Maridón teve que fazer uma viagem de urgência e eu já estava temça. Iria passar minhas primeiras 24 horas completamente sozinha com o baby.

Tomei todas as medidas pra ficar mais segura: deixei telefones de emergência a mão, avisei a algumas amigas pro caso deu precisar de apoio, fiz comida pra mim com antecedência, arrumei a casa pra não ter pendencias olhando pra mim.

Daí fomos levar o Maridón no aeroporto, aquele climinha de despedida, lágrimas nos olhos (até parece que iríamos ficar um ano sem ver). Enquanto isso, o bebê dormia plácido no carrinho.

Maridón foi-se, Lucas e eu fomos pegar o carro no estacionamento pra ir embora. Ele começa a chorar, eu deduzo que é fome e dou o mamá dentro do carro mesmo. Ele mama pouco e tosse no final. Ok.

No caminho, ele tosse mais um pouco.

Chegando em casa, ele tosse mais um pouco, mais vezes, mais forte.

Acorda assustado com aquilo e chora a plenos pulmões. Eu acalmo, dou mais peito, ele não quer. Escuto um chiadinho.

Ele começa a fungar. E a espirrar.

Ô gente. Ô dó. Meu filho de pouco mais de um mês ficou doentinho! Logo no dia que eu estava SUZINHA em casa! Brigadona, hein senhor Murphy!

No começo, fiquei assustada e comecei a imaginar coisas. Que ele ia sufocar com o catarro, que ele não ia mais querer mamar no peito, que eu ia ter que dar fórmula, que ia ter que internar, que ele ia ficar desnutrido… LOKA de primeira viagem.

Até que caí na realidade: a adulta da casa era eu, eu tinha que manter a calma, observar e resolver. Resfriado tem jeito.

Medi a temperatura e tava normal – ótimo. Limpei o nariz, dei colo, incentivei que ele descansasse bastante. No livro do Dr. Carlos Gonzalez diz que os bebês doentinhos perdem o apetite, então não forcei peito. Esperei ele pedir e não enchi o saco pra mamar mais não. Pra minha alegria, ele mamou até que direitinho, só que por menos tempo. Tudo bem.

Pensei em ligar pra pediatra de madrugada, mas achei melhor seguir observando e ligar de manhã. Ele dormiu direitinho, mas seguiu tossindo e com catarrinho e precisando de um pouco mais de colinho.

Liguei pra médica agora cedo e ela me orientou como seguir: ligar a água bem quente do chuveiro e ficar com o baby lá dentro do banheiro pra ele respirar o vaporzinho, por uns cinco minutos. O vapor da água daria uma desobstruída nas vias respiratórias. Depois, aplicar um spray nasal, pra descongestionar e ele mamar numa boa. Acompanhar se tem febre ou outros sintomas e levar ele no consultório amanha (hoje é feriado aqui), pra ela auscultar e ver como evoluiu.

Ok, doutora.

Confesso que me deu uma tristeza ele ter ficado doentinho tão rápido. Imaginei que, com o aleitamento materno exclusivo e os cuidados que tenho, ele duraria mais tempo sem essas chateações. Mas, depois me lembrei que o Maridón andou gripado na semana passada e a gente meio que ignorou o assunto. Ele continuou cuidando do baby sem grandes restrições. Acho que foi aí que Lucas pegou o resfriadinho.

Por outro lado, ficar idealizando demais as coisas me faz sofrer sem necessidade. Ficou doente, é chato, poderia passar sem essa, ok. Mas aconteceu, então vamos cuidar e seguir em frente.

Nao é?

E finalmente entendi mais uma máxima da maternidade: preferia CINCO MILHOES DE VEZES ficar doente no lugar dele. Ver o filho sofrendo (mesmo que só um tiquinho) é horríveO.

pelo menos, continuo fofildo!

.

33 respostas em “Murphy miama

  1. Carol, não seo como está o tempo aí, mas aqui no Brasil está super frio e variando muito (o que é horrível p/ a parte respiratória). Por isso q eu te falei num dos seus posts sobre enxoval que NEBULIZADOR era como fralda descartável! Indispensável. Ele funciona como o que a médica te mandou fazer no banheiro com chuveiro ligado. A parte que eu prefiro no nebulizador, é que depois o bebê não toma golpe de vento ao sair do quente do banheiro e transitar pelo resto da casa. Mas eu sou como vc… Penso em todas as merdas possíveis ao invés de ser prática e pensar que resfriado, se cuidado, não tem nada d+! Mãe sofreeeee!!!
    Beijinhos em vcs,
    Bi e Theo

  2. Dá muita dó né, a gente sofre demais, mas já já ele tá 100% de novo, eles são bem mais fortes que imaginamos.

    Siga o que a pediatra disse, pois é assim que fazemos aqui tmbm.

    Beijos e se cuidem!

  3. Espero que o Luquitchous esteja melhor, Carol!

    Imagino o desespero de ver o filho doentinho, ainda mais sem maridão pra ajudar… mas com certeza vc vai tirar de letra, viu?

    Bjins e melhoras pro seu príncipe!

  4. Oi Carol! Melhoras para o fofo Lucas, tá?

    E é ruim mesmo ver filho doente, né? Se,pre que a Ísis fica doente eu piro! Ainda bem que nunca é algo mais grave!

    Quando a Ísis completou 1 mês ela teve inflamação nos olhinhos, ô dó pingar colírio num bebezico de 1 mês! Chorava só de ver a carinha dela cheia de colírio, mas passou, ufa, e demorou muitos meses até ela ficar doente novamente.

    Beijos,
    Nine

  5. Triste…a gente se sente assim!
    Mas Ca esses pequeninos são TAO fortes! Com peito e carinho, td se resolve.
    Dos males o menor, ele nao teve febre! Benzadeus!
    Isso do banho faço sempre!!! e super da certo! fora q eles amam!

    Cuide do pequeno e se cuide tb!

    Bjos

  6. Ohhh flor… tava pra te perguntar, jurava que vc ia junto! Por isso andou sumidinha, né?
    Mas é isso aí, temos que lembrar que somos os adultos da casa de vez em quando… rs!
    Sabe que eu uso rinosoro desde alice recém nascida, pra desentupir o nariz e evitar que o catarro desça pro pulmão…
    É águinha… o ped liberou desde sempre…
    Beijo!

  7. Oi Carol, é assim mesmo a gente sempre quer estar doente no lugar dos filhos, e isso vai ser por um bom tempo.
    Mas não tem jeito, moro no sul do país (Brasil) e sempre brinco com a minha filha, "quem mandou querer nascer em uma família do sul, agora aguenta, hahaha". Mesmo com todo o cuidado que temos, não adianta, com essas mudanças de tempo e o inverno não tem como não ficarem assim.

    Bjos.

  8. Carol,pelo visto você tirou de letra! Triste de ver um tiquinho doentinho, imagino como ficou seu coração,mas aqui a gripe também tá pegando todos cruzes!

    Beijos e ele continua sim lindo mesmo, dá vontade de morder as bochechas kkkk…. tia louca eu sou kkk…

    Boa semana pra vcs!

  9. Nossa é horrível mesmo, mas tenho certeza que rapidinho ele vai melhorar!No terceiro mes de vida do Bryan ele ficou com o nariz entupido e a loka aqui foi correndo pra emergência, mas era só lavar com soro fisiológico e eu toda preocupada achando que ele iria ficar internado, etc e tal. Você tirou de letra…
    e Lucas tá lindo demais…
    bjos

  10. E não é verdade que deveria ser proibido por lei bebezucos ficarem doentinhos, né?? Que judiação!!!
    Mas vc tirou de letra, é isso aí mesmo, sorinho no nariz, vapor, carinho e cama. Loguinho ele estará ótimo.
    beijo e boa sorte
    Bianca

  11. Carol, Murphy também é meu amigão: fiquei gripadaça na semana do meu niver! Isso significa que Murphy deve já ter voado aqui para o Brasil e deixado vocês em paz.
    Sobre a amamentação exclusiva e o resfriado, achei interessante você dizer que seu marido ficou gripado, mas não você. Significa que você está com uma boa imunidade e passou esses "defensores" para o Lucas. Assim, essa gripe passará rapidinho, porque seus anticorpos ajudarão o baby a se recuperar.
    😉
    Bjs

  12. sacanagem, heim, murphy?

    não fica preocupada, não, carol, esses resfriados são bem normais mesmo. o daqui só vive de nariz escorrendo eu quase nem ligo mais (mentira!)…

    na próxima vez que um de vcs gripar experimentar usar uma máscara e levar muito a mão. mesmo assim, isso tudo nem é garantia, rá!

    fofildo é pouco! lindão!

    beijoca

  13. Carol,
    A minha Sophia tbm pegou resfriado com 2 meses de idade. Sofri horrores!!! Mas foi tao simples….com rinossoro tudo melhorou!
    Eles sao mais fortes do que a gente imagina viu! E na minha opiniao, ta ai mais uma lenda da maternidade – bebes que mamam no peito nao pegam resfriados! Ta bom, conta outra! rs rs rs
    bjosss e melhroas p. vcs.

  14. Olá minha querida, é sim uma judiação ele estar doentinho ainda mais nessa idade.. Mas lembre-se sempre que cuidando direitinho tudo termina bem..
    Eu espero que hoje ele esteja muito melhor, tudo de bom pra vcs, te gosto!

  15. essa foto tá linda demais!

    boa sorte esses dias sem o Pedro por perto!

    Se cuida pra não ficar resfriada tambem, e já vai ensinando pro Lucas que beijinho de mãe cura tudo!

    bjs

    ps.: sobre o se divertir e se irritar, faz parte total da maternidade… acho que o importante é a gente saber aceitar o sentimento negativo também, sem culpa. 😉

  16. Uma dica: sempre que um de vocês dois gripar, use uma fralda ou toalhinha e espirre sempre nela. Além de abafar o barulho (a neurótica falando!),evita a contaminação. Já livrei Arthur de duas gripes assim.
    Beijos e melhoras!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *