A culpa é minha.

Pode acontecer com qualquer uma.

Estou com fome e não tem nada adequado em casa pra eu comer.

A culpa é minha.

Será que esse inchaço no pulso quer dizer algo?

Estarei começando a imaginar sintomas?

Gravidez não é doença.

Mas eu estou doente.

A culpa é minha.

***

As frases acima estiveram na minha cabeça durante a noite toda, inclusive nas duas parcas horas em que eu consegui dormir. Estavam em posts mentais que escrevi e não vou publicar. Nas mil formas que pensei em me esconder, mas acho que tenho mais é que falar. Nas outras tantas vezes que me fiz de vítima. E nas outras tantas que me senti a vilã.

***

Perdoa, meu filho, que mamãe descobriu que tá com diabetes gestacional.

Fiquei muito tempo pensando que meu corpo era perigoso pra você, depois de hematomas, bridas, cordões umbilicais no lugar errado… era difícil pensar diferente.

Até que me convenci do contrário e comecei a curtir muito viver contigo aqui dentro.

Agora… agora não sei. Me dá a sensação de que o mundo aqui fora é mais seguro pra você. Mas, termino de escrever essa frase e te sinto mexer dentro da barriga e, puxa, de repente é só uma sensação errada. De repente, aí tá muito bom, o mundo é que deve estar perigoso pra mamãe mesmo (posso entrar aí contigo e me esconder por uns tempos?).

Me perdoa por chorar. Eu preciso deixar as lágrimas virem, pra levantar daqui a pouco e começar a viver a vida que precisarei viver a partir de agora, filho.

“Juntos, podemos tudo” – seu pai disse pra mim na noite de ontem, logo depois que falei com a médica no telefone. Tão bom saber que não tô sozinha. E, olha filho, repito isso pra você: enquanto estivermos juntos, tudo é possível.

Vamos em frente.

***

para quem me lê: ainda não processei direito nada disso. Dispenso críticas, julgamentos e histórias ruins, ok? Relatos positivos, palavras de força, coragem e incentivo são extremamente necessários e bem-vindos.

😉
/
/

86 respostas em “O vento que entortou a flor

  1. Ô Carol… Não sei muito sobre o assunto e imagino que ouvir o diagnóstico não seja nada legal, mas tenho uma grande amiga, também Carol, que passou por isso na primeira gestação e teve o bebê dela lindo e saudável. Sei que precisou de mais monitoramento durante a gestação, mas nada punk, não. E falta pouco para o Lucas chegar bem lindão no seu colo também. Vai dar tudo certo!

  2. Lucas logo logo chega lindão, fortão, te dando muitas, muitas alegrias. Vou ficar daqui torcendo por vcs dois, viu? E como a amiga aí de cima falou, acredito que já tenha, sim, bons tratamentos para lidar com a diabetes gestacional. Também conheço uma conhecida que teve e a filha dela nasceu linda, saudável e muito esperta. E olha que a mãe nem se cuidou muito depois que soube da diabetes. Você então, que é uma super mãezona, vai tirar isso de letra.

    Beijos nos dois

  3. Querida
    Eu tive diabetes gestacional e minha filha nasceu saudavel, nao tivemos nenhuma complicacao, nao tomei nenhum remedio, nem insulina, segui a a dieta a risca e e fiz exercicios. Sou mais velha q vc, mas pesada q vc e nao tenho diabeteses agora nem tive antes e minha filha nao tem, nem teve nada relacionada com a doenca. So quem sofreu com a situacao temporaria foram as pontas dos meus dedos, q nem ficaram marcadas e minha vontade de comer chocolate.
    Nao dominamos o nosso corpo infelizmente por mais q isso seja a nossa vontade, ainda mais gravidas.
    Seu filho esta no melhor lugar do mundo, sua barriga, e estara no melhor lugar do mundo depois q nascer seus bracos.
    Vc tem acesso a um bom pre natal, com tudo sobre controle, eh sucesso garantido.
    Eu sei que no inicio eh um choque, mas depois passa. Seu marido esta certo, vcs sao uma equipe vencedora.
    Eu caminhava bastante pois alem de disvirtuar a mente olhando vitrines, eh otimo para baixar a taxa de acucar.
    bj

  4. Oi Carol, querida! Descobri a Diabetes Gestacional mais ou menos no mesmo período que o seu e fiquei apavorada. Li muita coisa no google que me assustou e quando fiz minha primeira consulta com a endocrino vi que dá pra ficar tranquila com esse diagnóstico. Escrevi um post sobre isso no blog para contar um pouco o que eu passei e deixar as mamães um pouco mais tranquila.
    O resultado vc já conhece: Francisco é um bebê lindo, saudável e nasceu de parto normal.
    Passa lá pra ler o post: http://conversapramae.blogspot.com/2009/06/eu-tive-diabetes-gestacional.html

    E o mais importante de tudo: fica tranquila que o Lucas vai nascer bem e com saúde!
    bjinhos flor.

  5. Culpa. Palavra tão presente no tornar-se e ser mãe. Mais que isso: palavra que finca os dentes no nosso corpo, que arde. Mas eu soube um dia que a culpa é quem diz pra gente que gostaríamos de ter feito de outra forma. Sem ela, não seria tão possível querermos ser melhores. Conosco mesmo.
    Calma e força.
    Flor entortada, se não fosse o vento, não ficava mais forte, não justificava a própria raiz dela ser fincada no chão.
    Agora, mais ainda, muito amor, com você, com seu corpo, com Lucas… E isso significa dar banho de desculpa na culpa. Perdoar a si mesma por não ser perfeita… isso também é, muito, ser mãe…
    Beijo grande, com toda a boa energia do mundo… Vai dar tudo certo!

  6. Carol,não fica preocupada, pelo menos não demais. É só cortar o açúcar e um pouco dos carboidratos e vai dar tudo certo. Procura uma alimentação mais saudável nesse finalzinho e você vai ver que o Lucas vai nascer lindo e saudável, do jeito que você sonha! Também tive nas duas gravidezes, mas deu tudo certo no final! Bjo e fica tranquila!

  7. Carol,
    Fica bem… confiante. Tenho certeza que depois da conversa com o endócrino, seu ânimo retornará! JUNTOS VOCÊ PODEM TUDO MESMO. Fica fria, tenha fé e pense que isso acontece com qualquer pessoa, não é culpa sua. Ninguém pode ser para o seu nenê melhor mãe do que VOCÊ.

  8. Carol,
    Fica bem… confiante. Tenho certeza que depois da conversa com o endócrino, seu ânimo retornará! JUNTOS VOCÊ PODEM TUDO MESMO. Fica fria, tenha fé e pense que isso acontece com qualquer pessoa, não é culpa sua. Ninguém pode ser para o seu nenê melhor mãe do que VOCÊ.

  9. Puxa Carol… Vc esta sob o efeito inicial de receber uma noticia chata no percurso da gravidez, mas acredite, vai passar. As mães que tiveram a diabetes gestacional estão deixando mensagens super bacanas (e além de exemplos de sucesso) para vc se acalmar. Vai dar tudo certo. Bola pra frente, ânimo! O Lucas precisa da mamãe pra cima! Bjssss : )

  10. Carol,
    Vai dar tudo certo.. não se preocupe tanto.. quanto à culpa, ela nasce na mãe desde que a gravidez é descoberta.. e vai te acompanhar pra todo o sempre.. então, o melhor a fazer é não se cobrar tanto… conheço muita gente que teve diabetes gestacional e o baby tá aí, forte e lindo.. segue o indicado pelos médicos e curte sua gravidez, que já está no final! 🙂
    Bjs! e se cuida!!

  11. Carol, em primeiro lugar é importante que você saiba que nada do que você tenha feito (e eu sei que você ficou fazendo mil retrospectivas mentais para procurar o que você fez de errado, todas as mães fariam isso) causou o diabetes. Esta condição é absolutamente imprevisível – e "imprevenível".
    Tenho uma grande amiga, a Pi, que teve diabetes gestacional na primeira gravidez. Ela cuidou da alimentação e a barriga dela continuou sendo o melhor lugar do mundo para a Isadora, que hoje tem um ano e meio de pura gostosura (e nunquinha teve nada de problema de saúde; nasceu de parto normal super tranquilo e foi amamentada por longos meses).
    E, para você ver como não é nenhum bicho de sete cabeças, a Pi está grávida de novo, esperando desta vez um garotinho que deve chegar no meio de agosto.
    Seu marido tem toda a razão do mundo: juntos, vocês podem tudo. Vai ser bem mais tranquilo do que você imagina. E deixa o Lucas quietinho aí dentro, que a sua barriga É SIM o lugar mais seguro do mundo para ele.
    Beijo bem grande.

  12. Carol, em primeiro lugar é importante que você saiba que nada do que você tenha feito (e eu sei que você ficou fazendo mil retrospectivas mentais para procurar o que você fez de errado, todas as mães fariam isso) causou o diabetes. Esta condição é absolutamente imprevisível – e "imprevenível".
    Tenho uma grande amiga, a Pi, que teve diabetes gestacional na primeira gravidez. Ela cuidou da alimentação e a barriga dela continuou sendo o melhor lugar do mundo para a Isadora, que hoje tem um ano e meio de pura gostosura (e nunquinha teve nada de problema de saúde; nasceu de parto normal super tranquilo e foi amamentada por longos meses).
    E, para você ver como não é nenhum bicho de sete cabeças, a Pi está grávida de novo, esperando desta vez um garotinho que deve chegar no meio de agosto.
    Seu marido tem toda a razão do mundo: juntos, vocês podem tudo. Vai ser bem mais tranquilo do que você imagina. E deixa o Lucas quietinho aí dentro, que a sua barriga É SIM o lugar mais seguro do mundo para ele.
    Beijo bem grande.

  13. Carol, depois de ler o seu post dei uma pesquisada sobre o assunto, mas ler os relatos/experiencias felizes aqui nos comentários foi muito melhor.

    Veja que aquilo que parece ser terrível é apenas mais um item com o qual você deve prestar atenção.
    Vocês são uma família de fortes e podem tudo SIM. Vai ficar tudo bem, certeza.

    beijos

  14. Ô Carol, como você mesma disse, já foram tantas coisas até agora que você conseguiu deixar pra trás e seu filho tá aí, forte e lindão com você. Esse vai ser só mais um obstáculo, que você vai transpor com certeza, não se preocupe muito (sei que pra nós grávidas isso é difícil), mas vai dar tudo certo.

    Beijos

  15. Ô Carol! Florzinha! Fica assim não! É difícil descobrir isso, mas não é bicho de sete cabeças não. Já conheci meninas que tiveram diabetes gestacional e deu tudo certo os bebês nasceram ÓÓTEMOS, e não tem nenhum problema, totalmente saudaveis e felizes!! Vai ser assim contigo tb! Vc já enfrentou cada barra è uma vencedora!! E estamos aqui para te ouvir e te mandar mtas energias positivas para vc se animar novamente e parar se sentir culpa, pq Luquinhas tá crescendo forte e lindão ai na sua barriga que é sim o melhor lugar para ele estar agora! Bjnhus e força na peruca menina!

  16. Carolzitaaa
    Eu imagino que apesar de tudo que ja rolou, seu coraçao deve estar apertadinho de preocupaçao! Super normal! Amada, fica calma, escuta sua medica, faça tudo que ela mandar!!
    Vou estar aqui grudadinha na tela, esperando pra ver o Lucas lindão daqui uns meses!!
    Super BeijO!!

  17. E tem quem entre só pra criticar? Ou até mesmo pra julgar? Custo a entender tudo isso.
    Vou te dizer uma coisa que meu Otto de qse 3 anos fala pra mim: "não se pópupe, tá? vai passar…"

    Beijos.

  18. oh baby,
    depois de tudo o que foi dito, não tenho nada a acrescentar, além da fato de que tenho certeza que tudo vai dar certo e essa sensação ruim de culpa e de inadequação vai passar bem rapidinho.

    a sua barriga e os seus braços são os melhores lugares para o seu bebê, continue se cuidando e daqui a pouco ele estará lindão aí no ninho que vc está preparado para ele. estarei aqui torcendo!

    fiquem bem!
    beijoca

  19. Carol
    Sei de experiência o que vc está passando, mas e isso mesmo, passa. Na minha primeira gestação tive diabetes gestacional e, assim como vc, me senti péssima. Tudo correu super bem, fiz dieta, alguma atividade física e vários exames não muito agradáveis (o xarope é ruim demais) e o problema foi controlado. Não venho de família de diabeticos, mas tenho sobre peso, já havia passado dos 25 anos e sou sedentária nata. O estresse também foi colocado como um fator a ser levado em consideração no meu caso. No exame feito na maternidade, horas depois do parto, tudo havia voltado ao normal. Tive uma gestação anembrionária depois e tudo indicava que o problema voltaria, depois do aborto, tudo normal. Nunca me deram um explicação além do "as vezes acontece". Como será em outra gestação, ninguém sabe.
    Meu filho é um menino de 4 1/2 anos super saudável e ativo, os pediatras disseram que não há por que me preocupar com ele …
    Já eu, bom, por conta disso sou considerada uma pessoa com pre disposição a diabetes tipo II e pelo sim pelo não diminui consideravelmente o cosumo de açúcares (menos as frutas) e carboidratos (menos cereais integrais). Minha sogra teve diabetes gestacional e até agora, passados dos 60, não desenvolveu diabetes II, ela se cuida, mas muito mais pela predisposição a obesidade do que outra coisa.
    Fique tranquila, procure uma nutricionista para acompanhar sua alimentação, controle o ganho de peso, faça atividades físicas leves e os exames de rotina que o médico vai passar a pedir.
    E nada de culpa, a culpa é a maior inimiga da maternidade. O passado deixa marcas bem maiores do que podemos imaginar, mas não pode guiar nossa vida.
    Beijos e abraços desde mendoza.
    Neda

  20. Carol, fique tranquila! Sei que é difícil, mas agora q vc já descobriu o problema, é só seguir a dieta certinha que vai dar tudo certo! Eu conheço inúmeras mamães que tiveram diabetes gestacional e tiveram os seus filhos super saudáveis e sem problema nenhum!!!

    Vai dar tudo certo! 🙂

  21. carol, querida, vai dar tudo certo. muitas meninas passam por isso e têm bebezinhos perfeitos e felizes. que bom que vc conseguiu o diagnóstico logo e vai poder acompanhar numa boa. não pense nessas besteiras do tipo meu-corpo-não-é-bom-o-suficiente. seu corpo é perfeito, está gerando um menino lindo e fazendo por ele tudo o que pode (e sempre o melhor!). pense nas coisas boas. estou fazendo um pensamento superpositivo por vocês.

  22. Amiga não posso dizer pra vc não chorar nem se sentir culpada,pois há quase sete meses atras tbm estava gravida e sei o qto nos culpamos por tudo e nos sentimos mto mal.
    Mas não fique assim fique tranquila e faça oq o medico pedir falta pouco dará tdo certo.
    bjao nessa barriga linda
    May e Rique.

  23. carolita, linda, amada,
    olha só, por mais que a gente queira gravidez não dá espaço pras minhocas todas do mundo entrarem na sua cabeça, até pq berço, carrinho, cômoda, escola, educação, parto, aleitamento já tomam um tempo danado…
    ok, o assunto não é brincadeira, mas deixe as questões brutais para o endócrino, go, e todos os outros profissionais que forem necessários.
    não sei de diabetes gestacional, não mesmo, mas já conheci N pessoas que desenvolveram a doença e hoje estão aí felizocas com os babies dando aquele trabalho danado que só criança saudável pode dar.
    vc já passou por muita coisa, sabe que é forte o suficiente pra encarar mais essa. Lucas já te ilumina de um tanto que até dói os olhos ver as fotos. Pedro é um pai lindo e fofo, todo cheio de dengos e cuidados.
    sua vida é linda e ó, tens amigas pacas, mandando abraços de panda aos montes e assoprando toda energia positiva existente no universo praí, inclusive eu.
    bjo bjo bjo e nos mantenha informadas.

  24. Ah Carol, que peninha…Mas ó, fica assim não…é normal se culpar, faço isso que é uma beleza! Mas agora que já sabe o problema, siga direitinho o que a médica disser, como a dieta e os exercícios e tente trocar a farinha branca pela integral na alimentação! Nem é tão dificil, só no inicio! Vc viu as meninas aí em cima que passaram por isso? Tudo acaba dando certo!!!
    Qq coisa estou aqui!
    Beijokas pra vc e pro seu Luquinhas!

  25. Carol,
    e so se cuidar nas comidas
    e comer de forma mais saudavel nao quer dizer comer mal.
    Vc pode comer bem sim!
    E vc nao è a primera nem a ultima em passar por isso.
    Tbm vim pra casa com glicose/glicemia no limite e me cuidei…
    alias, vc nao esta no começo, esta mais da metade da gestaçao avançada, entao vc nao sofrerà por mto tempo uma dieta!
    Força, q vcs podem sim!
    e se vc tem o amor e companherismo do marido ai, mto melhor!!!
    Nao esqueça, vc nao vai deixar de comer o q gosta, vc vai comer de forma mais saudavel.
    bjs.

  26. Oi Carol,
    Eu passei por algo parecido. Quando eu estava aproximadamente na metade da gestacao eu nao me sentia muito bem e meu GO pediu uma curva glicemica. O resultado mostrava uma alteracao na glicemia mas nao indicava a diabetes gestacional, mas eu fui tratada até o final da gestacao como se tivesse a diabetes gestacional.
    Nos primeiros dias me senti igual a voce. Senti muita culpa e muita tristeza.
    Logo fui a uma nutricionista e comecei a fazer minha nova alimentacao.
    Preciso te dizer que no comeco nao foi facil, mas me adaptei completamente e fiquei super bem.
    Acho que foi a melhor coisa que poderia ter me acontecido na gestacao pois sempre tive problema com peso (excesso) e isso me fez cuidar 100% da minha alimentacao. Só engordei 9 kg no total e foi super tranquilo no pós parto.
    Acho que é normal esse sentimento, mas vai passar.
    Agora voce tem que se cuidar mais ainda. É chato pois temos que abrir mao de algumas coisas que temos vontade, mas eu sempre pensava na Bel.
    E olha só, minha Bel tá lindona, nasceu de quase 38 semanas. Eu entrei em trabalho de parto, mas ela nasceu de cesaria. Tudo bem.
    Espero que seu coracao se acalme e mais uma vez eu vou dizer: seu maridao é demais!
    Um grande beijo com carinho,
    Paula

  27. Carolzita, como Enfermeira posso te dizer sem medo de errar, relaxa! Cuidando da alimentação e se possível fazendo um exercício leve, sua gravidez vai ser tranquilissima como de qualquer outra gestante sem diabetes. Não se culpe, não foi por nada que vc fez ok??
    Lucas vai nascer saudavel, na hora certa e só vai ter trazer alegrias.
    beijocas

  28. Carol
    Sempre venho aqui mas nunca comento. Hoje sinto que posso te ajudar. Quando estava na mesma época da gravidez que você também fui diagnosticada com diabetes gestacional. No inicio fiquei muito abalada achado que tinha feito escolha errada na alimentação ou que não tinha me cuidado, mas depois com o tempo fui me acostumando com o assunto e me informando e vi que pode acontecer mesmo não tendo feito nenhum exagero. Passei em uma nutricionista que me ajudou a controlar o índice de açúcar no sangue. No inicio e bem chatinho porque tinha que medir as taxas de açúcar no sangue toda hora. Comprei aquele aparelho de medir a diabetes e media sempre em jejum para saber se estava alta ou baixa o índice glicêmico ai escolhia o que comeria dependendo de como estava a taxa poderia comer pão com leite normal ou apenas uma fruta, antes do almoço também tinha que medir e ver o comeria e no jantar também. Pra não me perder com tantas medições fiz uma planilha de excel e anotava tudo e se tinha tido algum sintoma , isso também era muito útil quando tinha que passar no médico. No inicio parece complicado mas depois você vai no automático.Eu acho bem importante passar em uma nutricionista pois ela vai te mostrar quais os alimentos adequados para o seu dia-dia. Indicar os alimentos certo para quanto o índice estiver abaixo ou alto. Com o tempo nem precisa medir toda hora. E bem no final da gravidez fui liberada a comer algumas coisas mais gostosas porque estava ficando com o índice bem baixo.No final deu tudo certo a minha filha nasceu muito saudável com 39 semanas parto normal sem nenhum risco. E logo após eu voltei a ter os índices normais como antes .
    Espero ter ajudado e fico aqui orando que tudo corra bem para você e com o Lucas.
    beijos e fica com Deus.

  29. Flor, pensei em você a noite inteira, até comentei com o Gu que estava preocupada. Que bom que você ligou pra médica. E no decorrer do dia você já estava bem preocupada né? Sexto sentido de mãe é uma coisa mesmo. Mais ó, tenho várias amigas que tiverem Diabetes Gestacional e seus filhos nasceram lindos e saudáveis. Apesar de assustador, é super comum e com o acompanhamento adequado tudo dá certo. Acho que sua médica deve pedir outro exame pra se certificar. Fica calma que vai dar tudo certinho, tenho certeza! Não leia nada na internet que é o pior lugar do mundo pra se informar, você sabe. Fique em paz. Juntos podemos tudo mesmo. E eu estou aqui pra te dar a mão, viu, amiga!
    Logo mais conversamos por msn!
    Um beijão!

  30. Carol, o diagnóstico tá fechado mesmo? Porque uma alteração na glicose não necessariamente significa diabetes gestacional. Pode ser um início, um alerta. Normalmente dá pra controlar. Em todo caso, nada que justifique interromper a gestação antes do tempo. Quer um relato positivo? Procura "petrina VBA3C" no you tube. Gestante com mais de 35 anos, obesa, com diabetes gestacional, sedentária e três cesáreas prévias, bb de mais de 4kg. E pariu! Conheci pessoalmente a parteira dela. Vou caçar o relato no meu email e te mando.
    Bjolas e não deixem tirar o Lucas da casinha antes da hora!

  31. Carol. a culpa NÃO é sua, pode acontecer com qualquer pessoa, e eu sei que vc vai pensar "porque comigo", eu tbem pensaria, mas Deus não dá uma cruz maior do que podemos carregar, e se tudo isso aconteceu com certeza foi por um propósito bom, pra vc ficar ainda mais forte do que já é, tente sim ficar tranquila e se apoie nas pessoas que te amam, vc tem um marido maravilhoso, se aproveite disso, confie na sua médica, e TUDO vai dar certo, seu filho nascerá saudavel e vai ser seu maior prêmio no final de tudo isso, bjos estamos com vc sempre!!!

  32. OI, adoro ler seu blog! não te conheço, mas também moro fora, engravidei, e tive diabete gestacional! no começo fiquei sem saber direito o que era, me achando a maior culpada! mas depois, só com dietas ficamos bem! a parte ruim é controlar furando o dedo toda hora, mas isso é pequeno perto de toda alegria de ser mãe!!! meu filho é super saudável e não foi afetado em nada!!! hoje, ele está com 3 anos… e eu pensando em dar um irmãozinho(a) para ele!!!! super beijo!!!!

  33. de gravidez e de diabetes não sei nada, mas venho sempre aqui e torço por você. da googleada rápida que dei, vi que você não tem culpa demais, por mais que o nosso caminho seja sempre se culpar. você não tinha sobrepeso, não engordou demais na gestação, nada disso. as coisas acontecem. e a melhor vantagem desse século é que a medicina é bem avançada e as coisas são tratáveis. então se trata. cuida bem do lucas. não deixa o medo de te pegar não.
    um beijo

  34. oi carol ,eu tive diabete gestacional,fiquei com pressão alta,obesa 110 kg rsrs (ri pra não chorar),minha médica disse que na gravidez tudo aumenta,o suor ,corrimento,etc e isso descontrola um pouco nosso ritmo,mas foi tudo bem na minha gravidez,tive meu bebe com 40 semanas,coma sempre de 3 em 3 horas pode ser uma bolachinha de água e sal,uma fruta,barrinha de cereais,carolzinha não chora não,te acho tão divertida,sei que não somos alegres todo tempo ,mas esse é o melhor momento da sua vida,se cuida seja muito feliz,beijocas

  35. Carol, eu fiquei em alerta no final da minha gravidez pq corria o sério risco de desenvolver a Diabetes Gestacional. Tudo graças aos 30kg que eu engordei (eu comia muito mesmo! por pura ansiedade). Não cheguei a desenvolver, graças a Deus pq fiz dieta forçada. Mas pelo que me li sobre tudo na época, dieta resolve e segura bem. O bebê não nasce c/ a doença necessariamente e em vc vai passar logo que ele nascer!
    Relaxa a cabeça e cuida do corpo! Só isso!
    Boa sorte!
    Lucas vai chegar na hora certa e lindo de viver!!
    Beijinhos,
    Bibi

  36. ô minha querida…. fica bem, fica tranquila e atenta… diabetes gestacional é super comum, e não tem como te culpar (ok, talvez culpar seu corpo, mas você não podia fazer muita coisa para evitar). fica feliz, fica tranquila, sem medo, três meses passam logo, curte o momento.

    beijo enorme pros cinco aê.

    :))

  37. ôh queridona! Pensa em quanta coisa boa Lucas está recebendo de você e vice e versa. A notícia é chatinha, a situação deixa tudo mais sensível, mas fique tranquila que tudo ficará bem. Você conquistou tanta coisa nos últimos anos, passou por tantas outras e sempre saiu com o sorriso no rosto, não é mesmo? Você é uma guerreira e Luquinhas está super bem com você e logo logo estará em seus braços.

    Beijo enorme querida! Fique em paz!

  38. Relaxa amiga, isso não é nada grave, você será bem diciplinada e comerá apenas o que pode e fará bem! Conheço várias pessoas que tiveram diabetes na gestação e o bb nasceu mega saudável e lindo, não será diferente com você!!! Sorte e bom início de mês…

  39. oi Carol

    assim como a contagem das semanas e trimestres e tudo mais, acho que o Luquinhas não tá nem muito aí não com o que dizem aqui fora. Ele gosta mesmo é da mãe dele, que se preocupa com cada coisinha pro bem estar dele… Nada do que vc fez poderia ser diferente ou melhor, Carol. Luquinhas tem sorte de ter uma mãezona como vc! :O)

    Vai ficar tudo bem!

  40. Carol,
    É difícil as mães se livrarem do sentimento de culpa, sempre acontece alguma coisa que a gente pensa que poderia ter evitado.
    Mas pense no presente e no futuro, tenho certeza que você vai seguir as orientações da sua médica e vai ficar tudo bem!
    Não fique perdendo muito tempo no google com isso que você só vai se assustar e não vai resolver nada.
    Estou fazendo pensamentos positivos por você e pelo Lucas!
    Camila.

  41. Carol, não sei absolutamente nada sobre o assunto, mas ler os comentários acima me deixou mais tranquila pois não é uma coisa tão incomum, e apesar de ser chato pois não pode comer qualquer coisa eu sei que vc, Pedro e Lucas vão tirar de letra, afinal como vc disse juntos podem tudo, tudo mesmo! Saúde e bons pensamentos lindona!

  42. Fica assim não, a diabetes é totalmente controlável, minha mãe conseguiu ter diabetes e pressão alta na minha gestação, e eu nasci lindona (cof cof) de parto normal com 42 semanas de gestação. Ela fez sim uma dieta, e chegou a ficar internada por precaução, mas nada aconteceu! Além de uma bebê gordinha ( e linda, euzinha!).
    Sabemos que não é o ideal, mas é controlável e vc o Lucas e o Pedro vão tirar isso de letra. Duro mesmo é ficar sem coca e Mac… Mas será temporário!!!
    Agora, se prepare para um meninão, já que uma consequencia da diabetes são bebês grandes, fora carregar um tourinho nos braços, nada de mais acontecerá, vc vai ver!

    Bjinhossssss

  43. Eu sei que a gente se sente culpada quando descobre qualquer coisinha fora do normal durante a gravidez. Comigo foi assim em relação a anemia. O pior é que não tem jeito de normalizar os meus índices de hemoglobina, estou há 2 meses e meio cuidando a alimentação e tomando remédio.
    Mas é na alimentação a minha briga. Maridão opina, nutricionista sugere, eu tento. Enfim, a gente vai fazendo o que dá. Logo tenho exames de novo e vamos ver o que vai dar.
    Fica tranquila, Carol. Com um bom acompanhamento médico vai dar tudo certo!

    Beijos, Ananda.

    http://projetodemae.wordpress.com/

  44. Oiiee..Carol, sei o que vc está sentindo pq tb passei por isso ! Chorei horrores na clínica depois do resultado, me senti SUPER MEGA HIPER culpada..cheguei em casa e corri pro google..mais culpa e preocupação ! Aí tive consulta com uma nutricionista que me acalmou e me ajudou com um cardápio equilibrado. Mas que não resolveu muito meu problema, tive que partir pra medicação, aí ficou tudo beleza ! Meu bebe cresceu e engordou o tanto que ele precisava, nasceu de parto normal com 40 semanas, forte e saudável, com sua taxa glicêmica super normal e nem precisou de medicação. No começo vai ser difícil, principalmente se vc gosta de massas e doces, mas a maternidade é assim mesmo, cheia de sacrifícios ! Depois vc se acostuma, e hoje eu dedico a esse controle que tive durante a gravidez a facilidade em perder todo o peso (engordei apenas 8.5Kg) e mais alguns depois que o bebe nasceu !
    Força na peruca que vai dar tudo certo !
    bjs

  45. Carol, não sei nada sobre o assunto e nem conheço nenhuma história pra te contar. Mas deixo aqui o meu apoio e a minha torcida. Vou aproveitar que tô de férias forçadas e pesquisarei horrores na internet, devo encontrar matérias e afins explicando sobre e algumas histórias de sucesso também. O que eu achar de relevante mando pro seu e-mail. Mas relaxa, nós sempre temos essa tendência de achar que fomos as culpadas por isso ou aquilo. Eu mesma quiz me culpar pelo descolamento. Não se culpe minha querida, apenas corra atrás do prejuízo, vai ficar tudo bem. Beijokasss

  46. Ei Carol!

    Venho aqui todo dia porque AMO seus posts. Me delicio de verdade com essa leitura.

    Quero te dizer pra ficar tranquila. Eu sou diabética. Já era diabética 5 anos antes da Sofia nascer e tinha muito medo porque ouvia um monte de coisas assustadoras. Mas fiz tudo direitinho, caminhei, controlei a alimentação e Sofia veio linda e saudável, super dentro do peso esperado.

    Fica tranquila que tudo se resolve. Se precisar de qualquer coisa, estou super a disposição no flordesofia.blogspot.com

    Bjs pra vocês 3!!!!

  47. Minha amiga
    olha, não sei quase nada sobre o assunto. mas conheço duas mocinhas que tiveram diabetes gestacional e seus filhotes nasceram de parto normal, lindos, espertos e super saudáveis. Lembro que cuidaram bastante a alimentação, mas não tiveram nenhuma complicação por conta disso.

    Que tu é uma mãezona maravilhosa eu não tenho a mínima dúvida. Que tu faz o teu melhor pro Luquinhas, também não.
    Então queridona, tenta te dar um desconto. Não te culpa não… isso vai além da tua vontade.
    E tua barriga não só é o melhor lugar do mundo pro teu filho, como é o único lugar do mundo que ele podia crescer e se desenvolver.

    Nunca esquece que vocês são fortes, guerreiros e invencíveis. Já passaram por tanta coisa e vão passar por mais essa coisa chata!

    E o Pedro tem toda razão. Juntos vocês podem tudo!
    E eu tô junto também.Sempre mandando as melhores vibrações pra vocês.

    beijo enorme e um abração apertado

  48. Carol, fique tranquila… Por muitos dos comentários acima, deu pra perceber que com um pouquinho de cuidado extra tudo se resolverá. E logo, logo você terá seu bebê lindo e gostoso e cheiroso nos seus braços!

  49. Carol, vc é a pessoa mais guerreira que eu conheço. A vida vira e mexe te dá uma rasteira e vc, depois de sentir e sofrer, levanta a cabeça, coloca uma música e sorri de novo.
    A barriga é sim o melhor lugar pro Lucas nesse momento, e juntos vcs três podem tudo. Gostei dos relatos das meninas aí em cima, muitas contaram suas experiências e podem te ajudar melhor que eu.
    Coragem querida!
    beijos

  50. Carol, visito sempre o seu blog, mas comento muito pouco. Ao ver este post decidi dar uma força. Parei quando vi tanto post legal e de pessoas que vc deve ser mais próxima. Por outro lado, decidi que um pensamento positivo nunca é demais. Então, resolvi escrever. Tudo isto para te dizer que não sou mãe (ainda) e pouco sei da diabetes gestacional. Só sei que pode acontecer com qualquer pessoa e que dentro das dificuldades que vc narra e supera todos os dias, essa será mais uma para contar histórias. Pense positivo. Pense no seu filhote e todo esse amor fará com que a vida seja mais bela. Here comes de sun!!!! (lembra?)

  51. Carol, fica tranquila que isso é muito comum. É só fazer um controle maior nessa reta final da gravidez, fazer exames de controle de glicose direto e comer direitinho tudo o que a médica recomendar. O exercício também ajuda muito. Uma amiga minha teve. O filho dela nasceu super saudável, sem problemas. Ela me falou que foi em uma nutricionista e ela indicou uma batata que se chama Yacon pra ela comer. Essa batata ajuda a diminuir a glicose no sangue, ela disse que parece uma pêra. Você descasca e come como se fosse uma fruta. Não sei qual a origem dessa Yacon, mas veja se aí na Argentina tem pois ajudou ela demais. A glicose dela no final da gravidez normalizou. Ela comia pelo menos 1 Yacon por dia.

    Beijos e fica com Deus.
    E tenha certeza que Lucas está no melhor lugar onde poderia estar, na sua barriga. Fica firme que ele virá no tempo certo e super saudável.

  52. Carol, eu comento pouco, mas queria dizer que você vai superar essa e o Lucas vai nascer lindo e saudável. Você já é uma maezona e todos que acompanham o blog sabem o quanto vc é guerreira e vai se esforçar pra lidar com isso da melhor maneira.
    Não se culpe, fique tranquila pense positivo!
    Estou torcendo por você!

  53. Oi Carol!

    Tive as coisas mais temidas na gravidez: diabetes gestacional e pré-eclampsia. Como lia muito na época de grávida (ainda leio quando dá viu, rs) sabia dos perigos e fiquei bastante triste quando soube da diabetes. A pré-eclampsia eu só soube um dia antes de ter. Mas depois que soube o que o açucar e os carboidratos estavam fazendo com a morada do Iury, meu corpo, tratei de levar BEM à sério a dieta. Todo mundo me elogiava e, pra mim não era esforço algum, era uma meta! E consegui. Controlei a intolerância e meu bebê se desenvolveu normalmente. E, depois que ele nasceu, não tivemos nada mais de diabetes no histórico.
    E teve também a pré-eclampsia, já entrando nos 9 meses, 36 semanas, me veio uma pressão de 15/9, mas que me causou um medo muito maior, e que mesmo assim, não interferiu que meu gordinho viesse ao mundo lindo de viver! Graças a Deus! No fim deu tudo certo.

    Então é isso, não tenha medo, tudo vai dar certo com você também. Espero ter ajudado. Tenho certeza que, vendo sua dedicação de mãe, você e Luquinhas vão tirar de letra. Qualquer dúvida é só perguntar!

    bjo nos dois!

  54. Querida num fica tite, é claro que vai ficar tudo bem com vc e com o Lucas príncipe encantado. Fica tranquila. A prima do Ri teve 3 filhos, 3 diabetes gestacionais, 3 partos naturalíssimos, 3 bebês lindos saudáveis e com 4kg.
    Vai na nutri, se alimenta direitinho e TUDO, absolutamente TUDO VAI FICAR BEM. Hoje e sempre.
    um beijo grande!

  55. Carol … se sinta fortemente abraçada por mim agora.
    Fica tranquila e tenha fé !
    Lembre-se Deus está contigo, ao seu lado.
    Tudo vai dar certo e o Lucas irá nascer no tempo certo e com muita saúde.
    Beijos!

  56. eu acompanho seu blog mas nunca comentei…
    pára de drama menina!
    tenha em mente que a gravidez é o caminho, que é a viagem, muitas vezes difícil… mas a recompensa vem, será pra vida toda, e qquer problema na gravidez será lembrança esquecida no passado.
    que Deus te abençoe, te proteja, que esteja com vc

  57. Carol, ainda nao li sobre o assunto. Afinal, tenho medo de conhecer o que pode machucar meu pequeno. Evito qualquer coisa ruim, e as vezes acho que isso ano pode ser assim, que devo estar pronta e ser conhecedora de qualquer coisa. Mas já li muitos blogs de gravidas que desenvolveram a diabetes e com a ajuda de um medico legal e Fe no fim tudo saiu perfeito.
    Torço muito por você e pelo seu lucas.
    Beijao

  58. Olá Carol…
    Acompanho seu blog faz tempo, adoro seus textos, mas nunca tenho tempo p/ comentar. Mas dessa vez fiz questão de me manifestar, pois acho que posso te ajudar um pouquinho. Sou Nutricionista formada há 5 anos pela UERJ e estou grávida de 5 semanas (pequeno detalhe gostoso que já venho sonhando há 1 ano). Nessa minha caminhada profissional já atendi muitas futuras mamães com diabetes gestacional e graças a Deus, todas que passaram por mim até hoje, não tiveram nenhum tipo de complicação! Recomendo que procure um nutricionista por aí onde mora e siga as orientações corretamente que dará tudo certo se Deus quiser. Geralmente o diabetes gestacional não perpetua após a gravidez, ou seja, depois que seu baby nascer, as taxas de glicose voltarão ao normal, salvo apenas alguns casos em que a mulher já tem alguma pré disposição ou que não se cuidou direito na gestação. Outra coisa que pode te ajudar: a dieta do diabetes não é das piores!! Pense que existem outros tipos de dieta bem mais restritos e difíceis de serem seguidos (tipo: cirrose, renal…). Provavelmente terá que usar um adoçante dietético no lugar do açúcar, evitar doces e controlar os carboidratos, comendo de tudo porém moderadamente. Enfim… Não deixe de procurar um nutricionista, pois ele vai te orientar direitinho no que fazer e tenho certeza que dará tudo certo.
    Boa Sorte
    Mil Beijinhos em vc e no seu baby
    Roberta

  59. Carol, a culpa faz parte da vida de toda màe e vc terá que aprender a lidar com ela ( se conseguir me ensina, pq eu não tô conseguindo! Rsrsrs ).
    Toda mulher qdo engravida tem uma tendência maior para desenvolver diabetes, e vc não é nenhum monstro por isso. Reavalia sua dieta e tudo vai ficar bem com vc e om o Lucas.

    Um beijo, Luanda.

  60. Linda, tenho passado aqui mas nem to comentando ou mandando email pq ta tudo corrido…
    ao preocupa nao. Super normal de acontecer. O chato é que vc vai ter que evitar algumas coisinhas agora no fim da gravidez mas isso faz parte. Seu nenem vai chegar lindo e perfeito pode crer!

    beijos
    Ana Beatriz

  61. Xará, nunca comentei, mas como recém mamãe fresca de um bebê lindo e fofo de 3 meses não posso deixar passar. Sempre fui gordinha. Ouvi trocentas merrecas na gestação, do tipo: Carol, cuidado com doce. Carol, não toma coca. Carol, não isso, não aquilo. Bláááá.
    Até que decidi ouvir apenas o médico, cuidar um pouco mais da alimentação, não exagerar, e SER FELIZ!Sim, curta sua barrigola linda, se preocupe só o necessário e tenha a certeza que tudo dá certo. Prá mim deu, pq com vc seria diferente não é?E passei vários apuros, noites sem dormir, medos, inseguranças, culpas, tive alergia, tomei remédios fortíssimos. E cá estamos nós felizes e saltitantes!! 🙂
    Beijos na família.

  62. Querida, vai dar tudo certo, chorar, ficar triste, sentir culpa faz parte do processo, eu tive uma infeccao renal muiiiiito seria, resultado de um erro medico aqui na Holanda, tb tive pressao alta, mas olha, deu tudo certo e meu menino nasceu lindo e saudavel!
    Acredite, nenhum lugar eh melhor doque junto daquele que amamos e nos ama mais que tudo, nenhum lugar eh melhor que seu ventre e seu filhotinho ta bem feliz ai dentro! =)

    Ah sim, minha tia teve diabetes gestacional, na epoca ela tinha 32 anos e tava gravida de gemeos, isso foi ha 16 anos,e mesmo morando numa cidadezinha do interior sem muitos recursos as coisas deram tao certo que eles nasceram super saudaveis de parto NORMAL (imagine vc) e depois nao teve nem sinal de diabetes. =)

    Boa sorte e seja muuuuuuuuito feliz!

  63. Carolzinha…não se culpe! Sei que é difícil não nos culparmos e não ficarmos com caraminholas na nossa cabecinha de grávida…mas, tenha a plena noção que seu ventre é o melhor local do mundo pro seu filhote! Tenha calma e fé…vai tudo dar certo, vc terá o seu baby lindão, que te encherá de alegrias para o resto da vida! Siga tudo o que o médico mandar e curta a barrigola, viu???

    Beijoconas pra vc e pro baby lindão! Forças pro papai! Que ele sempre te motive e lhe passe segurança!

  64. Xará,

    A culpa não é sua.
    Não tem como calcular esse tipo de coisa.Tem gente que precisa de um detalhe a mais nas histórias pra ter graça ( é o jeito bunitinho de dizes que pra algumas tudo é mais chato, mais difícil- inclusive sou uma dessas)rs*. Mas depois passa, believe me.
    Agora é só buscar seguir tudo direitinho… que tudo vai dar certo.Pronto.
    Expulsa a culpa da sua vida.
    Porque depois q nasce a tendência e a culpa dominar….rs* Então segura ela desde já!
    Nada é do jeito que a gente imagina, sonha, idealiza…Na real tudo é sempre mais punk. rs*
    Te leio sempre…e fiquei xoxinha com esse post. Não é nada culpa sua. Ok?
    Fique bem. Vc e o Luquinhas.
    obs: e se ele pudesse falar diria o qnto você é boba – ele prefere sim ficar na barriguinha da mamãe. 😉

  65. Carol, uma amiga que tem uma princesinha linda de 2 meses e meio passou pelo mesmo problema. No caso dela foi mais forte porque, como mora na Alemanha, seu médico nem era fofo como a sua, e a tratou super mal. A Clara nasceu prematura e hoje, como eu disse com 2 meses e meio, está ÓTIMA! Linda, sorridente, uma bola com suas roupas do inverno europeu.

    Segundo a mamãe da Clara, a tristeza que ela sentiu, a culpa e muitas coisas parecidas ao que você colocou foram difíceis, mas o mais difícil foi a falta de carinho daquele lugar estranho. Sorte que você está em um meio tão querido.

    Vai dar tudo certo, é algo mais comum do que imaginamos (isso escutei na época da minha tia que é pediatra). E não se sinta culpada por se sentir assim, afinal, isso é sentimento de mãe! Tenho certeza que sua preocupação só é mais amor que o Lucas sente. Ele sabe que tirou a sorte grande com a família que tem!

    Muitos beijos, querida!

  66. Carol minha querida,
    Não se preocupe, uma pessoa linda, cheia de vida e energia que está levando essa gravidez tão a sério não tem do que se preocupar.
    Aposto que você já deve ter começado uma dieta especial, cortado alguns alimentos e deve estar toda saudável! Continua a seguir as recomendações médicas e não só tudo vai dar certo, mas você também vai poder controlar bem o seu peso e voltar a sua bela forma sem ter que se preocupar uma vez que o Luquinhas nascer.

    Te desejo o melhor! 😉

    Marina

  67. Li o seu post ontem, mas não sabia bem o que escrever e nem queria passar por aqui sem te dar uma força, mesmo que virtual.

    Acho que muito gente já falou coisas legais lá cima. Então é isto mesmo: seguir as orientações do médico, do nutricionista, que tudo se encaixa.

    Pode se culpar, porque a gente se culpa mesmo ainda mais com um baby na barriga, mas desejo que quando o Lucas estiver nos seus braços, saudável e feliz, vc nem se lembre desta fase. Ela será mais uma que virará ensinamento e crescimento lá pra frente. Eu torço pra isto!

    Bjs!

  68. Carol… sempre acompanho suas histórias, ainda não sou mãe mas morro de vontade… fica preocupada não.. vc vai ver q vai dar td certo.. e o luquinhas vai chegar com saúde pra dar e vender!!! 😉 se serve de consolo, minha tia teve diabetes gestacional na gravidez do último filho e hj o bbzão já tem 30 anos…Bjos

  69. Oi Carol, li seu blog ainda antes de eu ficar grávida e me identifiquei demais com suas "baby bobeiras" (mas acho que nunca tinha escrito aqui!)
    Há muito tempo não vinha pois também fiquei grávida – e bodeada, diga-se de passagem – e agora minha pequena está com 2 meses.
    Só hoje tive tempo de voltar aqui e ter a agradável surpresa que vc tá grávida e já com um barrigão!
    A gravidez é uma prova de fogo, pra mãe e pro filho. Eu me sentia culpada por achá-la até chata… pois tive umas ziqueziras aí meio desagradáveis. Querer o seu bebê do lado de fora é algo muito natural, mas não porque vc o faça mal, imagina! Sem você o pequenino aí dentro não teria a forminha que vai moldá-lo para o mundo. Essas situações que a gente não controla no fim servem como meio de aproximação de vocês 3, pai, mãe e filho. Se cuida bem que logo seu pequeno tá aí nos seus braços e tudo isso será uma vaga lembrança, garanto!
    As melhores vibrações pra vocês,
    Gabi

  70. ô, flor, cheguei atrasada.
    tanta gente que te adora já disse tanta coisa legal que eu só vou fazer é mandar um beijo e um abraço beeeem apertado, pra que tudo fique bem (tenho certeza) e pra que vc não sinta muita falta do maledito açucar..
    beijo, abraço, tudo tudo.

  71. Oi, Carol estou meio atrasada, mãs é que eu sou mãe de uma bebê de 6 meses, sem juízo que resolveu gatinhar, subir nas grades do berço e dar um cochilo de meia hora por dia, estou exausta e sem tempo,
    não entendo nadinha de diabetes gestacional, mas vejo que é comum, então e´algo contornável né? Que bom, logo vc está com seu Lucas nos braços, e ficando maluquinah igual eu, por enquanto se cuida para cuidar dele 😉 e tudo fica bem.
    bjs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *