Canto mal pracaraleo, já contei isso aqui oitocentas vezes, né (é, Carolina). Mas, meu premiado filho volta e meia é brindado com meus ataques de djivah. Aí ele precisa aturar a mãe dando espetáculo em casa.

Mas ele é educadinho e ri (PRA mim ou DE mim, Lucas?). E daí ele ri e eu fico siachando que tenho público cativo – coitada dessa criança.

Só me falta o palco, gentes. Porque eu solto a Marisa Monte que vive em mim, junto com a Mulata Globeleza que dança, rebola e acontece e pronto. Tá armado o show. Às vezes eu fico assim mais dançante, às vezes mais profunda e sentimental.

Esssa semana, eu tava profunda:

Mas ah, gente. Antes que me chamem de maluca: quem nunca?

Bring it baaaaaaaaack bring it baaaaaack,
Don’t take it away from me,
Because
you don’t knooooooooooooooooooooooow
What it means to meeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee

Não é lindo?
Não pede sentimento?
Não pede interpretação?
Não pede lágrimas?
Não pede uma criança de 6 meses assistindo?

*

10 respostas em “Love of my life

  1. Vamos fuxicar uma coisa???? adorava cantar esta música pra minha filha quando ela era bebê…kkkkkkk ela é intensa e merece uma perfomance mesmo… e os bebês adoram kkkkkkkkkkkk bjus Meg Lima

  2. Sou uma feliz adepta das interpretações. Ser louca garante muitas gargalhadas no meu grande público de 2 pessoas.

    Espero que a fase de "mãe, para de mico" custe a chegar. Ser tolhida, nessas circunstâncias, vai me fazer chorar…a la Maria do Bairro.

    Beijo

  3. Eu tenho uma mãe cantora… Ela canta de tudo, e inventa muitas letras.

    Hino nacional, da bandeira e da pátria é com ela mesma! Música antiga da época que ela ouvia rádio na fazendo onde morava, idem! Canto tipo coro, com seus aaaaaa, oooooooo, e tudo, sempre, inclusive os religiosos!

    E ela dança também. Quando era criança ela era a chefe da tribo, e eu e meu irmão os curumins (isto quando minhas primas não estavam juntas). E no balanço da dança do indio, ela fazia uh-uh-uh-uh, no ritmo das passadas. Hilário!

    Lucas só terá recordação boa dos seus shows! Vai por mim!

  4. Já disse que To lendo desde o inicio né?! E esse aqui, me pegou forte, foi fundo. Essa era a musica que ouvia grávida do Heitor , essa era a musica que ele amava, hoje 3 anos 2 meses e 3 dias depois dele volta e pro céu , To aqui lendo, lembrando , com saudade, olha do Henrique e constatando que sou muito.muito feliz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *