(hein? que porra de título é esse?)

Já mostrei para vocês os meus amadinhos?

Óia eles aí:

Chimi Churri – esse é o baby dog original, pessoa canina da marca beagle. Folgado, teimoso e cheio de carinhas e expressões engraçadas. Quem olha essa foto até acha que é um docinho, mas né nada: não respeita a bolha pessoal de ninguém, senta no colo, lambe a cara mesmo.

Diana – essa é a dog que não é baby. Mulher adulta da marca vira-lata, pessoa sábia, calma, vivida, sabe tanto que chega a ser meio blasé. Pede carinho com a maior doçura, mas é ciumenta e late pro irmão (também pudera, ele é chato pra caraleo). Seu nome foi dado em homenagem a Lady Di, porque ela é de uma classe, de formosura quase monárquica.

Lucas – esse é o filho humano, que ainda está embutido na minha barriga. Diz o Pedro (o marido) que inclusive essa minha barriga parece meio fake: eu teria colocado uma bola de futebol embaixo do vestido e saí na rua assim, só pra furar a fila do mercado. Mas voltando ao Lucas: apesar dele não ter me engordado muito, é um serumano que parece estar sempre crescendo, além de mexer bastante – mas só quando quer e só quando não tem ninguém vendo. Se eu me empolgo e solto um “bota a mão aqui, ele tá mexendo!”, ele para na hora e me deixa com cara de mentirosa diante da colegagi. Ontem eu resolvi que tava de saco cheio de prestar atenção nele e resolvi pensar em outros assuntos. Pra quê? O bichinho mexeu o dia todoooo, non-stop.

E essa é todo mundo junto, num esforço master blaster pra foto dar certo (e não deu, mas enfim, vale a intenção). To num looove com essas pessoinhas todas… ai ai!

/

/

26 respostas em “As árvores somos nozes

  1. São lindooooooooooooooooosss…AMO cachorros de paixão, amo lambida na cara e tudo mais….

    Ah…a Luíza tb adora de me fazer papel de besta…qd digo pro marido…corre que tá mexendo!!Parece que ela saca tudo e fica estátua!!!rsrsrsr..

    BJS!

  2. Que família mais lindas. Caninos e humanos em harmonia o/

    Andava por aí procurando grávidas e conferindo a face da hermana – imagina te encontrar por acaso naquela imensidão…

    Achei BA kids friendly! Bem mais fácil andar com carrinho, criança, etc. numa cidade com calçadas largas, bem conservadas e acessíveis…

  3. Complementando o meu comentário anterior; meus cachorros ficaram meio esquecidinhos nos primeiros três meses de vida da Carol, àquele período furacão dos recém nascidos. Mas passado esse período posso grantir que eles recebem muito mais amor do que antes, e muito mais carinho também… Tua família é lindona, especialmente a barriga do Lucas e a bela Diana.

  4. Oi, Carol! Tenho lido o seu blog e de algumas outras meninas há um tempo e resolvi fazer um blog pra mim também, qdo puder, dá uma passadinha lá: meisyquersermae.blogspot.com
    =)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *