e eu tava tão nervosa, ai fiquei lembrando do que vc falava na época em que o Lucas foi pra creche e melhorava, rsrs. E não é que foi bem tranquilo mesmo. Continue contando suas aventuras que isso nos ajuda muito a compreender melhor como lidar com situações idênticas que acontecem com todas nós mamães!!! Bjão!!! Vlw por responder a pergunta sobre o vôo!!! T+!!!

    ResponderExcluir
  19. adorei. seu tom, você todinha. feliz, tranquila.
    é isso aí, gata! força na peruca sempre e aprendendo a maternar a cada dia. e a cada dia com mais leveza. isso é incrível. parabéns. super orgulho de você.

    beijos

    ResponderExcluir
  20. Tô super ansiosa pela primeira viagem de aviao da Alice... tomara que ela seja comportada feito o Luquinhas!
    Bjos

    ResponderExcluir
  21. Ei Carol! Saudades!!
    Adorei o post e concordo plenamente com vc, tem que ter aceitação, porque senão o stress come solto e a gente nao sabe como lidar!! Por aqui tb estamos nessa de aceitação!!
    Beijos meus e do Lucas!

    ResponderExcluir
  22. Emília tinha exatamente essa idade do Lucas quando a levei pra conhecer a praia. Ela também não engatinhava ainda (começou uma semana depois de voltar). Foi na viagem que ela sentou sozinha pela primeira vez (de madrugada, lóoogico, porque o que ela menos fazia à noite naquele tempo era dormir). E foi lá em Fortaleza também que ela aprendeu a clássica coreografia do pintinho amarelinho.

    ResponderExcluir
  23. Cara, a pergunta que fazem pra mim também campeã é se o beibe dorme a noite toda! affe não aguento mais responder essa!
    Então vou responder procê: o meu acorda uma vez, a primeira por volta de 01 da manha (detalhe ele dorme as 21:00) e depois às 05 da matina.
    Simples assim.

    ResponderExcluir
  24. é isso mesmo, Carol, vc está certíssima!

    leveza, tranquilidade, aceitar o pacote e tudo o que vem nele. não são só coisas boas, há a parte do transtorno, da dor de cabeça, de incomodar os outros, mas isso vai ser assim a vida inteira, já pensou se pirarmos agora???? o que vai ser desses bebês que ainda nem falam, que têm a vida inteira pela frente pra pirar o nosso cabeção????

    Apoiada!

    beijos!

    ResponderExcluir
  25. Acho mesmo que tem que curtir cada segundo! eu sou tia babona e mostro as fotos da praia para to-do-mun-do! hahaha eu falo, olha que lindo o filho da minha amiga... aquela que mora na argentina, foi minha madrinha de casamento e aí já começa o papo todo! hauhauha

    adoro aquela que ele ta como dedinho na boca provando a água do mar! hehehe

    beijocas, ju

    ResponderExcluir
  26. Pois é...a aceitação é um passo tão simples e tão decisivo para começarmos a curtir a maternidade em sua plenitude!!!

    Bjus pra vcs!

    PS: Pode colocar todos os dias essa foto, pq esse Lucas tá uma coisa de tão lindo e fofo!!!

    ResponderExcluir

baby-comment


up