Logo que perdi meu primeiro baby, estava no hospital com Maridón, esperando pra pegar o laudo de um ultrassom pós-aborto. Ele segurava na minha mão e estávamos meio calados, ainda baqueados pelo que tinha acontecido.

Do nada, ele me olhou com uns olhinhos brilhantes, sorriu e me perguntou: “quando você pensa em voltar a tentar?”.

Achei a pergunta engraçada, afinal Maridón é, de nós dois, o mais cauteloso, é quem estuda as opções com calma e demora um pouco mais pra decidir as coisas. Mas deu pra ver que não era a razão falando, era o coração, nada mais.

Ao que respondi, também com o coração – ainda despedaçadinho, mas sempre esparançoso: “quero voltar a tentar já!”.

E não falamos mais nada, ficamos ali juntos de mãos dadas, sonhando com um futuro que não podíamos controlar, respirando aquela esperança boba, vendo uma luzinha que começava a se acender no fim do túnel daquela história triste.

***

Pouco menos de um ano depois, a esperança boba tem nome, bochechas gordinhas e dorme tranquilo aqui do meu lado.

***

Isso é pra você que perdeu um bebê e/ou tenta engravidar: acredite. Sua hora vai chegar.

😉

51 respostas em “Não sei se já tinha contado isso, mas…

  1. Menina, te acompanho desde essa época difícil e quando vc engravidou, eu estava tentando há um tempinho…e só pensei: quando chegará a minha vez? Pois bem…depois de 1 ano tentando, engravidei e hoje estou com 31 semaninhas e claro, sempre te acompanhando! rs…

    Realmente temos que acreditar e confiar!

    Beijoconas em vcs!

  2. Ouuu, tô segurando a lágrima aqui no cano do olho…
    #Paraijavolto…

    Aii Carol… Me enche de esperanças, que Post lindoooo!!!

    Obrigada , senti ser pra mim!!! 🙂 Ihihihi Me achei!
    Sei que na hora certa Deus fará o melhor em minha vida, o medo que tinha de não consegfuir ou de perder novamente não existe mais!

    Beijoooossss

  3. Sei bem o que é isto! Passei 2 vezes pelo mesmo que vc mas nunca, nunquinha perdi as esperanças, levantava a cabeça e bola pra frente… novas tentativas e aqui estou eu com quase 25 semaninhas!!

    Não podemos, aliás, não devemos desistir nunca, na hora certa dá certo!!

    Feliz por vc e por compartilhar conosco!!

    Bjocas em vc e no gorduchinho lindo.

  4. Eu nunca engravidei, nem se quer tentei. Mas me emocionei muito com toda a história de você e acompanho meio que em silêncio. Vibrei quando você disse que tinham engravidado novamente e mais ainda quando esse bebê fofucho nasceu. Que bom que vocês alimentaram essa esperança.
    beijocas

  5. Eu quase perdi minha Joaninha no início da gravidez… tive que ficar de repouso por 2 meses… e ainda assim não consigo imaginar a dor de passar por isso.
    Lindo vc falar assim!! A gente, nessa vida, precisa acreditar… sempre!
    Beijos

  6. momento mto choro akii!!
    era tdo qe eu precisava ler hj Carol, depois de 1 ano e 8 meses de uma enorme espera, exames e mais exames, e uma cirurgia a 1 semana atras, lendo isso deu mais força pra continuar..
    Obrigada Obrigada e Obrigada!! =)
    Bjiins em vcs!

  7. Que lindo Carol,na época do seu aborto,te mandei um recado,perdi um filho com 31 semanas,uma gravidez não evoluiu e uma ectópica.Enfim tem que ter muita força,agora estou novamente grávida,muito no começo mas muito feliz.Que seja dessa!

  8. Obrigada Carol!!! Já te disse isso uma vez. Comecei a te acompanhar depois de uma curetagem, me identifiquei tanto com seus posts, por que eles falavam exatamente daquilo que eu sentia. Hoje nove meses e mais um aborto depois, me enche de esperança ler isto. Sei que cada um tem a sua hora e essa esperança boba continua aqui dentro de mim. Obrigada! Obrigada!
    Enquanto isso curto com vc! Bj

  9. Oi Carolina.Primeiramente eu queria dizer que eu adorei seu blog, tô lendo sem parar faz umas 2hrs.Eu fiquei comovida e ao mesmo tempo feliz com a sua história de vida.Uma moça tão jovem, como eu( tenho 23 anos), que perdeu a mãe tão cedo e conseguiu se formar, constituir uma família linda e que vive FELIZ!!!!!Vc foi uma inspiração pra mim, hehe, pq eu, de certa forma, também perdi minha mãe e meu pai, e também tenho um filho( uma menina linda), fui mãe antes de me formar na faculdade, e hji batalho pra ser mãe,dona de casa, estágiaria e estudante.Te achei tão, tão… cheia de força, energia, com alegria de viver, que "tomei" um pouquinho disso pra mim hji, ao entrar aqui no seu blog.
    Um abraço!
    Desejo tdo d bom pra vc e pra sua família.

    * seu bebê é lindo, um bochechudo fofo.

  10. Oi Carol!
    Lindo,lindo!
    É verdade, tem uma amiga que passou por essa situação 2 x, ela está bem desacreditada, eu dou mta força, mas nem sei o que falar nessa hora…
    enfim, espero que a hora dela chegue logo!
    bjs

  11. Obrigada CAROL.

    As vezes eu vejo tudo, tudo acontecendo ao meu redor e acho que comigo não vai ser nunca mais. Ok, eu não consegui fazer como vc: tentar em seguida. Muita pelo contrário. Eu fechei meu coração, fechei a janela e me preveni como nunca. A camisinha virou eterna aliada e aonde vc catar uma no meu quarto tem, até dentro do scanner, se brincar.

    Dai veio o casamento que aconteceu EXATAMEU da DPP do Bebê-docinho(a).

    Minha aFILHAa entrou de Daminha/ANJO – não sei se vc viu as fotos … e para quem me perguntou eu disse o real motivo: o anjo represemtava o MEU ANJINHO que mora no céu agora. Mas essas perguntas só estão vindo agora, depois de duas semanas do casamento. Porque na festa, quando alguém ia me cumprimentar dizia:

    – Não te desejo mais felicidades, porque já SEI que vc é feliz, te desejo outro Bebê-Docinho.

    Dai aquilo bateu fundo.
    Poxa Fabíola, tu é jovem, – ok, nem tanto… – tá com saúde, tá esperando o quê? Que a cegonha traga embrulhado? E isso porque tem MEDO?!

    Dai na Lua de Mel – as camisinhas já estavam na mala, uma vontade de pegar elas, mas ao invez disso eu parti pra cima dele feito doida.

    Dai depois que terminou pensei e disse: "Cruzes, acho que a gente não fez bebê não?"

    Dai Charles TRISTE perguntou "porque?"… e olha pra isso, eu deixando ele triste porque vinha adiando, adiando, adiando a volta aos treinos. Mas aí respondi: "Tá cedo no meu ciclo. E sei lá, foi muito doido!"

    Caimos na rizada e ele completou: "Se vier o Baby, além de Docinho ele vai ter uma imaginação fértil, ser super criativo e vai saber curtir a vida a doidado!"

    Por ai vc tira, o que FOI a minha Lua de Mel.

    Obrigada Carol.

  12. Sabe quando vc acorda precisando escutar alguma coisa para te fazer ter certeza que vc está realmente no caminho certo e que não está dando uma de Amy Winehouse??? Essa voz veio através do seu blog!!! Adorei o post!!!
    Bjokas

  13. Carol,

    Acabei de dar uma passadinha no seu blog, fico feliz que você já está com seu anjinhos nos braços… e pendurado no peito também. Nossos bebês tem quase a mesma idade, minha filha nasceu dia 03/05, aqui em Bue tb!

    Abraços e felicidades mil a vocês!

  14. Carol, comecei a lhe acompanhar depois que perdi meu bebê (no último dia 17.06), estou sofrendo muito mais com muita esperança de em breve ter uma nova graça.

    O seu post diz tudo. Concordo que devemos acreditar em Deus, apenas ele sabe de todas as coisas.

    Um forte abraço!
    Deise

  15. Adorei seu bolg diz examente tudo o que estou setindo neste momento tão dificil da minha vida perdi meu bebe dia 15.05.11 e está sendo muito dificil, mais eu acredito tenho muita fé que vou ter outro ainda vou seguar um flho meu nos braços.

  16. Carol sua linda!

    Passar pelo que tu passou e deixar pra trás uma pegada de esperança, e não de tristeza, é um ato comovente e de uma gentileza indescritível!

    E me faz pensar que a propaganda da coca-cola não seja tão utópica quanto aparenta!

  17. Amiga, você não sabe o quanto foi importante ler esse post! Não sei se você já sabe, mas agora em abril eu tive meu 3º aborto… ninguém sabe dizer porquê, mas estou com acompanhamento médico pra tentar de novo!
    Tô até malhando pra ficar "sarada" – impossível – pra "receber" melhor a vidinha que eu tenho certeza que virá e a gente ainda vai brigar com o Lucas (muiiito fofo, por sinal) por puxar/apertar meu(a) filho(a) no parquinho… hehehhee

Deixe uma resposta para Carol Marcondes Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *