ou Uma Semana!!

Hoje meu pequeno faz uma semana! Caramba! Eu acabei de parir e já passaram 7 dias, como assim?? É a primeira vez na minha vida que o tempo assume essa forma corrida, quase não me deixa respirar e curtir o que está acontecendo. Se eu não parar pra prestar atenção, daqui a pouco essa criança bochechuda tá me pedindo a chave do carro pra sair com a namorada! Cruzes!

Sendo assim, decidi fazer um resumão do que aconteceu nesssa primeira semana de Lucas e assim pretendo seguir conforme os marcos da vidinha dele. Preciso registrar, não quero esquecer nenhum segundinho.

Pois bem, em uma semana de vida do meu filho:

– Eu aprendi o que é viver sem dormir direito. No comecinho, foi mais brabo, ele acordava de hora em hora, estava completamente perdido nesse mundão. Agora, tudo está relativamente mais tranquilo: ele dorme cerca de 2 ou 3 horas entre as mamadas. Nessa noite, dormiu quase 4 horas e eu fiquei tão surpresa que, quando acordei, tinha a sensação de ter dormido uma noite inteira.

– Perdi a minha primeira batalha nas convicções que eu tinha: a chupeta. Me dói falar sobre isso, mas é importante. Lucas tem muita necessidade de sucção, principalmente à noite. Eu sou adepta à livre demanda e não fico regulando peito pra ele não. Porém, chegava no final do dia e eu tava amamentando a cada hora ou a cada 40 minutos. Ele nem chegava a dormir entre as mamadas. Daí sentia fome mais rápido, estava cansado, se irritava quando não conseguia pegar o peito, ia ficando cada vez mais nervoso… até que, numa noite de desespero, pedi pro Maridón esterelizar uma chupeta que tínhamos ganhado. Dei, chorando de soluçar. E vi meu filho dormir por quase três horas seguidas, acordar tranquilo, mamar com calma e voltar a dormir numa boa. Nesses dois dias que insisti em só dar o peito e recusar a chupeta, fiquei tão mal e cansada que caí numa super gripe. Tanto que a pediatra mandou eu evitar contato com o baby, usar máscara pra amamentar e passar pra alguém os demais cuidados com o Lucas (arrotar, trocar fraldinha etc.). Morri. Pra que serve ter o peito (e o resto do corpo e e alma) disponível pro meu filho se eu fiquei doente e não pude ficar com ele por dois dias? Pra nada, né. Pois bem, então ele chupa chupeta. Mas tem mil regras: só pode de noite, só pode quando EU quero (quem tem que estar descansada sou eu que produzo leite, ninguém mais), só pode depois que eu tentar outras formas pra acalmá-lo: musiquinhas, muito colinho, beijinhos etc. Entramos em sintonia e ele só pega a chupeta duas ou três vezes de noite, por uns 2 minutinhos. Logo ele se acalma e dorme sem aquela feiurice na cara. E nunca se deixa enganar: quando tá com fome ou precisa mesmo do cheirinho de mommy, põe a boca no mundo e não há chupeta dourada que o faça relaxar.

– E eu com isso? Bem, eu choro. Choro todo dia, quando cai a noite. Não queria dar chupeta, odeio ela, odeio esse assunto. Mas eu me vi chegando no limite e prejudicando a causa em si, então tomei uma decisão. Acho que a maternidade é feita disso, né? Mas voltando ao choro: acho que é esse tal de baby blues, essa mini-depressão meio louca que ataca as mocinhas pós-paridas. Eu choro tanto que chego a soluçar, quase sempre por conta da chupeta, mas já tive outras neuras: os dois dias que ele teve cólica e não conseguia fazer cocô (e eu descobri que foi a coca-cola que eu tinha tomado), o Maridón ter saído com a mãe dele e ter me deixado sozinha bem na hora que o choro vem, a vida que continua lá fora e eu aqui dentro nessa função cíclica de amamentar – trocar fralda – botar pra dormir. Mas não tenho brigado com isso não, acho que é normal. Quando o choro vem, eu deixo vir, choro mesmo e pronto, acabou. Durmo um pouquinho e, quando acordo, volto a ser a pessoa mais feliz da face da terra.

– E eu sou mesmo a pessoa mais feliz da face da terra: não imaginei que um serzinho de menos de 3 quilos pudesse me trazer tanta felicidade. Me sinto tão completa! E amo esse negócio de recém-nascido: adoro as carinhas, adoro ele ser molinho, dependente, piquitico. Até do baby blues eu gosto, fico pensando que tenho o pacote completo e no quanto sou sortuda por isso! Tive o parto, tenho o peito cheio, a mini-deprê, a falta de sono, a compensação com cada carinha que o baby faz, a família babando… ai, ai, muito bom.

– Mas chega de falar de mim, vamos ao Lucas! Ele muda a cada instante, é impressionante. Está mais gordinho, percebe mais o ambiente em volta, fica cada vez mais com os olhos abertos. Ainda odeia trocar a fralda (mas não berra mais tanto como antes) e ODEIA o banho. Como o umbigo ainda não caiu, a pediatra não recomendou dar banho de imersão, então a gente dá esse banho com pouca água, só pra limpar o grosso mesmo. Daí acho que deve ser chato ter aquela aguinha pobre de vez em quando no corpo, além de dar frio nele, tadinho. Sei que o bichinho chora como se fosse tortura da braba. Mas, depois de vestido e trocado, mama deliciosamente e relaxa muito, dorme profundo. Vai entender.

– Tá ficando meio amarelinho e isso me preocupa. Tenho tentado dar banho de sol, mas não dá pra ir lá fora, está muito frio pra ele. Daí fico do lado da porta da varanda fechada mesmo, uns 10 minutinhos. Será que adianta? Precisa pegar sol no rostinho também? Fico achando que tá claro demais pra ele, tenho pena.

– Ele continua mamando super bem. Aprendeu a pegar direitinho, curte muito o momento. Faz uma carinha engraçada quando vê o peito, arregalando os olhos e abrindo beeem a boquinha tipo “oh, mamãe, que legal, não precisava!”. Aí se joga, abocanha e começa a sugar loucamente. No final, ele solta o mamilo e abraça o peito, no melhor amo-muito-tudo-isso-style. E fica com aquela cara de bebum que eu tinha comentado antes, um fofo (ah, e tem bafinho de leite sim, Anne!).

– Quando escuta a minha voz ou me vê, fica todo manhosinho e bobinho, acho que fica feliz (Ai orguuulho! Ai ego-trip!). Aí eu beijo, agarro, cheiro. Não dá pra não amar INTENSAMENTE. Não dá pra não querer ter outros 20. É uma função que não termina nunca e cansa e tudo mais, mas fico sempre com saudade dos dias que já passaram, saudade do parto, do hospital, das visitas que já visitaram, dos erros que cometi, do minuto que acabou de acabar. Fico com pena de não ter outro par de olhos que fiquem grudados nele o tempo todo. Duvido que possa existir amor maior, mas passa um tempo e eu amo mais ainda, daí eu tenho a certeza que só vai crescer. Não quero nada de volta, só quero ser o melhor que eu puder pra ele e que ele seja feliz nesse mundão.

Eu só quero que você saiba
Que estou pensando em você
Agora e sempre mais


Eu só quero que você ouça
A canção que eu fiz pra dizer
Que eu te adoro cada vez mais
E que eu te quero sempre em paz


Tô com sintomas de saudade
Tô pensando em você
E como eu te quero tanto bem


Aonde for não quero dor
Eu tomo conta de você
Mas te quero livre também
Como o tempo vai e o vento vem

Eu só quero que você caiba
No meu colo
Porque eu te adoro cada vez mais


Eu só quero que você siga
Para onde quiser
Que eu não vou ficar muito atrás
/
/

68 respostas em “A sua

  1. Adorei saber das novidades!
    Sei que nada que eu fale possa acalmar você em relação a chupeta mas ó, 4 sobrinhos e 4 chupetas deixadas de lado por eles mesmos antes de 1 ano. E a pessoa aqui usou a dita até os 7 anos (mamou até os 3, detalhe) e tem os dentes perfeitos.

    Mas posso falar só uma coisinha?
    Não deixa de falar de você não… tá bom?

    Beijãooo!!!!

  2. De todos os blogs que eu li sobre gestação-e Deus sabe que eu leio muitos-este ainda é meu preferido.Adoro seu humor, suas pequenas irônias…A maternidade é linda, mas nota-se em você uma mulher normal, não o protótipo de uma mulher e seu novo mundo cor-de-rosa.
    Me espantei um pouco com a alegria que senti numa manhã (FRIAAAAAA aqui em Sampa) qdo cheguei no trabalho e li sobre o início de seu trabalho de parto.
    (PQ Lucas resolveu fazer as coisas NO SEU TEMPO, Alleluiah!)
    Parabéns…
    Todo dia espero ansiosamente pelos seus post…
    De todas as visões que tive da maternidade nestes blogs, a sua vosão é a mais divertida, no mínimo.
    Parebéns pelo pequeno.
    Besos brasileños.

  3. Oi Carol! Muitas convicções nossas acabam caindo por terra, se a gente observar que elas não são tão boas assim pros nossos filhotes. Com a chupeta foi assim e pode vir a ser com outras coisas. Mas toda mãe sempre faz tudo pensando no melhor pros filhos, então fica tranquila, porque com certeza o Lucas tá felizão com a chupeta dele! Beijos

  4. Carol, fico muito feliz com tudo o que vc tem contado para todas nós! Acompanhei a sua gestação da metade em diante e gostei muito dos seus textos, me identifiquei com eles, até por que eu tive bb há apenas 5 meses, é tudo muito novo para nós ainda.
    Quanto à chupeta… relaxa!! Ela é o mal necessário mesmo! E daqui a pouco ele larga, você tira, enfim… vc é a mãe, quando precisar tirar, você tira.

    Eu tbm tive um baby blues, chorava o dia inteiro, o tempo inteiro, me sentia enclausurada, ao mesmo tempo muito feliz e sempre nessa dualidade entre feliz demais e estranha demais… passou rápido, com uma semana em casa já estava "normal" de novo. Mas NORMAL mesmo a gente nunca será de novo…

    Beijo, Daniela.

  5. Olá carol, bom essa é a primeira vez que comento, mas acompanho seu blog a muito tempo, não tenho filhos, não pretendo te-los pelos próximos anos, mas adoro seus posts, e adoro o lucas (!) e fico muito feliz, vendo que está dando tudo certo!Parabens!

  6. Voce sofrendo com a chupeta e eu torcia pro meu filho pegar, apesar de odiar sabia que ele ficaria mais calmos, naaaao pegou chupeta, mas em compensação vira e mexe ta "chupando" o pé do ursinho, a patinha de um outro bixinho… acho NOJENTO, mas fazer oque!

    Os mais antigos diziam que era bom evitar usar roupas amarelas nas criancinhas recem nascidas e que bom mesmo era usar vermelho, se é fato ou mito não sei, mas entar nao custa né!

    Dica para o banho de banheira, enrole ele numa fralda, coloque-o devagar na agua e vai banhando com a fraldinha, importante é lavar o bumbunzinho mesmo e passar uma água nas dobrinhas do pescoço, onde escorre o leite.
    Conosco isso não funcionou, então no segundo dia em casa o pqueno foi parar debaixo do chuveiro e assim é até hoje, coloque uma camiseta ou uma regata, dá mais segurança, não tem contato com o corpo escorredio.

    Força ai querida! Beijocas

  7. ô minha linda! é assim mesmo, bem vinda a montanha russa. Se o Lucas pegou bem o peito a chupeta é tranquila vai te ajudar e a ele também. Depois que li o "Bebe mais feliz do pedaço" vejo a tal chupeta com menos desprezo, fique tranquila.
    Quanto aos banhos de sol, pergunte a um médico.

    Como diz o marido: Bem vindo ao novo normal!

    Bjs mil

  8. estou aqui sorrindo com este post, carol.

    sobre o tempo: passa rápido mesmo e estou aqui com saudade deste um ano que parece que foi uma vida inteira.

    chupeta: tem bebês que tem menos mais necessidade de sucção e a chupeta pode sim ser uma aliada. tive sorte porque arthur pegou e largou com uns nove meses e agora a chupeta sou eu. rá! não vejo porque não usar a chupeta com restrições como vc está fazendo –> chora por isso não!

    chora só por causa deste amor enorme que toma a gente, chora por causa desta beleza que invade tudo. ai, como eu chorava…

    acho que pode dar mais sol nele, sim. como faz com este frio daí? mas sei que tem que botar a pele para fora para adiantar. conversa com sua ped para ela mostrar alternativas para que a icterícia não evolua…

    ego trip nada, ele te ama! o amor verdadeiro, mais verdadeiro que existe!

    beijoca

  9. Carol…

    Fico muito feliz por vc, que mereceu muuuuuuuuito tudo que vc postou, toda essa felicidade, coração cheio de amor!!!Tem coisa melhor???Sensação mais gratificante apesar do cansaço ( que se torna minúsculo perto de tanta coisa )…tô contando os dias pra viver isso tudo mais uma vez, aproveitando pra ver tudo o que posso agilizar antes da vinda da Luíza e sempre ambientando muito o meu Rei Davi com tudo isso …

    BJS…MUITA SAÚDE E MUITA FELICIDADE!

  10. Que fofo tudo isso!!
    A chupeta dá uma salvada de vez em quando, mantendo essas regras acho que ele não deve viciar, pelo menos minha sobrinha ainda não viciou (tá com 4 meses) e só chupa chupeta no extremo tb!
    Vc bebeu coca cola!!! Tem gás e transfere tudo pro leite!
    Minha irmã fez uma dieta básica (comida sem condimentos, refri, etc.) de itens que poderiam dar cólica no bebê e até agora a Bia não sofre com cólicas, já está até passando a fase disso aparecer. Teve um dia que ela comeu 1 camarão e adivinha, a bebê ficou com a pele toda vermelhinha, e o pediatra disse que provavelmente seria alergia. Enquanto ela estiver amamentando não vai poder comer frutos do mar, somente um tipo de peixe ou outro tá liberado!!!

    BJss

  11. Quanto até a mini depressão é motivo de alegria a gente vê que a vida não poderia ser melhor! Obrigada por vir dar novidades de vc e do Luquinhas, viu? 🙂

    Beijão!

  12. Carola linda,
    Desencana com essa historia de chupeta, voce ja viu alguem ir pra faculdade e levar a chupeta?Fazer a primeia comunhao com a chupeta?Nao nao…uma hora ele vai largar, mas enquanto isso tudo fica mais tranquilo pra voce e pra ele.
    E se o problema for os dentes, os dentistas existem para isso, nao sera o fim do mundo.
    Cuide-se, voce precisa estar feliz.
    Beijo grande.
    Bina

  13. ai, amiga. é isso mesmo. me vejo no seu post, sabia? principalmente pelo baby blues. menina, comigo era igual. ao cair da noite a coisa desandava e comigo era por causa das visitas. mas passou. eu chorava no colo do marido, de soluçar também. chorava no banho, chorava olhando pra alice. pensei que não acabaria nunca. mas como veio se foi, assim de repente.
    e curte muito porque o tempo passa realmente muito rápido e eles crescem, se desenvolvem mais. é certo que fica cada vez mais gostoso. mas eu sinto saudade da minha RN hoje, veja bem com 2 meses, já tão mocinha.
    Um beijo enorme!

  14. Querida, fiquei sabendo do nascimento do lucas pelo facebook lá em NY! fiquei super feliz! Parabéns! muito! depois fiquei pensando pra quando ele era mesmo que a gente ficava falando… e aí consegui ler seu post que contava a epopéia, fiquei feliz por tudo ter dado certo e por ele ser este príncipe encantado na sua vida. E baby blues, é isso mesmo amiga. Existe sim e a gente quer chorar o mundo, e depois está tão cansada e tão feliz com essa mini pessoa, é uma profusão de sentimentos… acho que a fase mais rica que a gente pode passar, e achei esse seu post tão mãe, é isso mesmo, depois que vc tem filhos tudo o que deseja é o bem dele, que ele fique bem acima de tudo, wellcome to the club! fico muito feliz por vcs, e o baby blues passa viu? jajá… quando vc menos perceber… mas nessas horas amigas que te peguem e te levem pra fazer a unha ajudam…rs rs
    um beijo! aqui tudo bem, hoje 21 semanas e morfológico do 2 tri, tudo beleza! beijoca! fê

  15. Ohh Carol, não se culpe pela chupeta!

    Eu fiquei nessa de "chupeta humana" até os cinco meses do Vicente. Resistia em insistir, eu tentava mas não queria que ele pegasse, no fundo.
    Aí era o peito pra acalmar, pra dormir, pra tudinho.
    Minha imunidade tbm foi lá embaixo e por isso eu adoeci.

    Quando finalmente eu cedi e insisti na chupeta, alívio! hahahahhah
    Eu sempre amamentei em LD mas olha, chupeitar não dá!

    Eu tinha horror a chupeta tbm, e hoje sei que ajuda muito o Vicente a dormir (ele só usa pra dormir, não deixo usar durante o dia) então, no próximo baby vou usar desde os prmeiros dias. Eles tem necessidade de sucção, fato.

    Ver você falando dessas coisinhas do início dá uma saudaaaaadeee.
    Meu pequeno fazendo um ano na próxima semana, aí eu fico fazendo mil retrospectivas. Ai ai…

    Beijos!

  16. Tao lindo seu post Carol. Eu sei o que voce sente, acho que nós maes sabemos.
    Eu tambem chorava, mas logo passou.
    E voces vao ficar cada vez mais apaixonados. E isso tudo qaue voce sente só vai aumentar e melhorar.
    E é isso mesmo, depois que nossos filhos nascem, queremos somente o melhor para eles e que eles sejam felizes.
    beijos querida

  17. é Carol, bem vinda a Maternidade Real, onde o que a gente sonha nem sempre é o que acontece…
    a minha baby blues foi forte, eu chorei muito… mas melhora muito a cada dia que passa.

    Adoro seus posts, é como se eu tivesse revivendo tudo…

    Parabens o Lucas é lindo, e te trará muitas alegrias, só nao se esqueça de vir nos contar…

    bjs

  18. Carol, que post delicia!
    E quem ficou com saudade dessa época de RN fui eu. Quando vc falou no bafinho de leite, então…nossa…vontade de voltar ao tempo e amamentar muito meu cotoquinho (ele desmamou com 1 ano e 3 meses e eu fico saudosa as vezes..).

    Quanto a chupeta, relaxa. Se está acalmando seu bebê, se esta te deixando mais tranquila e descansada até pra produzir bastante leitinho, então é isso que importa. Na prática a gente vai vendo que vamos abrindo mao de algumas teorias, faz parte do jogo e é assim que a gente aprende, com a vivência! Mãe e bebê tranquilos é tudo!! Eu sei bem como é uma rotina de RN pendurado no peito a cada 40 minutos. Arthur era assim e eu ia a loucura (ele nao pegou chupeta qdo era RN…cuspia!)

    E o baby blues tb faz parte do pacote. Chegava o anoitecer e eu tb tinha essa melancolia arrebatadora q tomava conta de mim. chorava igual criança no banho, pq se eu chorasse na frente dos outros, principalmente minha mãe, ela já vinha logo falando pra eu parar com aquilo, que eu podia desenvolver depressão, que eu não tinha motivo de chorar, bla, bla, bla…a gente sabe de tudo isso, mas chorar é bom, pq a gente bota tudo pra fora e se sente melhor logo depois!

    Beijos gostosos no Lucas.
    Flavia

  19. Carol, a gente se cobra muito. Quando estava na batalha para entrar em TP eu ouvi de uma menina (que tinha conseguido PN e amamentação em LD) que não deveríamos nos culpar tanto. E ela está certa. Nós queremos ser perfeitas, como nso manuais de pediatria, e lógico que isso não é possível.

    Se a chupeta é importante para o Lucas, não há o que se discutir. Dê o que ele precisa sem culpa.

    Quanto ao banho de sol, pode dar sem problemas pelo vidro da janela. Essa época aí em BUE o sol já deve ser bem fraco, então nem precisa tapar os olhos do Lucas. Banho de sol é o remédio para esse amarelão e quanto mais melhor.

    Super beijos

  20. Fiquei super feliz de saber que seu bebe esta otimo. Parabens. Voce precisa relaxar um pouco, pare de tanta cobrança, menina!!
    Seu filho esta ai com voce, nao pode existir nada melhor na vida.
    Super beijo, aproveita muito!!
    Carol

  21. Q felicidade Carol!!! é incrível q esse mundo da internet faz…já sinto-me um pouco tia de Lucas!! acho q todas aqui sentem o mesmo!!! torcemos por vcs, mto mto viu????
    não esquenta com chupeta não…tem coisas tão maiores te acontecendo!! curte menina!!!!

  22. Oi Carol!
    Acompanho seu blog há um tempo, mas nunca comentei… parabéns pelo Lucas, ele é lindo!
    Me permite um palpite? O Lucas sente é frio quando toma banho e por isso não gosta! Sou enfermeira, trabalho em UTI neonatal e quando ensinamos as mães a dar banho no bebê, uma coisa que falamos é exatamente encher a banheira com água morninha para que o corpo do bebê fique o máximo dentro da água! Eles relaxam, ficam quietinhos… não há problemas em molhar o umbigo, é só secar direitinho depois e passar álcool a 70% (aí eu não sei o que eles recomendam). A única contra-indicação ao banho de imersão é quando o bebê pesa menos de 1800kg pois perdem muito calor no banho e consequentemente, perdem peso!
    Sei que é recomendação da sua pediatra, mas mesmo que não queira dar banho com banheira cheia, não precisa ficar na neura com medo de cair água no umbigo não!
    Parabéns mais uma vez e curta muito o Lucas! Beijão

  23. Enquanto eu li, pensava: "Poxa como a Carol tá curtindo ser mãe!!!"

    E eu fiquei tao feliz em ler o seu texto, em sentir como vc tá realizada neste papel de mãe – que deve mesmo ser maravilhoso e sublime!!!!

    Lucas tá muito bem servido de mamy!!!

    Bjs!

  24. Ah, sobre ele estar amarelinho, não precisa se preocupar horrores não.
    Minha irmã teve ectiricia e ficou um tempo tomando banho de luz na maternidade, logo depois que nasceu.

    Em casa, minha mãe fazia o que vc esta fazendo, colocava a baby para tomar sol. Mas nem era recomendação médica não, ela fazia porque é importante para os ossinhos do nenê.

    Bjs

  25. Que post mais lindo!!!

    Fiquei me imaginando passando por tudo isso, ô delícia!!!

    Tb me sinto igual a vc no lance da chupeta…que saco, né? Acho a coisa mais feia do mundo!!! Mas, fazer o que, o lance é relaxar, não adianta a gente ficar pensando muito pq acaba não sendo tudo do jeito que a gente quer, rs.

    Bjins

  26. Querida, delícia ter novidades do pequeno Lucas!
    A vida é assim mesmo.
    depois dos filhos precisamos revisar muitas convicções …
    só cuidado com o sol através do vidro, o vidro potencializa os raios do sol.
    fale com o/a pediatra, amarelinho pode ser icterícia. JP teve …

    beijo
    Li
    londrescomfilhos.blogspot.com

  27. Ai que delícia Carol!!!

    Isso tudo é muito bom, e o tempo voa mesmo, sem dó nem piedade…As vezes me pego pensando, que eu nunca me esqueça de cada momento bacana que acontece, mas são tantos, que a gente esquece mesmo, o melhor é registrar!

    Você precisa deixar ele no sol não, mas fique com ele, ou deixe o quartinho bem claro, a claridade é ótima para ajudar a não amarelar!

    E ó, tem muita coisa que a gente acha que nunca vai fazer, e no fim descobre ajuda, e coisas que a gente acha que vai ser tudo, e não dá certo.. é a vida mãe, e bico não é tão ruim assim não!!! Já começou a conhecer as culpas de mãe não é?!

    Fale muito de você viu.. é bom falar da gente também… quero ver fotinhos de vocês!!!

    Um beijo mega!

  28. Ai ai…
    Só entende quem já passou por isso…
    Com esse seu post me deu uma saudade tãããão grande desse meu momento – 5 anos já se passaram… rs
    E vc vai ver… os meses vão passar e seu amor vai continuar crescendo… é inexplicável!
    Parabéns pelo Lucas e para o Lucas(que deu uma baita sorte no quesito mãe!)
    Bj grande

  29. Oi Carol…
    Que delícia é mesmo a maternidade! Minha pequena, parece que nasceu ontem e já está com quase dois anos e sinto saudades daquela bebê, mas também amo a fase em que estamos e curto muito pq passa depressa mesmo. Com meu mais velho já estamos na pré adolescência e é uma loucura só.
    Olha, sobre ficar amarelinho, é normal para a idade que Lucas nasceu. Duda nasceu com 35 semanas e precisou de sol da manhã, 10 minutinhos por dia só de fralda sem deixar pegar no rostinho.
    Bjinhos para vcs e curta muito, muito e muito seu pimpolho…

  30. Oi Carol, sempre acompanho seus post, amo seu humor hilário quando escreve… fico rindo á toa as vezes aqui na frente do computador sozinha….kkkk. Essa Maternidade é assim mesmo, as vezes nos sentimos lá por baixo, pensando no "mundo lá fora", na nossa liberdade de antes e nos bate aque (mini- deprê), mais TUDO vai embora quando nos deparamos com as nossas fofurinhas,principalmente quando eles nos dão aquele sorrisão maravilhosos…nos derretemos toda e vems o quanto é especial sermos mães.
    Sobre ele estar amarelinho, é normal nesta fase recém-nascido, tem que tomar sol sim, se for possível no corpinho inteiro, até no rostinho. Jaziel tbm ficou assim, e quando íamos tomar sol, ele odiava o "clarão do sol" no rosto..mais é para o bem deles.A pediatra daqui me disse que o leite materno tbm ajuda esse amarelo sair rapidinho do corpinho deles…é tranquilo, logo ele vai estar coradinho mãezinha. Super Bjo, e espero sua visita no meu Blog.

  31. Oi Carol, é a 1°vez que comento, mas já passei por aqui muitas e muitas vezes (sou 1/2 preguiçosa)mas lendo o seu relato, me bateu uma saudade da minha pequenina, hoje ela está com 6 meses e eu também passei por coisas parecidas, mas realmente é um amor que não dá pra medir, bom demais … curta muito, porque está apenas começando ….. uhrullll!!

    Bjão e não se culpe por ir contra os seus principios … ser mãe é isso mesmo, eu tb não queria chupeta, relutei, relutei, até um dia que ela deu um show no pediatra (com 11 dias) que ele falou: "dá chupeta para essa criança ou dedo" Dedo não, mas chupeta acabei cedendo ….
    sem neuras ….

  32. Ê, delícia, Carol! Quanto á chupeta, não se preocupe, vc não está cometendo nenhum crime. Mas eu entendo que, para ser motivo de choro ao cair da tarde, tá valendo. E esse baby blues passa, vc sabe, então não se aflija e aproveite para chorar bastante mesmo. Quanto à amarelidão, seria bom fazer acompanhamento médico semanal, coisa que vc já está fazendo. Só isso. Leite ajuda, muito leite, pois aí ele elimina naturalmente o excesso de bilirrubina. Mantenha a livre demanda e pegue o sol que der.
    Beijos

  33. Carol, fui lendo e me vendo… eu poderia ter escrito este post, nesta fase (e escrevi muitas coisas parecidas mesmo).
    Este encantamento com o bebê lindo que Deus te deu, esta sensação de que só a sua vida entrou em pause e o mundo continua lá fora (e é isso mesmo o que aconteceu), esta choradeira…
    Olha, eu tive que dar chupeta para a Helena NA MATERNIDADE. Porque foi o único jeito de acalmá-la e conseguir que ela fizesse o banho de luz. Ela ficava escondida lá no cantinho do berçário, porque né? Pega mal para a maternidade um RN de chupeta! Pensa. E no fim, foi uma coisa muito boa, viu? Eu também era contra, não queria dar e etc. Mas faço uso muito controlado. Ela só chupa para pegar no sono e depois já larga.
    Maternidade é isso, como você já percebeu. A gente reavalia, toma na cara e aprende que (infelizmente) nao pode controlar tudo a todo momento.
    A choradeira, se não fosse pela chupeta, seria por outra coisa. Eu chorava o dia todinho, porque sentia uma mistura de amor com responsabilidade com desespero (meldels o que eu fiz da minha vida? minha vida nunca mais vai voltar ao normal) e chorava.
    E hoje até disso tenho saudade.
    Então, minha querida, curta. Cada momento, cada carinha. Porque passa muito muito rápido, daqui a pouco você tem um bebezão totalmente integrado à tua vida que te acompanha a (quase) todos os lugares. E, como eu, morre de saudade disso tudo o que você está vivendo…
    Beijo grande!
    Dani – maeperua

  34. que felicidade compartilhar esses momentos com vc!!
    ai que lindo, ai ai
    cheira muito esse bafinho, porque depois fica fedido de banana!
    (e as outras comidinhas que virão)

    eu tb tive milhões de crises com chupeta, tb chorei muito, tb sucumbi.
    se te conforta Joaquim não gosta muito da coisa até hoje. Mas de vez em nunca na calada da noite ela dá uma forcinha….

    lindinhos!
    bjo

  35. Oi, Carol!
    Leio seu blog há um tempinho, já, mas nunca comentei… moooorro de preguiça. #prontofalei
    Mas, lendo o post de hoje… você me espionou na minha primeira semana, né? #confessa!rsrsrs
    E eu só não sucumbi à chupeta pq tinha um batalhão de gente em volta: marido, mãe, sogra, irmãos, cunhadas… nem sempre resolvia, mas ajudaram pacas nos momentos de mãe-chorona-filha-nervosa.
    Bom, claaaro que me dou a liberdade de dar pitaco, embora seja o 1º comments ever.
    Primeiro sobre o banho: concordo com a enfermeira Lara. Pelo menos foi a recomendação que recebi, ainda na maternidade, de médicos e afins. Banho é com banheira cheia de água morninha e, depois, higienização do umbigo com álcool 70%. A Giulia até dormia durante o banho, mais relaxada impossível.
    Sobre o baby blues… Chorei, chorei, chorei, chorei… baldes e baldes… mas passa mesmo. Incrível, né? Eu também nem acreditava quando me falavam… mas passou!! =D
    O importante mesmo é aproveitar todos os minutinhos, pq passa voando. Parece que meu bebê nasceu ontem, mas a Giulia já tem 10 meses. OMG! Daqui a pouco tá querendo chegar de madrugada. rsrsrs
    Ahn, já virou comentário-post, né?
    Prometo comentar mais vezes, pra falar menos em cada uma delas.
    Bjo
    E o Lucas é lindo!! Parabéns!!

  36. Que post mais bonito! Desencana desse negocio de chupeta. Eu nao queria dar, dei e tirei sem traumas com 1 ano e meio. Nao sofreu NADA. E foi um excelente calmante durante 18 meses. Agora deixa eu te contar minha experiencia do banho. Eu aqui em NY tambem nao coloquei o Luca na agua antes de cair o cordao. Ele odiava o "banho de gato" e durante 3 meses odiava banho. Parou de odiar quando eu joguei a porcaria do termometro de banheira fora e coloquei ele numa agua mais morninha. Eu pessoalmente tomo banho pelando de quente. A temperatura ideal do termometro é fria par ao meu gosto e o dele tambem era. O dia que coloquei a agua numa temperatura minima aceitavel para mim (nada de queimar o bebe logico) ele passou a gostar do banho. Pena que ninguem me falou isso antes. Beijos

  37. Oi Carol, imagino que essa fase deve ser realmente maravilhosa, mas falando da parte do banho, eu concordo com a Enfª Lara, também sou enfermeira e trabalho no Alojamento Conjunto, então todos os babys tomam banho morninho e tem o coto umbilical bem sequinho, depois só passar álcool a 70%, é o que fazemos e é exatamente o que recomendamos.

    Beijos Carol e curta muito seu baby lindo que ele é.

  38. Carol, engraçado q o meu baby blues veio atrasado… hehe acho q por causa do tempo de internaçao dele, só começou mesmo dp de uns 15 dias e durou um tempinho… Já tava começando a ficar bolada, mas uma hora simplesmente passou.

    Essa fase inicial é gostosa, mas bo´m mesmo é qd eles já podem sair. Meu marido brinca comigo falando do meu cárcere privado. rs

    E qt ao sol, é importante q nao seja atraves do vidro, q barra os raios q baixam a ictericia. É claro q vc nao vai colocar ele de fraldinha no frio, mas pelo menos as perninhas, se for poss~ivel. E é importante tb ver se o Lucas tá evacuando bem (daqui a pouco vai ficar bem amarelo o coco, sinal de q a bilirrubina ta sendo eliminada).

    bju!

  39. Oi Carol, parabéns pelo Lucas!! Ele é lindo!!
    Fica tranquila, depois da 1a semana tudo melhora muito!!
    Ah e esta canção " a sua" é a que eu mais canto para o meu bebê…
    Que vcs sejam muito felizes!! Um beijo

  40. Xaráá, eu chorava também, e na maioria das vezes nem sabia o motivo. Felicidade, cansaço, culpa, sono, medo, insegurança, mas principalmente orgulho do meu pacotinho!!Acho que é normal…
    Théo chupa chupeta, desencana. Ele só pega as vezes, qdo tá com dorzinha, tyomou vacina e essas coisas, mas larga em minutos. Minha dentista disse que posso ficar tranquila que não é assim tão ruim como dizem viu. Pára de se preocupar com detalhes e curte o gordinho.
    Beijos

  41. Que delícia de semana Carol, mesmo com o baby blues e ter sido vencida pela chupeta. O blues vai embora rápido e a chupeta virará sua amiga em breve, vc verá. Sobre a icterícia, o sol tem que ser direto, 5 minutinhos e frente e de costas. EU sei que está frio aí, mas veja se em um horário mais quente vc consegue. Precisa ser sol direto no corpinho dele e muito, mas muito leite. Estou te falando isso porque os meus dois filhos tiveram o amarelão. Bjsssssss

  42. Oii Carol.
    Aproveita cada minuto pq passa super rápido, bata muitas fotos, registra tudo o que puder. Meu baby já está com 4 meses e parece que foi ontem que ele nasceu.
    Quanto ao sol, 10 minutinhos ajudam, vai pra uma janela ou porta que peguem sol e deixa ele meio peladinho, se puder só de fraldas é melhor ainda. Deixa pegar um pouco de sol no rostinho, qualquer coisa improvisa algo que não deixe pegar nos olhinhos, é pro bem deles mesmo, mas faça isso todos os dias. Meu baby melhorou da pequena icterícia que teve só com os banhos de sol em casa. O baby blues é assim mesmo, tb tive, chorava horrores, e pelas coisas mais toscas, mas logo passa.
    E no mais, tuuuudo de bom pra vocês, muito leitinho pro Lucas. Curta muito esse anjinho.
    Beijos.

  43. Carol,
    Parabéns por este momento maravilhoso, seu filhote é lindo!!!
    Sei q já falaram um monte sobre a chupeta, mas pre-ci-so falar também…
    Sabe por que? Não é pra dar palpite, falar por falar, mas é porque não gosto de ver ninguém sofrendo, vamos dizer assim, sem necessidade. Lógico q respeito sua vontade, seu pensamento, mas ó, não fica mal desse jeito por causa disso. Meus filhos chuparam chupeta, os dois, e isso nunca atrapalhou a amamentação, se for essa a sua preocupação, os dois mamaram até 1 ano, mais ou menos, sendo SÓ peito até os 6 meses (nada de mamadeira, chazinho, água..), a chupeta nem era super controlada, deixava ser usada quando estavam meio irritadinhos, qdo nada acalmava…e comecei a regular só quando estavam maiorezinhos, aí só podia usar pra dormir…largaram numa boa, sem traumas…
    E foram bebês mega felizes e relaxados…com a chupeta pra acalmar a vida e muito leite de peito pra mamar a vontade….
    Tô falando isso não pra mostrar que EU tô certa, e vc tá errada…não é isso, a ideia é tentar mostrar pra vc q (na minha opinião), chupeta tem seu lado bom, não é um monstro, supre a necessidade do bebê de sugar, e, para meus filhos e vários sobrinhos não trouxe nenhum efeito negativo…
    Já chupar dedo….conheço crianças de sete anos (e sabemos de adultos até..) que não conseguem parar de chupar o dedo, e tome dedo sujo na boca, a qualquer hora…muito mais difícil tirar esse hábito, né?
    então, não sofre com a "pepeta" não, porque, na MINHA OPINIÃO, não precisa se culpar ou ficar mal por isso, sabe?
    boa sorte, bjs, tudo de bom e curta muito essa fase linda da sua vida…
    Daniela

  44. Carol, que bom que vc tá tão feliz mesmo tendo as crises de choro, acho que é normal ne? Apesar de não ser mãe ainda… Que vcs sejam muito muito felizes! Bjs
    meisyquersermae.blogspot.com

  45. morri de rir com a carinha de "oh mamae, nao precisava" na hora de mamar haha mas realmente acho que a gente tenta de tudo pra manter os nossos "ideais" de nao dar chupeta, ou fazer isso e aquilo, mas no final, a criança é que decide, e nao a gente 😉 relaxe e pensa que assim ele tb se estressa menos e aproveita muito mais as mamadas. bjs!!

  46. Carol que delícia, ler esse relato todo apaixonado que você fez, o tempo voa mesmo por isso é bom aproveitar cada segundo com essa foforinha. Parabéns amiga coloca fotinhos dele vái!

    Beijos pra vcs!

  47. Carol, relaxa quanto à chupeta, nessa fase inicial ela é importante mesmo, mas com o tempo ela começa a perder importância, é só não insistir no hábito. Até os 3 meses ele vai precisar muito, especialmente se estiver com cólica. Depois, vc pode regular a chupeta só para os momentos de aflição (dente nascendo, dor de barriga, sono excessivo), e aí ele vai largando. Minha filha largou com 4 meses, simplesmente perdeu o interesse.
    E sobre o fato de ele estar amarelinho, isso é icterícia, e é normal, embora vc deva prestar atenção. Existe uma escala (no brasil) que vai de 12 a 20, sendo que a partir de 13 (se não me engano) a criança precisa de banho de luz artificial. Então fique de olho mesmo, se vc achar que ele está com os olhinhos amarelos, além da pele, é legal visitar o pediatra. A minha filha teve icterícia até 1 mês, eu fiquei super preocupada, mas graças a Deus sumiu só com o banho de sol. Então pode continuar botando o moço pra tomar um bronze que faz super bem!
    Fiquei super feliz de saber que vocês estão conseguindo se virar tão bem nesse início, que é uma delícia, mas é a fase mais cansativa da vida de uma mulher, na minha opinião…
    Beijo
    Livia

  48. Parabéns pelo nascimento do Lucas, CArol! Só vi hoje!!!!
    uanto à icterícia, o banho de sol na varanda adianta sim. O Felipe teve icterícia quando nasceu e tomou banho de sol em casa desde o primeiro dia em que aqui chegamos. Como chovia direto, recorri muitas vezes ao banho de sol na varanda mesmo e deu certo.

    Bjs

  49. Ahhh que deliciaaa ler tudo isso!!
    Sobre a chupeta, pense no seguinte, pra ele é gostoso, se ele pudesse, ficaria com o seu peito o dia todo na boca mesmo sem estar com fome, entende? é gostosinho pros bebes a sucção, entao nao veja a chupeta como aquela coisa feiosa na cara do Luquinhas rs veja como uma aliada, jaja ele cresce (aii meuu Deuus) e vc tira ela aos poucos 😉
    Sobre o chorar, acho que é normal, eu só de imaginar um bebe aqui, ja fico com vontade de chorar hauahuhaa mais fica atenta, pq isso uma hora tem que ir passando, ainda ta tudo muito recente tmb… se cuide ta?!
    Acho que o solzinho adianta siim! E não acho que a claridade faça mal, pelo contrário, apresente o mundo ao seu baby.
    Fiquei megaaa feliz de ver que apesar da correria, vc ta mega ultra super blaster felizona!! Isso me faz feliz 😀
    Se cuida, e da um cheiro bemmm gostosoo nessa delicia de bebe!!
    Bjos

  50. Caroliinda, que delicia ler tudo!!
    Ahh! eu tb detesto chupeta.. uhsauhsusau
    mais já qe ele necessita da sucçcão, vamos deixar ele com ela e depois tirar como tu tah fazendo!
    aah e sobre oq tu tah fazendo, na questão da claridade acho qe não faz mal não, afinal uma hora ele tera qe enfrenta-la neh! então qe va se acostumando!!
    eu seii qe agora tu não tem mais tempos de posts quase diarios, mais to meega feliiz, pq tu tah cada dia mais feliiz e isso transmite pra gente qe lee aki!
    Bjiinhus pra vc e pro Luquiinhas lindooo!!

  51. A pediatra do João quando ele era um bebezinho ainda, falou que tem bebes com mais necessidade de sucção que outros, para esses a chupeta é uma aliado, usado com moderação é claro! O mais importante é que você fique tranquila! ele é lindoooooo!!!!!

    beijao

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *