Eu li. Eu li todos os 68 longos comentários deixados aqui e mais alguns emailzicos que chegaram na minha caixa. Acho que passei o final de semana nisso, lendo, analisando, refletindo.

Primeiro de tudo: muito obrigada. A quem tirou uns minutos pra mim, pra contar sua história, pra dividir seu problema, pra comemorar um sucesso. Sempre que eu duvido da utilidade do blog, vem um post como esse pra reafirmar que essa troca é o que há de mais importante. Brigada mesmo.

Agoooora: quanto pitaco, hein? Acho que além de pôr pra dormir, dar de comer e trocar fralda, mãe sabe é dar uma opinião, hahahahah.

Mas, falando sério: refleti muito, chorei muito, refleti muito de novo. Eu sei que Lucas não tem nenhum problema sério, eu simplesmente preciso definir uma forma de atuar com ele e seguir nessa forma, persistente e segura.

Só que, independente de saber que ele não tem problema sério algum, eu preciso ser sincera com vocês e comigo mesma: eu não tô feliz. Não tô gostando. Sei que a creche tem grande potencial de resolver, mas tenho pra mim que isso é problema meu, antes de ser da creche. E sei que eles vão resolver de um jeito “menos mãe” e não sei se curto isso. Então, o pobrema é meu.

Daí cheguei à seguinte conclusão: antes de pensar em formas pra resolver o sono do meu filho, eu preciso saber o que espero. Meus objetivos precisam ser claros e reais (não adianta eu querer que a criança durma 12 horas seguidas amanhã). Então, não que alguém tenha me perguntado, mas aí estão as metas* pro Luquinhas (mais pra mim do que pra ele):

– Dormir, pelo menos, 6 horas seguidas durante a noite.

– Depois dessa primeira dormida longa, acordar pra mamar a cada 3 horas, mais ou menos (teoricamente, eu só daria de mamar, então, uma ou duas vezes por noite)

– Sono da noite no berço dele, no quarto dele

Ficar acordado (bem e brincando) por cerca de 1,5h – 2h.

Fazer as sonecas necessárias (atualmente, 2 longas e uma curta no final do dia) sem grandes intervenções minhas


– Essas sonecas não faço questão que sejam no bercinho dele (pode rolar carrinho, cadeirinha de balanço, minha cama…)

Não me importo de fazer dormir, mas me importo de ter que ficar colada nele o tempo todo durante as sonecas, pra ele seguir dormindo. Preciso ter a minha vida, fazer as minhas coisas.

– As mamadas serão, normalmente, logo que ele acordar. Se ele solicitar fora desse momento, eu dou, sem problemas. Mas quero manter a ordem dos eventos (mamar-atividade-soninho – oi, encantadora!) pra que ele sinta fome direitinho e não fique o tempo todo “beliscando”.

Ser uma criança feliz e menos chorona/gritona.

foto por Daniel Liporace

Como pretendo fazer isso tudo?
Ah, é assunto pra um oooutro post!

*sei que os “objetivos” são complexos de alcançar e, às vezes, não serão tão preto-no-branco assim, já que tudo muda o tempo todo com criança. Mas preciso de um norte, néam?
.
.

45 respostas em “Sobre o sono – algumas conclusões

  1. Carol…queria ter te mandado um email mas nao o tenho!

    Sabe Carol, Anna ta com 9 meses e RARAMENTE dorme 6 horas seguidas de noite! Ela dorme 4 e acorda e assim segue…as vezes acorda 5,6 vezes numa noite! Acostumei, preciso confessar! Nao curto, nao gosto, mas acostumei!
    Queria sim uma filha q dormisse otimamente bem, mas nao tenho! Por isso tb sentei e analisei com cautela o q poderia estar acontecendo!
    Cheguei a uma conclusao meio obvia.
    Anna ama dormir. É dorminhoca, preguiçosa, tudo isso q todo bebe da blogosfera é e eu morro de inveja! Poreeeeeeeeeeeeem, ela acorda e NAO SABE RETOMAR O SONO SOZINHA. Simples ne!
    Ela desperta e eu tenho q estimula-la a dormir denovo. Seja com mamadeira, colo, tapinha no bumbum. Sozinha nao rola. Ela nao aprendeu ainda a dormir sozinha.
    De dia ela dorme sozinha. Eu a coloco no carrinho, de frente pra TV e ela dorme, nao sei bem pq. Acho q o escurinho noturno da um certo medinho nela e ela precisa ver q eu to la qdo ela acorda, saca?
    Ja chorei MUITO por causa do sono da minha filha. MUITO Carol. Nao era isso q eu idealizava na gravidez.
    Sabia q era cansativo, sabia q um RN acordaria muito pra mamar, mas percebe? RN…achei q ela ia crescer, e isso iria melhorar e nao melhorou. Hj ela ta quase fazendo 1 ano e ainda me da baile.
    O q eu fiz? Tratei de entender a minha filha ao inves de chorar e invejar todo e qlq bebe dorminhoco. Tratei de perceber quem tava aqui dentro de casa e esquecer os bebes alheios pra nao surtar, pra nao morrer de inveja, MESMO. (abrindo o coração, parte I…rs)

    Hj aprendi acima de tudo nao reclamar qdo ela acorda de madrugada querendo MAE.
    Antes eu esperniava quase mais q ela…tinha sono, frio, preguiça. Hj continuo tendo td isso, mas aprendi q ela tadinha nao tem culpa, ela nao faz de proposito tipo: hahaha…vou zuar a mamae e acordar a noite toda. NAO. Bobeia minha reclamar! Eu só ia me frustrar e sofrer mais ainda entende!

    Por isso eu te entendo MUITO. Pq assim como eu, vc é das poucas q admitem: meu filho nao dorme a noite toda. Pq Carol, MUITA mae esconde o jogo. Nao sei pq mas esconde….enfim! Isso nem vem ao caso!

    O q vc tinha q fazer ta fazendo. Ta entendendo o Lucas, vendo q ele NAO TEM PROBLEMA NENHUM, apenas, precisa aprender a dormir. Crianças nao nascem sabendo NADA, nem a mamar, a gente ensina tudo, só q no sono a gente quer q eles nasçam sabendo nean????? Ta…rs…
    Td é aprendizado, tudo é fase, tudo vai dar saudade qdo eles fore dorminhocos e nao quiserem acordar para irem a escola…rs…cabe a gente mãe insone ou nao, ir remanejando, testando, aprendendo co outras maes acima de tudo!
    Toda e qlq dica é valida. Toda dica bacana, eu faço, eu testo! Oras nao custa!

    Tamo junta Carol!
    Desculpe a "biblia"…rs
    Se quiser me mandar um email algo assi meu email é thanstrina@gmail.com!

    Beijos em vcs!

  2. Rafa e eu estavos aqui com vc segurando na mão de Deus e desejando sorte.
    Sorte pra nós quatro (ou seis, contando os maridos, como queira). Pq um dia a gente chega lá!
    Ah, e seis horas seguidas de sono tb é um desejo profundo por aqui… Costuma rolar 4, das 21:00 â 00:00, aí é maratona.
    Ps: Que foto liiiiiinda, adoro fotos de banguela rsrsrs (o meu ainda é totalmente desdentado, acredita?)

    Beijo

  3. Carol, não dei pitaco no outro post porque não me ocorreu nada para dizer que não tivesse sido dito.
    Agora entre nós. Há crianças que dormem menos. Eu tenho uma dessas em casa. Mariana não curte dormir muito, principalmente muito cedo. Procura lá no blog o "Projeto Dorme Mariana". Penei com isso. E só melhorou com o tempo, com mais atividades, com escola, com rotina, com paciência e, principalmente, aceitando a pequena como ela é. Faço o melhor que dá, mas não dá para moldar o filho às nossas expectativas e desejos, infelizmente. Eu gostaria que ela dormisse às 8, mas ela dorme às 10. Ela é assim, é o jeito que tem dado certo. até hoje tem noites que ela acorda e pede leite. Mas tem noites que ela vai direto. E no começo acordava de duas em duas horas. Enfim, melhora. Rotina é a palavra chave (e chata, ao meu ver). O resto, é tempo e paciência. boa sorte. bons sonhos!
    beijos querida!

  4. Excelente tracejar das metas, Carol. Sem VOCÊ saber o que quer, não haverá como um ser tão pequeno saber. Nossa casa, nossos hábitos, as pessoas com quem convivemos e também, até as nossas expectativas estão refletidas nos nossos filhos. Claro que eles já apresentam tendências mas são tendências apenas, não são características sólidas, consistentes. Elas se tornarão sólidas dependendo da atuação de quem está educando. É importante que vc tome as rédeas e se coloque no seu papel que é o de educadora. Mas pra isso, vc precisa estar consciente e acho que agora, vc esta exatamente assim, consciente.
    A verdade é que maternidade é vivida por 90% das mulheres como algo muito doce, muito sentimental, muito idealizado. Tem sempre culpa, em vez de responsabilidade. Tem sempre sacrifício, em vez de ofício e dedicação. E assim seguem as distorções que vão nos transformando em mulheres LOUCAS, histéricas ou simplesmente difíceis. Porque nenhuma mulher pode viver única e exclusivamente para seu filho ou por seu filho. Isso não é real, isso é um projeto coletivo inconsciente e que só faz minar a autoestima de quem é mulher antes de ser mãe, esposa, empregada, empresária ou o que quer que seja. Pode parecer muita filosofia tudo isso e pouca prática, mas acredite que a filosofia é o que faz o mundo andar, tudo parte dela, tudo parte do que está em nossa cabeça, dos nossos conceitos e concepções de vida.
    Se vc definiu que precisa ter seu espaço, vc terá. Se foram esses os hábitos do Lucas até agora e pq vc, por ene motivos, precisou que fossem esses. Tire o spot de cima dele e coloque em cima de vc, como já está fazendo. Ele até pode ter alguma dificuldade para dormir (uns têm mais, outros menos), mas o fato é que essa dificuldade foi alimentada. Pq era o jeito que coube à época. Só que a época agora é outra e vc já está pronta para mudar, para virar o jogo e se ver no comando. Estar no comando não é ter menos amor, muito pelo contrário. É preservar o seu filho e apontar o caminho pq largá-lo ao sabor de seus instintos, todos praticamente irreconhecíveis para ele mesmo ainda, isso sim é não melhorar em nada a vidinha dele. Sei que muitas mulheres acham a Encantadora dura e confundem horários com bobagens como "rotina militar", confundem disciplina e organização com vida corporativa dentro de casa, acham que se aplicarem esses preceitos estarão diminuindo a espontaneidade da experiência toda, acham que estarão deixando de atender os desejos de suas crias, que têm que vir em primeiro lugar. Só que, com o tempo, vc vê que é de carne e osso e que carne e osso pressupõem disciplina. E pra aplicar disciplina, só tem uma chave: PACIÊNCIA. Tem que ter muita resistência. Tem que ajustar infinitamente até achar a maneira que melhor de adequa a vc e ao seu filho. Não acredito em fórmulas e é nesse ponto que me despeço da Encantadora, não acho que tenho que COPIAR nada do que ela fez, mas que mãe e filho precisam achar a sua formulinha de funcionamento (e sim, antes de creche, de babá, de mãe, de sogra, de anything pq quem está no comando mesmo, querida?), isso precisam. E essa formulinha não e achada no desespero. Combata esse desespero todo, Carol, desesperadamente 🙂 Rende belos posts mas não é amigo na vida real.

  5. Quanto à prática: adorei suas metas, mas acho que vale uma pequena modificação aí que fará toda a diferença. As sonecas precisam ser justamente no berço pq ele precisa começar a ser estimulado a entender qual e o LUGAR DELE. Filho, eis o berço, o seu melhor amigo. É aqui que vc dormirá a partir de hoje. Levá-lo somente à noite não fará tanto efeito em sua cabecinha quanto levá-lo durante o dia, nos sonos picotados. Para criar o hábito, o mais indicado é fazer na base do conta-gotas. Depois q ele estiver habituado com o berço nas sonecas, penso que será mais fácil dormir a noite inteira longe de vc, no berço dele. As sonecas interrompem o fluxo na casa, de brincadeiras e mamadas, então, ele precisa sentir que foi retirado do ambiente da bagunça, da comida, das atividades do seu dia a dia, enfim. Opa, tô no berço, acho que é hora de eu dormir. E assim vai rolando o condicionamento.

    Não somos monstros nem heroínas. Mulheres, equilibrai-vos. Somos bichos, antes de tudo, e neste mundo ultra-artificial tecnológico que construímos pra nós e nossos filhos, precisamos lembrar desta palavrinha mágica, CONDICIONAMENTO.

    Boa sorte!

  6. Ah, só mais uma dica: as sonecas demandarão sua intervenção, sim, afinal, vc está ensinando o Lucas a dormir. Dormir é algo que se ensina, estamos partindo desse pressuposto pra tudo dar certo, não é? Ele estabelece o ritmo dele, vc percebe esse ritmo e aí, intervém. Caramba, Lucas está dando sinais de sono, está ficando agitado e gritalhão (a famosa hiper-excitação depois das atividades), é hora de eu intervir. E assim, quando vc menos notar, haverá todo um PADRÃO criado pra vcs dois funcionarem.

  7. Carol, só vim dar um pitaquinho a mais! hehe
    Acho que a partir do momento que vc decide que o Lucas vai dormir a noite no berço dele, TODAS as sonecas têm que ser no berço dele, senão ele vai ficar confuso, não vai entender que é hora de dormir.
    Se vc for consistente e sempre por ele pra dormir no mesmo lugar, ele vai entender que aquele lugar é o lugar de dormir e vai lutar cada vez menos contra isso. Vai chegar o dia em que vc vai colocar ele no berço e ele vai pensar "oba, meu berço. Tá na hora de dormir".

    😉

  8. Carol,

    Eu comentei (gigaaaaaaaaante, aliás), no seu post anterior e não resisti de comentar nesse também. =)
    Conheço sua história desde o primeiro bebê, acompanhei tudo, tudo, tudo e sempre torci por você. Quero que saiba que só desejo o melhor pra você, Luquinhas e marido. Acho que a rotina pode te ajudar muito, com o tempo. Como vc disse, ajustar a expectativa é fundamental, pq ele não vai mudar de um dia pro outro, assim como você não o fará tbm. Você precisará mudar, até para mostrar-lhe que está tudo certo, apesar de ter uma rotina diferente agora. Entendo 100% das suas questões, pq nós, mães, somos mestres nisso (e na culpa, sempre), mas fique tranquila (como vc está e vai ficar mais ainda), que, com um pouco de rotina, associada à previsibilidade, o plano tem muitas chances de dar certo.
    Padrão de comportamento é tudo. Sono se ensina, eles não nascem sabendo dormir, acordar, comer… a gente ensina tudo, por que não ensinar a dormir? Só pq envolve um certo chorooooooo e a gente cansa. Mas passado o início da rotina de dormir sozinho, no bercinho dele, tudo ficará mais fácil, você vai ver.
    É difícil e o que serve para uma não serve para outra… mas todo mundo sabe como é difícil educar alguém, ensinar limites, ensinar o amor e o carinho. Boa sorte, conte conosco para o que precisar e desabafe sempre! Pq vc tem muita gente querendo ouvir e compartilhar histórias com você!

    Beijos,
    Dani.

    http://viagensdeprimeiraviagem.blogspot.com

  9. Detalhe: se tivesse "curtir" no blogger, assim como tem no FB, eu curtiria MUITO os comentários do "Anônimo", acima. Ela(e) está certíssima(o) e, eu credito 100% do sono bom da minha filha (quando ela o tem, na maioria das noites, mas em algumas, ela falha, como todo bb) à rotina, ao condicionamento, ao cronograma, à metodologia e à responsabilidade de ter que ensinar-lhe a viver. Ela nasceu sabendo mamar, por insistinto, mas se eu não a colocasse no seio e ajustasse o seio à sua boca, no início, ela não saberia mamar direito. Ela sabe fazer cocô, mas se eu não a ajudasse na cólica, na diarréia e não a limpasse, ela não sobreviveria direito… nem eu. Ela nasceu e está aprendendo a pegar objetos e jogar no chão, e se eu não ensiná-la AGORA que jogar no chão não pode e que, com 9 meses, não pode mexer nos controles, ela não vai aprender direito. E eu acho que as mães são as melhores professoras que os filhos podem ter. Ensinar a dormir, a comer, a se vestir, a tomar banho, a ir pra escola, a estudar, a decorar, a viver…. esse é o nosso papel e sempre que pudermos, temos que colocar em prática. Boa sorte, Carol, mesmo! Muita! Estamos com você!!!

  10. É isso ae Carolzinha!! Definiu as metas e bora, vamo que vamo, porque feliz o Luqui Luqui ta, exibindo essa banguelinha toda ai, rs. Força na peruca que daqui umas semanas tem post comemorativo do sucesso da empreitada rsss
    Beijos

  11. É essa a gd sacada acho…entender que eles ainda não entendem como funciona…e buscar entendê-los.
    Enquanto isso a gente curte o Programa do jô…corujão…e tudo mais que passar!rsrsrsrs…

    BJS!

  12. Olá carol, tenho seguido sempre o blog e adooro…ainda não sou mãe, mas ouvi dizer que a Shantala ajuda bastante no sono do bebê!!Alias o luquinhas é lindo.

  13. .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    VEJA CAROL, EM CAPSLOCK PARA VC PODER ME VER SEJA CHUVA DE COMENTÁRIOS.

    Minha Prima, que tem 33 anos, 4 filhos (12 – 10 – 7 – 4 anos) ficou grávida inesperadamente do QUINTO.

    Ela tinha três meninas e um menino (o de 10) e esse moço, simplesmente fez ela uma vez chamar uma ambulancia – ela mora no EUA – e, porra, minha prima é a demencia em pessoa, tb, com 4 filhos, partindo pro 5º, tem que ser… Mas teve um semana (após meses) que ela não aguentou, SURTOU.

    O menino não dormia. Tinha espinho em sofa, berço, rede, tapete, travesseiro, cadeirinha do carro… e olhe que uma vez ela dirigiu 50km com esse menino pra ver se ele dormia, até que ela estafou, chamou a ambulancia PRA ELA.

    Recomendação: compre um Fisher-Price Nature's Touch Baby Papasan Cradle Swing Review e ligue no máximo, seu filho tem MUITA energia e luta contra o sono. ("OI?!" Minha prima pensou…) e passou um remédio fitoterápico lá pra ela. Um chá da vida quando ela queria um ALDOL.

    "Ok, ele tem energia, vou gasta-la."

    No outro dia, deu banho de piscina, levou ao parque, o menino ficou até legal, ATÉ O MEIO DIA, depois ele se transformou no diabinho da tasmania.

    E ela cachoalhava, mexia, ainda tendo outra criança pra cuidar. Casa, marido que só chegava a noite… sem $$ pra pagar uma ajudante. E o menino, o Armand, parecia só se dar melhor com um paninho no rosto, de preferencia com o cheiro da MÃE e sendo muito, muito balanço.

    Mas me diga, que mãe sobrevive a isso?

    Dai ela não aguentou e comprou o "Fisher-Price Nature's Touch Baby Papasan Cradle Swing Review".

    Bem, e foi MILAGRE NA TERRA, tanto que ela decidiu ter mais filhos depois, quer prova maior que essa?

    O bagulho é essa aqui: ele balança pra TODOS OS LADOS a valer.

    VIDEO 1: http://www.youtube.com/watch?v=uFoPTR31ccw

    VIDEO 2: http://www.youtube.com/watch?v=K7B1R-TFBeQ&

    SE PUDER, me dê um feedback, se eu ajudei eu palpitei aonde não devia, afinal, só sou mãe de um anjinho, mas não aguento ver vc tão desesperada… sabendo que uma pessoa próxima de mim passou mesmo e resolveu.

    Agora eu vou dizer, até HOJE Armand é virado!!! É campeão Infato (goleiro) de Hockey no EUA.

    OS MEUS QUERIDINHOS AMERICANOS:

    Os 4 anjinhos, por enquanto – http://images.orkut.com/orkut/photos/PQAAAMPm1OeDwIw77OEmgGlSSGkwyya2ODTibbOSDP4QgON-shzO-Y4SpoU2qolrhhRzCgU-glQIfQ5kZa0g2nWsI9cAm1T1UPNjDr71-9pDCWOCfwMHXXBL9b3B.jpg

    Amaris (12) e minha prima – http://images.orkut.com/orkut/photos/PQAAADigci3hreriOnbq-QrtUuaR9Z5NaIjo_v91evE6nHB3VOR9JWKu1Ov5WyTlLZ1agQDdeiEaIY9hI3vCa8OUSS8Am1T1ULq6Mc25yysWV7SkjF7JKDRIEyFT.jpg

    Armand (10) – ele [e o ÚNICO que está deitado no chão, é o goleiro – http://images.orkut.com/orkut/photos/PQAAABtEGnT49IvYOIStsjTggrZn4qhmgssSnryO41dow6rTfCFXhBsjjbByZrcdZQSRtSyrhoWSjOK7ozb16DGNIVMAm1T1UGZYx-5WtUSonNC83LJw_vZCRjIB.jpg

    Abigail (7) – http://images.orkut.com/orkut/photos/PQAAANV4HsBbqofisMaFUZ0ovow__KpEKcDSG–GHPEAAGFG_3Z-prfmqFuCs6KSaYR3MxrCNLMKLu0RyTCXWL_7FXkAm1T1UMzVSZveRTqNwDnCqPbCeq2JCoQd.jpg

    Amelia (5) – http://images.orkut.com/orkut/photos/PQAAAD9QqqnyDyA3uZve3OuwrmHBQBXDouo2pk7f3uKeeys7DbJcmjSgC3QxabrrNH1KFRmMqJFpw4V3tjPKxCyVXl0Am1T1UOuRao_iOaxgAp33ZhJXbQqP0lt5.jpg

    LittleBabyGirl"A-5" (ainda não tem nome, mas vai começar com "A") – http://img3.orkut.com/images/medium/1314555366/13187520/tu.jpg

    Será que agora vc chega aos CINCO TAMBÉM?!

  14. Carol, quem [e essa anonima q escreveu UM MONTE ai em cima??? IDOLA!!!! Como ela chama? Nossa, queria bater palmas pra ela (to falando serio). Ela escreveu mto do q eu penso, leu meus pensamentoos eqto eu lia o teu post. Educar da trabalho, Carol, mto. Fazer tudo certinho, ensinar, fazer uma rotina. Tem q querer muito, tem q se informar, tem q ser caxias. Eu sempre fui muito disciplinada com a rotina do Uri. Não é f´´acil não sair à noite com ele, nem pe facil deixar de notar as caras feias qdo eu digo q nao posso sair em tal hora pq é a soneca do Uri. E não saio mesmo!! E sabe o q? Não só meu filho dorme 10 (DEZ) horas por noite, quanto dorme mais meia hora de manha e chega a dormir 3 horas à tarde, diretao. O menino ama o berço dele, sabe q lá é seu cantinho, sem stress, sem pedir pelamorded-us Uri vai dormir. Ele conhece a rotininha dele e adora. Se vc quiser, me chama no facebook, eu juro q te ajudo, a Thais da Inglaterra (mae da Bebella) tbem fez o mesmo com a filha e com ctza te ajuda tbem. O Lucas já nao é mais recém nascido, tá na hora SIM de começar a te deixar viver um pouco. Balançá-lo o tempo todo é desumano, ele pode sim dormir sem isso, e vai dormir! A Encantadora me ajudou muito, eu não a segui 100% em tudo, mas a ideia da rotina foi barbara.

    Enfim, querida, boa sorte, parabens por tomar essa iniciativa! Qquer coisa, me chama!

    Bjs

  15. Desejo boa sorte, Carol!! Tomara que tenhas sucesso!

    Eu tava doida pra vir aqui te contar que a Joana aprendeu a gritar no lugar de chorar. Lembrei de vc falando no Lucas quando começou a rolar isso esses dias!

    Socooooorro!!!rsrs
    Beijos

  16. Carolzinha, sei que vc está voltada pro sono do filhote mas eu não posso passar por aqui e deixar de lhe dizer o quanto esse fofucho está lindoooo!!! Essa risadona na foto está demais.

    Quanto ao sono, sorry, não posso ajudá-la. Minha filha dormiu no meu colo até seus dois anos (comigo em pé e a balançando se parar). De madrugada eu ficava sentada numa cadeira de balanço com ela deitada no meu peito. Fiquei detonada, tá. Depois fiz pilates e RPG pra salvar minha coluna. Já minha cabeça acho que ficou lesada pra sempre… Mas sobrevivi… Ok, não sou exemplo pra ninguém. Mas olha, tudo passa, viu. Fique tranquila.
    Beijoss e boa sorte!

  17. Oi Carol!
    Só um comentário rápido para te desejar boa sorte. Não vou te contar como é na minha casa, nem te dizer o que fazer ou deixar de fazer porque acho que nada disso ajuda. Só desejo que você encontre o que funciona para vocês ai.
    Um beijo solidário,
    Nivea

  18. Oi Carol!
    Traçar metas é legal, mas comece com uma de cada vez. E como disse antes, encontre a solução para a sua casa e JUNTO com a creche a solução para o problema por lá (se ele aparecer). Beijos e boa sorte!

  19. Carol,

    Boa sorte com as metas!
    Vai dar tudo certo!
    Só uma coisa, acho que as sonecas diurnas deve ser tiradas no berço dele, no quarto dele…pelo menos agora no início (que ele ainda está aprendendo a dormir)!

    Depois mais tarde, daqui uns meses, quando vc quiser dormir (de diaaaaaaa please) agarradinha com ele na cama, blz, até porque é delicioso…mas não faça disso uma rotina para não confundi-lo.

    E quando acontecer ( e vai daqui uns 2 meses) dele pegar no sono vendo dvd no carrinho, ou jogado no meio dos brinquedos na sala, deixa ele lá…

    Esqueça os padrões, faça sua rotina da forma que vc se sentir melhor, e ele seguirá no mesmo ritmo…eles se acostumam com tudo, vc vai ver!

    Beijos

  20. Carol,
    Eu sigo essa sequencia mamar-atividade-soninho e tem dado super certo. Deixo-o mamar a vontade, até recusar e assim ele nao solicita antes de voltar a dormir.
    Tá com 3 meses e 8 kilos (só no peito). Ele sempre dorme no berço e no quarto dele. E ele adora o berço, fica todo agitado quando vou coloca-lo pra dormir, ele vira pro lado e começa a balbuciar é muito lindo.
    Vai dar certo, suas metas eram as minhas e comigo deu certo, é só ter paciencia e persistencia (oi encantadora).
    sidneia

  21. Boa sorte, Carol! Ver suas metas assim escritas, tão lindas, dá vontade de traçar umas para mim também… Eu só achei muuuito difícil essa meta de dormir no berço. Eu não conseguiria. Meu marido iria adorar, mas eu AMO dormir com o Davi na cama. Ele dorme igual gato, colado em mim. Uma delícia…

    bju

  22. Pessoal se empolga!!! Hahaha, tenho m petico de 2 meses emeio, e só agora começa a ensaiar dormir feito gente( leia-se, 4 horas seguidas), existem mil técnicas e cronogramas ( q sou um pouco contra, rigidezpra bebes pra mim e demais), mas sabe o que tem funcionado… Manter a calma, quanto mais desesperada e descabelada eu fico, mais ele fica, cada bb chega nesse mundao com uma bagagem, alguns dormem super bem desde o primeiro dia, outros não, alguns se adaptM melhor a mudanças, outros não… E com isso, mais uma pra gente aprender… Dói um pouco, e os chatos já dizm, passa! ( atomarnocoo) ouvi tanto isso quando caiu um pedaço do meu bico que traumatizei, mais hj, depois de 2 meses e meio, vejo que realmente passou! 😉 bju e respira fundo!

  23. Carol, o principal é que vc escolha 1 método para faze-lo dormir e siga nele tanto a noite quanto de dia. Fiz tudo errado com a minha filha e paguei o preço até ela completar um ano, ela acordava mil vezes por noite querendo o aconchego do meu colo e o balanço da cadeira de balanço.
    Já meu segundo filho, SEMPRE dormiu no berço e sem ser ninado. Apesar dos conturbados 3 primeiros meses, que ele berrava muito para dormir, como eu não desisti de faze-lo dormir no berço, hoje estou colhendo os frutos.
    Segundo a Encantadora, o bebê é condicionado a dormir conforme ensinamos. E….. segundo ela, eles só precisam de 4 dias de adaptação, não mais do que isso. A primeira vez que larguei a cadeira de balanço e botei minha filha no berço (ela tinha 10 meses) foram 1h40min de PU/PD, acredite. O tempo foi diminuindo nas noites seguintes e na quarta noite ela dormiu a noite toda. O segredo é PACIENCIA E PERSISTENCIA. Vc está certa! Boa sorte e força na peruca!

  24. Oi Carol, infelizmente ainda não consegui ler seus posts anteriores então não sei se vc já tentou a tecnica da Tracy Hoggs "the baby whisperer" funcionou muito bem com meu filho, mas ele nunca teve muito problema para dormir, então não sei se ajudará.Minha amiga está seguindo os conselhos do Dr Harvey Karp que escreveu o livro "The happiest baby on the block" e está tendo resultados.
    Bom, boa sorte e muita paciência, não desista e siga em frente.
    Beijos

  25. Carol, vc acha que tudo poder ter algo relacionado com o encontro com a própria sombra? Tenho refletido sobre pessoas com perdas importantes e coincidentemente têm bebes high need…. Perdi minha mãe 1 mês antes de engravidar e sofri com este grude da minha filha…. Mas não sei como resolver isso pois acho tão difícil resolver o fato de não poder contar com minha mãe e compartilhar com ela este momento tão bom da vida… Quem sabe a Laura Guttman poderia nos ajudar? Ela é de Buenos Aires não? Beijos querida! Boa sorte! És uma mãe muito esclarecida e dedicada, não se cobre demais, seu filhote está um assombro de lindo!

  26. Eu acompanha seu blo, acho o Lucas a coisa mais fofa do mundo, adorooo seu jeito de escrever.
    Mas preciso desabafar
    EU TO COM MEDO DE TER FILHOOOOOOOOOO e ele ser assiiiim :((((((((((((( nao dormir, chorar mto….nao é criticando, peloamordeDeus, nao entenda isso..mas é um medo q eu tenhooo.

  27. Eu sou a anônima, gente. Tava correndo e esqueci de colocar meu nome. Carol, te conheço através da Joana Jaeger, minha amiga de infância e da Júlia Linhares, que trabalhou comigo. Minha filha nasceu no dia 18 de maio (taurina como o Lucas) e acompanhei seu blog durante todo esse tempo.
    Interessante o que a Cristina comentou aí em cima sobre perdas importantes e bebês high need. Eu tb sofri duas perdas capitais, como vcs. Meus pais se foram com 39 anos. Meu pai qdo eu tinha 15 e mamãe qdo eu tinha 21. Mas não acho que seja coincidência que mães com muito menos apoio físico e emocional dos pais tenham bebês altamente demandantes. Somos nós que podemos TRANSFERIR a nossa carência para os filhos. Simplesmente isso. O filho fica um grude porque a gente é um grude neles, já que eles têm toda essa carga da NOVA FAMÍLIA, de um capítulo novo que apague tanto sofrimento anterior.
    Não estou dizendo que isso se passa com vc, apenas me referindo à observação da Cristina, mesmo.
    Obrigada pelos elogios e pela identificação das meninas que gostaram do meu comentário. Fico feliz 🙂

  28. Carol, só posso dizer boa sorte.

    A cada vitória que você for conquistando, faça muita festa!
    Como eu disse no post anterior, a minha filha tem dormido melhor e tem sido por milagre, que eu mesma não fiz nenhum programa dorme Gabi. Eu sei que depois que a gente acostuma com algo é difícil mudar o hábito do bebê e o da mãe. Eu mesma tirei a Gabi da nossa cama e quando ela acorda de madrugada (que ainda acontece de vez em quando) eu me sinto milhôes de vezes mais cansada de ter que levantar e ir ao berço dela ao lado da nossa cama (quarto próprio ainda não rola) do que se ela tivesse na cama comigo. E tinha horas que me dava uma vontade de por ela de volta conosco…

    Por isso, mesmo traçando metas, saiba que você vai se sentir cansadíssima para alcançá-las. Vai ser luta. O que não deixa de dar um sabor de vitória quando você as ultrapassar.

    Só posso deixarentão aqui desejos de força, sorte, e dizer que quando precisar de apoio moral, gente para chorar junto, ou rir, todos os seus "fãs" da blogosfera estão aqui (incluindo eu).

    Beijo

  29. Carol, Vou te dar a minha opinião:
    Acho que você precisa é relaxar, sei que é difícil quando a gente tem o sono reduzido e tals, mas não leve a maternidade aos extremos, deixe o lindão com alguém no qual você confie e vá dormir umas horinhas, você não precisa de solução, você precisa é descansar.
    Que tal colocar ele na creche antes de voltar a trabalhar pra vc já ir sentindo a rotina e se adaptando a ela? Eu fiz isso com meu bebe aos 2 meses e 15 dias, jea que só tive 3 meses de LM e foi a melhor coisa, voltei ao trabalho sabendo o que me esperava e sem muitas preocupações.

    beijo e boa sorte

  30. Carol, o Rafael foi todo trabalhando na homeopatia pra ter um sono bom e ser um bb tranquilão. Quando ele nasceu, ficou seis dias na utin, voltou pra casa e chorava horrores até mesmo pra trocar a roupa. Tinha que ficar bem enrolado nos panos porque se não chorava, pra tomar banho chorava e pra mim e pra médica estava claro que isso era uma memória do abandono que viveu na utin. por isso ela deu umas medicações pra ele que o "transformou" em outro bb. Quem sabe não é o caso de vc tmb trabalhar o emocional do Luqui-luqui na homeopatia, heim? E tmb existe acupuntura para bbs. Boa sorte, beijos.

  31. Oi Carol, sempre leio seu blog, mas nunca comentei…
    Lendo seus posts sobre o indomável "sono" me vi há três semanas atrás, louca, descabelada, ao meio dia ainda de pijama, sem vontade de fazer nada e só chorar. Minha Elisa tinha um problema sério com o sono também. E ela ficava nervosa e irritada, tanto que os braços pareciam que não pertenciam ao pequeno corpinho, e ela não gritava: chorava a plenos pulmões até perder o fôlego, aí tinha que virar e balançar, balançar, balançar, até acalmar.
    Decidi um dia que isso tinha que acabar. Ela tinha 50 dias na época. De dia, dormia sonequinhas e quando acordava era só chorando, á noite, depois das 9 da noite, acordadonaaaaaa e só voltava a dormir novamente, entre as cinco e seis da manhã. Quem aguenta??? Tudo bem, ela é meu bem mais precioso, minha riqueza, já tive dois abortos e ela foi muito mais do que desejada. Mas Carol do céu, e quando eu voltasse a trabalhar? Marido e eu, estávamos estressados com o estresse da Elisa, que ficava berrando a todo vapor pois não dormia direito. Decidi por um ponto final e fui pro google. Chego lá, o primeiro que aparece, o livro Nana Nenê, lendo aqui e ali, pensei: nem que ela não durma o dia inteiro, esse método do choro controlado não dou conta. Pesquiso mais e mais chego no Encantadora de Bebês, e Carol, confesso: Onde eu estava com a cabeça que não comprei esse livro logo quando peguei o positivo? No começo não botei muita fé nessa de rotina, de ensinar o bebê a dormir e tal. Mas falei: perdida já estou mesmo, vou tentar. Na primeira semana, confesso, foi um terror. Elisa parecia gritar ainda mais e mais " Não quero assim !!!" e isso deixava todo mundo louco aqui em casa, quase desisti… Mas no 8º dia, Carol, as coisas já começaram a mudar, Elisa muito mais calma e parece que já sabia, eu amamentava, brincava com ela e depois o soninho, e ela já pegava a chupeta, eu fazia o tal "charutinho com a manta" (que eu nunca fui muito fã, mas ainda bem que não cuspi pra cima pra não cair em mim) e ela já ia fechando o olhinho. Ela foi para o berço dela com 55 dias e hj já dorme sozinha no quarto, sonequinhas e á noite. (lógico que tenho babá eletrônica, mas o sono de mãe é leve, né?) Esse livro salvou minha vida, eu comprei o Rosa, e começei com a Rotina EASY. Hj faço ciclos de 3 horas, e á noite, depois do banho, ela adormece as oito da noite, acorda as onze pra mamar (Elisa mama só no peito) e depois só 6 e meia.
    Carol, no começo é de arrancar os poucos cabelos que ainda não caírama, parece que não está funcionando, que aquele choro altíssimo não vai parar nunca. Meu marido me apoiou muito e por isso não desistimos. Hj, Elisa é outro bebê, fica agora muito tempo acordada de dia e brinca faz gracinhas e seu humor mudou completamente da água para o capuccino com creme. E o meu então, nem se fala.
    Com o Lucar, a rotina já tem que ser em ciclos de 4 horas. Mas fica a dica. Tomara que em breve vc consiga melhorar isso.
    Bjos no Lucar que está cada dia mais lindo.
    P.S.: amei a foto dele dentro da mala.

  32. Carol, acho que vc tá no caminho certo!! Suas metas são muito coerentes.Keep faith!
    Minha bebê estava com os mesmos problemas pra dormir que o seu fofo e não vou dar pitaco mas apenas te falo que qdo ela fez 5 meses ela melhorou bastante ( ainda não estamos 100% mas bem melhor). Eu acho que tem bebês que demoram mais tempo pra aprender a dormir. Vc vai ver, o Lucas tá chegando nos 5 meses e vai conseguir também. bjks

  33. Oi Carol,
    não se se vc já recebeu essa dica, pois não li os comments, mas uma coisa que é bestinha mas ajudou muito com meu bebe é tomar chá de camomila. Eu tomo uns 6 copos ao dia, e isso passa para o leite dele, umas amigas também começaram a tomar e disseram que os filhos ficam mais calmos. Ele não é um sonífero, mas só de acalmar o nenem já fica mais fácil para trocar a roupa, embalar para o sono… as vezes qto mais nós estamos cansadas e estressadas o bebe também fica, parece bobagem mas eles sofrem com nossa angustia, pois são extremamente ligados a nós. O Meu filhote, Jorge, chora também e eu tento cantar musicas com o nome dele, falo passo a passo tudo que vou fazer e assim dá para levar… ah, tmb uso a tal funchicoria, não sei se tem aí em BSAS, mas qquer coisa alguem manda do Brasil para vc, eu posso mandar, eu entocho a chupeta na funchi e é só alegria também! Já Já sue baby vai ficar mais calmo, quanto mais confiança e calma passarem para ele melhor será! Boa sorte, beijos

  34. Oi Carol, estou conhecendo seu blog agora, através do blog da Lu mãe do Uri… Adorei o post e a troca de experiencia que está rolando aqui. Acho ótimo aprender com outras mamães e conhecer outras realidades. Acho que vc já deu seu primeiro passo rumo ao sucesso, agora força, persistência e constância é o que desejo a vc! Se posso contribuir com algo, digo que fui ultramega chata com as tentativas e erros na rotina da minha filha, e comecei muito cedo, com 15 dias, muitos me achavam rígida e chata pq não saía de casa após as 17h pra não melar o ritual do sono dela, mas valeu a pena. Muitas vezes me sentia cansada e alienada do mundo, mas consegui de volta um tempo só pra mim e principalmente o tempo de dormir uma noite que regenera nosso ser.
    Vou seguir vcs posso??
    Boa sorte!! Lindo Lucas!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *