Gentes, to besta com a participação de vocês no post anterior! Foram muitos comentários e alguns emails ótimos, cheios de carinho, fotos, links, marcas e experiências pra compartilhar. QUE DEMAIS! Acho que é o post mais útil ever deste blog! Acho que vou por um link especial aqui do lado pra ele, porque é pra consultar sempre! Brigada mesmo, nem tenho palavras pra agradecer.

Na verdade, tenho sim, muitas palavras. Pra contar pra vocês quais foram as decisões que tomamos a partir das opiniões que recebemos. Confirmamos algumas coisas e mudamos drasticamente outras.

É lógico que o que eu pedi foram apenas dicas, abri o espaço pra gente bater papo e se ajudar. E também é óbvio que a decisão final é minha (e da Nossa Senhora do Cartão de Crédito, muito bem citada pela Amanda). A gente erra nas compras a vida toda, né não? Quem nunca comprou uma blusinha liiiinda e só usou uma vez ou ficou no armário pra sempre com etiqueta? Imagina comprar pra um bebê que ainda nem existe no mundão aqui fora, que eu nem sei como será, que preferências terá, se vai dormir no berço ou não? Doideira mesmo.

Estou partindo de uns pressupostos meus, de como quero que o Lucas viva e como acho que será a nossa dinâmica em família. Mas sei que vou errar, que vou correr pra uma loja em algum momento pra comprar uma coisa de ultima hora e tal. E tudo bem, to preocupada com isso não.

Uma última coisa a ser considerada: ok, eu moro na Argentina. Mas sou meio nômade. Não só de país, mas também de bairro, de rua, de apê. Minha graça é fazer uma mudança, gente. ADORO. Mudei de bairro/casa/cidade/país por 5 vezes nos últimos 5 anos. Entonces, comprar essas coisas ultra-duráveis (tipo berço que vira cama, que vira beliche, que fala e sai andando depois de 8 anos) me dá um certo nervosinho. Porque a qualquer hora posso querer vender tudo e me mudar, então fico com coceira quando vejo que to acumulando trambolhos demais, planejando muito longe demais. Não funciona, simples assim.

Mas bem, vamos aos itens:

Berço
Decidido neste modelo abaixo (essa é a foto do exato que vou comprar):

Comentaram da proibição das grades que abaixam nos EUA, mas nunca ouvi falar desse problema aqui na Argentina (nem no Brasil) e, por enquanto, a questão conforto ganhou. É um berço bem simples (também os móveis serão simples) porque o quarto em si já vai ter um rococó-master nas paredes (e isso é assunto pra oooutro post e já adianto que é idéia do imaginativo Maridón), então ficaremos no basicão mesmo. Não é caro, posso doar depois ou deixar sem culpa pro segundinho. Quando o Lucas enjoar desse treco, a gente troca por uma cama de solteiro mesmo (com grades) e aí adaptamos. E depois, muito bem lembrado pela Paula: quando o Lucas der uma crescida, pode ser da gente querer dar uma renovada no quarto e aí pensando na cama já seria uma coisa mais com cara de menininho e menos cara de bebê.

Roupeiro de duas portas + cômoda + mesinha pra por do lado da poltrona
Também mostro as escolhidas definitivamente:

(ignorem os puxadores coloridos dos móveis abaixo, será tudo no estilo da foto acima, branquinho e redondinho – seguro, clássico e mais fácil de limpar)

ou

(ainda nao fechamos se terá portas de vidro ou nao – o que acham?)

No quarto do Lucas já existe um armário embutido. Porém, o dito-cujo está todo ocupado pelo Maridón. Pra coisas maiores, até dá pra usar o espaço, mas pensamos no roupeiro de duas portas pra não misturar as coisas (principalmente no começo). Sobre a mesinha lateral, vou ver na loja se dá pra trocar as duas gavetas debaixo por prateleirinhas, aí boto os livrinhos do pequeno mais pra frente (sugestão que vocês deram nos comentários, gostei!).

Poltrona de amamentação
Vou comprar, tenho espaço, todo mundo apoiou, ótimo. Fogo tá sendo encontrar o modelo. a única que gostei até hoje é essa, ó:

Mas essa criança custa dois mil pesos. Gentes. MIL realidades. Ok, nem é a coisa mais cara do mundo (não sei quanto custam no Brasil, mas ouvi falar que na Abracadabra tem umas honestíssimas saindo por 300 reais – muito mais digno). Fora que essa tem o sistema de balanço embaixo, que me disseram aqui que dificulta pra sair com o bebê no colo. Ai, não sei o que fazer. Acho que vou levar um saco de 5 quilos de arroz pra loja, botar no colo e ficar sentando e levantando pra ver qual é. Ou pelo menos ver se posso tirar esse item depois de um tempo (quando a minha paciência acabar, hohoh).

Pra ficar em casa: bebê-conforto, carrinho ou berço-desmontável?
Vou falar de segurança pra carro e carrinho mais adiante no post. Por agora, comento que decidi MESMO comprar o berço-desmontável. Pra ficar no meu quarto enquanto o baby for pitico e eu tiver insegura de por no bercinho dele, pra ter mobilidade pela casa, pra levar nas viagens e pra servir de cercadinho quando ele for maior. Como tenho dogs, não dá pra contar com cadeirinhas ou colchões que fiquem diretamente no chão o tempo todo, preciso de uma opção que isole os seres que vivem comigo. Claro que pretendo estimular meu filho a ficar no chão, mas, com cachorro em casa, isso requer supervisão e o cercadinho seria exatamente pros momentos de supervisão mais “de longe”, digamos. Gostei muito das cadeirinhas de atividade que me sugeriram (e dos tapetinhos também), mas acho que não são prioridades, então vou deixar escolhidos, mas não vou correr pra comprar isso agora (dica ótima da Paloma, aliás: vou escolher um monte de coisa e só vou comprando conforme for sentindo que preciso! Tranqueiras-free é meu lema).

Banheira
Tava totalmente sem idéias pra esse item e vocês iluminaram muito a minha mente. Maridón tá doido por essas altas e com trocador, mas eu tenho a sensação (confirmada por muitas) de que isso fica inseguro muito rápido e nada como uma boa cama grande pra jogar o baby em cima e trocar em segurança quando ele começar a querer sijogar do trocador. Eu penso assim: como minha casa tem calefação central, no inverno tudo estará quentinho mesmo, nem tenho motivo pra levar a banheira pro quarto por causa de frio, essas coisas. Meu banheiro é grandão, dá pra ter uma banheira simples e com suporte fora do box, sem atrapalhar ou atravancar nada. Sendo assim, to inclinada a comprar uma simples e um suporte desmontável. Quando eu achar que não tá mais seguro deixar a banheira no alto, adeus pro suporte e fico com a banheira encaixada dentro do box (ou dando banho de chuveiro mesmo, vamos ver o que rola). Muitas sugeriram a Tummy Tub e eu e Maridón AMAMOS a idéia desde sempre, já super faz parte dos planos ter uma dessas (e também super parte dos planos todo e qualquer tipo de molhadeira: piscininha, banho no chuveiro com a família toda junta, banho de chuva, de mangueira… amamos uma aguinha, hohoho).

Carrinho e segurança pro carro
Essa é uma discussão SEM FIM. Acho que é como comprar celular ou computador: sempre vai ter alguém pra te dizer que existe outra opção mais moderna, rápida, compacta, segura, econômica. Ai ai. Chega uma hora que você precisa fechar os olhos e sijogar e confiar. Porém, uma coisa importante mudou: vamos ter o bebê-conforto sim. Muitos motivos e relatos a favor e muitos motivos e relatos contra a cadeira 0-18 kg. E um argumento da Mari que me ganhou: do dia que você vai ao restaurante, bebezico tá dormindo no carro e você tem a possibilidade de levá-lo ainda dormindo pra mesa e não acordá-lo. Quem não quer isso? Bebê no soninho gostoso e jantar tranqüilo? Eu quero!

Pois bem, ainda não tomamos uma decisão com relação à marca. E isso influencia um pouco na decisão do carrinho, porque aquele da Chicco que eu queria não tem encaixe pra bebê-conforto e eu não to segura do quanto isso é primordial ou não… Muitas dizem que é, outras dizem que não. Daí combinei com o Maridón de ir na loja e testar alguns (ainda na idéia de ser o mais leve e compacto possível, tipo guarda-chuva). Sigo querendo da marca Chicco (tem um da linha Simplicity que pode ser legal), mas também quero olhar o super indicado Pliko P3, da Peg-Pérego. A única coisa meio chata é que esse Pilko é papo de 3 vezes mais caro que o da Chicco… ai ai Nossa Senhora do Cartao de Crédito, miajuda nessa hora. Tem também um da Peg-Pérego que chama Ariah Oh, parece que é o mais leve EVER (pesa 5 quilos!), que também quero olhar e ver se tem bb-conforto compatível (alguém já ouviu falar desse?). Se for caro demais ou não-prático demais, seguimos com a decisão do carrinho que já tínhamos e compramos um bebê-conforto que más nos guste. De qualquer forma, o carrinho já foi oferecido pelo meu sogro de presente, então to um pouco menos apegada a preço (mas também não consigo sair gastando o dinheiro alheio sem discernimento só porque não é o meu, não acho legal).

Mas… e o carro?
Ah é, não contei isso, né? Ou já contei há muito tempo e as mocinhas novas não sabem: eu não tenho carro! Nunca tive, sempre me dei muito bem com transportes públicos, táxis, caronas e carros velhos herdados de pappy/mommy. Mas, depois de muito pensar (e orar pra Nossa Senhora do Cartão de Crédito), decidimos ter o nosso primeiro carrinho! Aeeeeee! Então tá, pensa na minha vida: país diferente, filho na barriga, enxoval pra montar, cachorro novo em casa e carro pra ser pensado, escolhido e comprado! Olha que delícia! E eu sofrendo por cadeirinha pra carro SEM TER carro ainda! Aí você vê como a prioridade muda com a chegada dos filhos, né, heheheheh. Mas bem, muito em breve, ainda ao longo desses próximos dois meses, eu serei uma pessoa motorizada e com o quarto do meu filho prontinho!

E também serei uma pessoa com mais perguntas, tá? Vocês me aturam? Porque ainda nem começamos a falar de roupinhas, mala de maternidade, enxoval da mamãe… mas tem é assunto, meu povo!

/

/

43 respostas em “Consultando as universitárias, parte 2 de muitas

  1. Carol amei tdo que vc escolheu.
    Ta tudo mto lindo mesmo ,tbm adoro coisas brancas o do me bb é branco tbm.Se vc quiser posso te mandar uma foto do quartinho do meu principe pra vc ver.
    Ah e a respeito do guarda roupa,compra o de vidro eu acho lindo quando pindura as roupinhas e fica aparecendo kkk
    bjao em vcs

  2. Acho que tomou ótimas decisões pensando no que precisa e não no que é moda e coisas do tipo 🙂

    Minha opinião sobre o bebê conforto acoplável ao carrinho é que é desnecessário – pra mim, claro, tem gente que gosta. Claro que é mais prático tirar o bebê dormindo do carro com bebê conforto e tudo, mas olha, poucas vezes fiz isso e só a trabalheira pra desencaixar aquele treco já acordava a Bia. Tirar no colo mesmo e botar no carrinho resolvia o problema e nunca causou transtornos 🙂 sem contar que é um trambolho imeeeenso o carrinho com bebe conforto em cima, e se ele reclina bastante, não vejo necessidade. E geralmente esses acopláveis são pelo menos o dobro do preço dos comuns.

    ah, e arrume um colchãozinho pro berço desmontável, porque o que vem nele é bem duro, é mais pra firmar o fundo mesmo. No meu caso, não mandei fazer colchão, uso um edredon fofo dobrado e fica super bom.

    Beijos!

  3. ÊÊÊÊ!!!!! fui eu que falei da praticidade de tirar o bebê do carro e levar pra mesa do restaurante sem acordar!!!! (até te mandei foto da Laura!!!) JURO!! TÔ ME SENTINDO COMO SE TIVESSE ACERTADO A CARTELA INTEIRO DO BINGO!!! Fui citada no post mais útil ever!!!!!

    hahahahahahha!!!! Carol, vai por mim! melhor coisa é deixar o bebê quietinho dormindo quando sai do carro pro restaurante! garante um almoço tranquilo!!!!

    ajudei, ajudei!!! TÔ MEGA FELIZ! HAHAHAHAHHA

  4. detalhe que foi só eu postar feliz da vida sobre a escolha do bebê conforto acoplável que a Renata, mas ágil do que eu ;), tá querendo convencer a Carolzita do contrário.

    Bom, cada uma tem a sua experiência… lá em casa o bebê conforto acoplável foi muito útil mesmo e agradecemos muitas vezes pela sua existência!

    Carol, tem coisa que vai dar certo, outras não. Só depois a gente sabe!

    beijão!!

  5. Mari, depois que postei vi você falando o contrário do que eu falei, rs! Mas é isso mesmo, as experiências são diferentes pra cada um. Pra nós realmente não rolou tirar o bebê conforto do carro, ele acabou ficando lá "pra sempre" porque não achamos prático 🙂
    Beijos!

  6. Menina, são muito dilemas né??
    Está certa em pedir opiniões sim, pois se na minha gravidez eu tivesse um blog e tantas "amigas virtuais" a quem pedir dicas, com certeza não teria comprado tanta coisa inutil.
    Segue seu instinto sim, e não cai no consumismo desenfreado não, porque de fato a gente acaba não usando metade das coisas.
    Tenho tanta coisa da GG guardada que me dá até aflição só de pensar… rs

    Gostei bastante das suas escolhas.
    BJoooo

  7. Ei Carol!!
    Adorei suas escolhas!! O post anterior foi o máximo mesmo!!
    Tb sou assim como vc, mudo demais, não de país, mas de estado e casa, hehe, então tô achando que vou optar pelo berço que gostei mesmo, independente dele virar caminha, porque depois é melhor mudar tudo mesmo!
    A cadeira da foto é linda, adorei, mas não sabia dessa de ser dificil levantar com o bebê…tb vou fazer o teste dos sacos de arroz nas lojas e dp te conto!!!
    Lucas é um nome lindo mesmo, eu amo!! Eles vão ser muito fofos!!!
    Beijokas

  8. Oi Carol! Cheguei atrasada para te ajudar nas compras, mas lendo o seu post, vc fez ótimas escolhas, na minha opinião.

    Que bom que vc decidiu pelo bebê conforto, eles são uma mão na roda até o bebê completar o peso, e vc com certeza vai sentir falta dele quando seu BB não couber mais e vc ficar sem esse recurso. Eu senti muito falta…

    Sobre o armário o meu é tipo o seu e tem porta de vidro, não é primordial, mas é gostoso ver as roupinhas do BB penduradas, é tão lindinho…rsrsrsrs, se puderes, compra esse, fora que é um charma a mais para o quartinho.

    Sobre a poltrona vale a pena gastar mais por uma específica de amamentação por causa dos braços, pois se esses forem muito baixos vc precisará de almofadas de apoio, que atrapalham muito nas primeiras mamadas. Eu precisei delas e me arrependi de não ter pago mais por uma cadeira de braços mais altos, pois acredite, se vc amamentar, vai passar a maior parte do tempo sentada naquela cadeira…

    Beijos e boa compras!
    Nine

  9. Oi, Carol! Eu ia dar as minhas sugestões, mas demorei… Anyway, uma última dica: pra mim foi indispensável ter, junto com a poltrona de amamentação, um banquinho pra apoiar os pés. Ajuda com o inchaço pós parto (http://www.facebook.com/photo.php?fbid=491949221539&set=a.402592686539.184539.551466539 – fiz cesárea – dá uma olhada nas coxas, nas mãos e na pança desta criatura!!!)e também a aliviar um pouco o peso do bebê quando ele é maiorzinho, já que eu não me adaptei com a almofada de amamentar e carrego o peso do meu monstrinho nos braços enquanto ele mama, até hoje, 7,5 meses depois. Também sou totalmente a favor das cadeirinhas (http://www.facebook.com/photo.php?fbid=403318791539&set=a.402592686539.184539.551466539), colocava ele lá desde o primeiro dia que voltamos pra casa, deixava em cima da mesa da sala pra Bolota (minha cachorra) não achar que era um brinquedo e me salvou até a semana passada, quando ele resolveu que não quer mais nem olhar pra ela. Agora, tô com o bercinho desmontável, mas ciodado! Se seus cachorros não forem devidamente treinados, eles vão surtar e tentar rasgar a proteção lateral pra roubar os brinquedos – estou tentando descobrir como resolver esse problema. Depois te conto 🙂
    Beijo e boa sorte!!!!

  10. oi!!
    Não consegui comentar ontem, então aqui vão minhas opiniões e experiências.

    Berço:
    Pra Luiza também comprei um berço como o que você escolheu, básico, nada transformer! Quando ela cresceu um pouco e já andava tiramos uma grade lateral e deixamos o estrado no mais baixo, que no caso do berço dela era bem baixo, quebrou o galho até uns 2 anos quando mudamos o quarto todo e colocamos cama de solteiro!

    Cômoda e etc:
    Usamos o armário embutido e uma cômoda, coloquei trocador e tbm o abajur porque não tinha mesinha, mas acho que se você vai ter poltrona a mesinha é ótima para dar apoio. Dessa vez terei!

    Poltrona:
    Com a Luiza não tive, sabe como é, com 19 anos você amamenta em qualquer canto até no chão sem sofrer as consequências, dessa vez vou colocar poltrona sim, ainda não sei o modelo e também estou na dúvida se não vou procura uma que não tenha amamentação no nome porque vi que o preço vai as alturas.

    Pra ficar em casa:
    Eu tenho um desses berços desmontáveis guardado da Luiza e também pretendo usá-lo agora, principalmente porque moro em sobrado e não quero ficar descendo e subindo escadas o dia inteiro.
    Tenho vontade de comprar uma dessas cadeirinhas de atividade, mas também tenho dog e vou primeiro ver como vai ser a relação dos dois, a cadeira vai ficar para depois.

    Banheira:
    Com Luiza tinha uma pia enorme no banheiro, dava pra colocar a banheira sobre a pedra, era super prático, hoje minha pia é pequena, também não gosto dessas banheira com trocador, vou comprar uma banheira normal com suporte que será aposentado quando o bebê crescer e a banheira vai para o chão, o marido disse que as costas vão sofrer, mas vamos ver.

    Carrinho:
    Luiza teve um trambolhão que no fim foi trocado por um guarda-chuva básico porque não aguentava mais aquele treco. Dessa vez vou direto ao que interessa. Estou de olho em um modelo da Chico que achei tudo de bom, ele é de 6 rodas, tem estilo meio guarda-chuva e o que eu achei legal é que ele vem o bebê conforto, uma base que fica presa no carro para encaixá-lo e ele também encaixa no carrinho. e o forro do carrinho sai totalmente para você encaixar o bb conforto, também encaixa com o forro, mas para os primeiro meses, como a Mari já falou é tudo você poder tirar o bebê dormindo do carro e encaixar direto no carrinho sem problemas, e nem vai precisar do outro assento do carrinho e essa base para o carro parece besteira mais facilita MUITO porque o cinto fica preso nela e é só chegar e click o bb conforto está preso, não precisa ficar se contorcendo pra passar o cinto. Tive isso com a Luiza e quero novamente.

    Boa sorte com as compras, espero ter ajudado!

    Não vejo a hora de começar as minhas!!

    Beijinhos

  11. carol, cheguei atrasada, peguei o bonde andando, então vamos ao que interessa.
    primeiro, feliz aniversário;
    depois, um beijinho especial pelo seu post de 1 de fevereiro;
    e agora, a parte divertida, as compras!
    vc tá supercerta no modo tranqueira-free. superapoio. e acho suas decisões ótimas.
    o berço da clarice é igual ao que vc vai comprar. eu tinha um bercinho mini no meu quarto que paramos de usar logo, pq ela não dormia em lugar nenhum e resolvemos acostumá-la ao berção de vez. foi a melhor coisa que já fiz. o berço portátil eu tenho, ainda não usei, mas acho que vai ser útil quando chegar a hora;
    optamos por uma banheira simplérrima que usamos um mês em cima da cama (e de lá pra cá é banho de chuveiro com o papai todo dia, até ela ficar pesada demais e a banheira ir para o chão do box);
    a poltrona eu reformei uma antiga e superfunciona, então acho que vale a pena não gastar uma grana preta. vc pode usar uma almofada de amamentação enquanto o lucas for bem pequenino e descartar depois (a clarice está com três meses e meio e eu não uso mais), ou se vc não tiver um móvel que possa reaproveitar, compra uma e revende ou reforma depois;
    cômoda + roupeiro = beleza. meu marido tb está ocupando os armários do quarto da clarice. eu estou usando duas cômodas, uma reaproveitada e outra de segunda mão, mas um roupeiro é bem melhor;
    carrinho + bebê conforto: eu tenho os onipresentes pliko p3. o carrinho é muito bom, apesar de trambolhudo. o bebê-conforto, juro, só tenho por obrigação. acho pesadíssimo e difícil de carregar.
    por enquanto eu deixo clarice num tapetinho de atividades quando tô por perto (aqui tem gato) e no berço olhando o móbile, se preciso me afastar por mais tempo.
    acho que é isso,né?
    respira fundo e curte bastante esse momento. às vezes as pessoas soterram a gente de listas de must-haves completamente supérfluos.
    beijos!

  12. Entããão, olha só carol to embaraçada de 5 meses 23 semanas e tô numa pesquisa tremenda va cerca de todas essas coisitchas, daí que o que decidi até agora foi:
    Berço: Encomendamos um simples que vira cama
    Roupeiro: Simples, duas portas, com vidro
    Comoda: simples, só gavetas, vou usar de trocador (se rolar, né? a gente nunca nunca sabe a personalidade do baby)
    Cadeira de alimentação, com balanço e puff pro pé … 360,00 reais aqui amiga… super digno né? Carérrimo esse modelo aí que vc viu… ache um mais barato pelamor rsss
    Tá agora o que eu achei maiiiiis complicado de decidir, assim como você: CARRINHO!
    Pesquisei horrores e decidi … vai ser um da marca INFANTI – Travel System Trentino Techno Orange
    http://www.infantibrasil.com.br/default.asp?id=Produtos&t=Detalhes&codigo=218
    Bom, é assim, pelas minhas pesquisas ele é berço-passeio, eu já dispensei berços portáteis e tudo o mais para o bebe dormir nos primeiros dias, ele já vem com o bebe conforto, não é mega trambolhoso, leve, tecido que sai pra lavar, tem freio (oi? rs) tem um sistema de fechamento bacanudo, as rodinhas rodam bem e não ficam engastalhando no asfalto e a mulherada tem achado ele melhor e mais barato do que algumas marcas famosonas. Não é dos mais baratinhos, mas também não é dos mais caros, é bem justo, achei por até 671,00 aqui e parece que o custo benefício tem agradado e valido a pena. O bebe conforto tem certificado do inmetro o que é bastante importante tamém… Diz que se pode usar até os quatro anos, mas lógico que vai depender do tamanho do seu baby.
    Ah, é isso, eu pesquiso a beça viu, tudo mesmo antes de comprar coisas inuteis ou carérrimas… Tão aí minhas dicas Carol.
    Beijocas

  13. Carol, adorei as suas escolhas! Tudo muito prático, útil e lindo!
    Tb acho que vc deva ir comprando mais coisas a medida que for sentindo necessidade, o que não dá é para gastar um dinheirão com coisas pouco úteis que podem não fazer falta nenhuma.
    Já que vc decidiu comprar seu carro, acho importantíssimo o ítem carrinho e segurança para o carro. Não tem preço transportar seu filhote sem ter que acordá-lo ou incomodá-lo.
    Vou até guardar essas dicas, pois já já vou ter essas mesmas dúvidas!
    Bjs
    Dani

  14. Perfeito! só complementando minhas dicas:
    – minha banheira também foi a mais simples e aposentei o suporte dela dando banhos com ela no chão mesmo! o máximo
    – cadeira de amamentação: indepente do modelo q vc escolha compra um banquinho, daqueles bem baixinhos, pra vc apoiar os pés. Assim vc deixa seus joelhos mais altos e vc não precisa apoiar o bb só nos braços conseguindo colocar o Lucas na almofada de amamentação, ou um travesseiro mesmo, apoiada nas pernas (isso ajuda muito! imagina qtas vezes x qto tempo vc vai amamentar)
    – bb conforto: testa o peso do bb conforto também, pq uma vez tentei carregar o JP apenas no bb conforto para um passeio e xinguei até a minha 5a geração. Lembre que terá o peso do bb conforto e do Lucas 😉 carrinho com bb conforto acoplado é uma dádiva … bem lembrado sobre o lance de tirar do carro sem precisar tirar o Lucas do bb conforto.

    bjo e BOAS COMPRAS

  15. Carol quero tanto ler o post (os dois) com calma e ajudar tb! Mas vc vai ver qdo o lucas nascer…rs…eu nao tenho tempo pq a pequena choooora sentada no bebe conforto agorinha mesmo|!

    |Mas assim q ela dormir (espero q ela durma essa noite…rs) eu volto e leio com calma! Promessa!

    Msm pq eu quero muito contribuir tb! rs

    Bjoooos

  16. que fofo esse post carol! adoro acompanhar vcs engordando, vou me recordando da nossa fase de engorda e preparativos aqui em casa: uma delícia.
    como vc é uma fofa e pede a opinião, espero não soar uma mãe chatinha… metade das coisas que dizem ser ultra necessário para bebês é totalmente dispensável. a outra metade é dividida em coisas boas, que ajudam e coisas que atrapalham.
    isso é claro, é muuuuuito individual, muito mesmo!
    eu usei demais a banheira com trocador – mas odiava ela. é um trambolho, o trocador é mesmo bambo e tão logo eu fiquei confiante de trocá-lo na cama 9tipo com 3 dias rsrsr) ele foi…
    o caso da tummy tub… hummmm. a tummy tub é um balde. um balde. eu não quis pagar 100 reais num balde, sabe? e tb achava o máximo, mas no dia a dia, não é um banho muito prático. acho que é mais para a época da licença, qdo a gente tem tempo para tda aquela contemplação. depois, quanto mais rápido eu consgui dar banho comigo no chuveiro mesmo, melhor. essas tralhas depois têm que ser lavadas, esetrilizadas, penduradas em algum canto.
    no caso da poltrona amo e recomendo. a minha é fixa e eu queria uma de balanço. não tem nada mais fofo do que ninar bb num balanço. a única desvantagem é que depois ela não pode ir para a sala (fica com carão de poltrona de bb, né?)
    eu sempre pensei em tudo que podia ser reaproveitado noutro canto, no caso dos móveis. e o quanto pude não comprei nada com cara de bb.
    sobre o berço, eu raramente uso a trave que abaixa e acho desnecessário (até pq se ele está no berço, eu não posso nem peidar, com perdão da palavra, que ele acorda. que dirá baixar aquele treco) prefiro exercitar o alongamento.
    carrinho eu usei muuuuito no começo, 9era inverno e eu tinha dó de colocá-lo no chão) mas assim que esquentou, para o chão ele foi, e é um estímulo maravilhoso de desenvolvimento. ficar em carrinhos, cadeirinhas, andadores não é nada legal para o bb. o chão é o canal. se der.
    o bb conforto do carro comprei o que encaixa no carrinho. foram meus maiores gastos e não me arrependo.
    berço, cômoda eu comprei xumbrega mesmo.
    o berço desmontável para ficar em casa é bom mas é totalmente dispensável tb… acho meio trambolhets. a menos que vc viaje muito para lugares sem berço. tenho 2, (herdados, não comprei nem a pau) e usei 2x só.
    espero que ajude.
    se eu fui muito chatinha depois me dá um pito!!!
    gasta todo seu dinheiro com equipamento fotográfico para tirar fotos lindas e acredite: vc uma roupinha limpinha e muito muito colo são maaaaaster suficientes (breço, carrinho, claro, mas eu quis ser dramática)
    chga por hoje
    bjão

  17. Poxa, queria dar meu pitaco no outro post, hehe. Deixei pra hoje porque li tarde e queria realmente ser útil, mas agora acho que você já tem informação suficiente, e eu concordo com tudinho que você escolheu! O que eu discordei, te convenceram a mudar de ideia!

    Sobre o carrinho, eu penso o seguinte: eu prefiro um carrinho confortável, seguro e durável, do que o último lançamento lindo e moderno, e muitas vezes nem tão prático.
    A Chicco é uma marca excelente, e duram por anos. Não precisa necessariamente um que encaixe o bebê conforto, porque dá pra levar só ele e colocar em cima de uma cadeira. Porque convenhamos, bebê tem sono leve, abrir o porta-malas pra tirar o carrinho e montar, com abre e fecha de porta, o bebê já está acordadasso (pelo menos com a Sofia é assim: bateu porta, fodeu-sono-perdido.) Whatever, eu gostei do modelo que você escolheu lá no outro post.

    E acho que é isso mesmo, tem coisa que não é de necessidade imediata. Tipo aquele swing, eu acho que um colinho é ótemo, não tem bebê que não goste, e sai totalmente digrátis.
    Quando chegar nas roupinhas, reza forte pra Nossa Senhor do Cartão de Crédito, porque tem quisiconter!

    beijos

  18. Poxa, queria dar meu pitaco no outro post, hehe. Deixei pra hoje porque li tarde e queria realmente ser útil, mas agora acho que você já tem informação suficiente, e eu concordo com tudinho que você escolheu! O que eu discordei, te convenceram a mudar de ideia!

    Sobre o carrinho, eu penso o seguinte: eu prefiro um carrinho confortável, seguro e durável, do que o último lançamento lindo e moderno, e muitas vezes nem tão prático.
    A Chicco é uma marca excelente, e duram por anos. Não precisa necessariamente um que encaixe o bebê conforto, porque dá pra levar só ele e colocar em cima de uma cadeira. Porque convenhamos, bebê tem sono leve, abrir o porta-malas pra tirar o carrinho e montar, com abre e fecha de porta, o bebê já está acordadasso (pelo menos com a Sofia é assim: bateu porta, fodeu-sono-perdido.) Whatever, eu gostei do modelo que você escolheu lá no outro post.

    E acho que é isso mesmo, tem coisa que não é de necessidade imediata. Tipo aquele swing, eu acho que um colinho é ótemo, não tem bebê que não goste, e sai totalmente digrátis.
    Quando chegar nas roupinhas, reza forte pra Nossa Senhor do Cartão de Crédito, porque tem quisiconter!

    beijos

  19. oi carol… as dicas foram tantas no post anterior que li todas e resolvi naum 'pitacar'. mas achei que suas decisões form ótimas e parecidas com as minhas. acho ótimo o carrinho guarda-chuva, não abra mão dessa decisão, mas se achar um q o bb-conforto encaixe, é bacana. de resto tá perfeito!
    é delicioso pensar e fazer o enxoval… isso sem contar a parte de escolher o carrão para vc 🙂
    boas compras querida!

  20. Carol, esse é o caminho: escolher aquilo que entende como melhor para a funcionabilidade de sua família.

    Sabe que na minha época de grávida eu não conhecia o mundo dos blogs e errei num montão de coisas, por isso sijoga e aproveita os pitacos, hahhhaha

    Amei suas escolhas. Aqui optamos por tubo branco e clean tbém.

    A poltrona que eu tenho não tem os pés como a sua, embora tenha balanço, ela é normal mas dá para balançar e eu nunca me senti desconfortável ou dificultosa de sair dela com o bb… enfim… vou tentar fotografar e te mandar por email para entender o que to falando (custou 900 reais, quase o preço da cômoda-trocador).

    O PlikoP3 tem esse encaixe e realmente por esse lado de tirar o bb dormindo é muito bom, mas sozinho ele é bem pesado (acho que me traumatizei quando fui para o shop sozinha uma vez, hehehe). Mas eu testei vários e várias vezes na loja, mandava os vendedores montar e desmontar e etc… vai fazendo test-drive até se sentir segura para decidir.

    Sobre o balde eu não tive (faltou coragem para investir 100,00 e dps disposição de procurar um similar e baratinho, várias amigas compraram, desinfetaram e etc e usaram numa boa, o bb nunca teve nada, é uma possibilidade, não sei qual a extensão de sua coragem e disposição).

    É isso.

    Bom ajudar e melhor ainda que fica feliz.

    Manda outras dúvidas que por aqui ainda está tudo fresquinho.

    Bjs pros dois.

  21. Carol, acho que vc fez boas escolhas! dá um alívio, né? E, quanto ao carro, não acho que vc deva se sentir pressionada a ter porque vai ter um filho. BsAS tem um ótimo sistema de transportes (inclusive a pé) e táxis baratíssimos. Se estiver complicado, adie esta decisão também. Quando a Ciça nasceu, nós não tínhamos carro e não nos fazia falta. Tínhamos tudo no bairro (a melhor praça, parquinho, teatro, Sesc, amigos, pediatra, posto de saúde, hospital infantil, padarias, farmácias, a professora de música, enfim, só saíamos para passear – de metrô, táxi ou carro alugado, nos fins de semana). Isso tudo só para dizer que não é uma condição sine qua non para ter filhos. Digo isso porque conheço bem BsAs e, se morasse aí, não teria carro – ou só o teria para viagens de fim de semana.
    Ah, e na hora comprar o carrinho, leve em conta seu estilo de vida e não os mega-acessórios e tal.
    Beijos

  22. Sei que sobre esse assunto, muitas já deram opiniões.. então vou te dar outra dica.. Não tire a etiqueta de tudo o que voce ganha, nos chás de bebe e tal. As vezes é tanta coisa( como foi o meu caso) que troquei por roupas lindas e do meu gosto até o 1 ano.. tipo, troquei urso por all star!!! E no 1 ano a mesma coisa.. era tanto brinquedo que troquei por uma mesa bilingue da fisher price, pór um leãozinho de sentar da prisher tb.. assim não fiquei cheia de bugiganga no ap… beijos e boa sorte!

  23. Querida, amei o berço! E qual é o problema dos EUA em relação as grades??

    O armario prefiro todo de madeira, sem vidro, acho que é menos perigoso com crianças e tal… Ok, ta no quarto, mas e quando ele começar a se esticar para mexer em tudo??

    Adoro adesivos em quartos de criança… meus pais, no inicio dos anos 80 fizeram isso no meu quarto! que era TODO branco, com um jardim de flores perto do rodapé! hehehe

    beijocas, ju

  24. Carol, vai dar uma olhada no pliko p3 da peg perego. Esse é o carrinho que eu comprei e te digo que foi uma das melhores compras EVER!
    O bebê conforto acoplado no carrinho é uma mão na roda! Eu usei ele no carrinho até Olívia completar 5 meses! Não adianta, quando o bb é pequeno vc quer ele de frente pra vc e pronto!
    O pliko p3 além de vir com o bebe conforto, ainda vem com a base do carro! Tendo a base do carro é super fácil de encaixar e desencaixar o bebe conforto e nao existe NADA melhor do que não acordar o bebe na hora de tirar ele do carro! Principalmente pq carro é sonífero e eles SEMPRE dormem quando o carro anda!

    Eu comprei o pliko p3 e só tenho elogios a ele. Vou guardar ele pra usar com o segundinho! hehe

  25. Carol,

    O roupeiro do meu Lorenzo tem as portas de vidro porque acho lindas (e as portas foram feitas pra parecerem janelas), mas os vidros são jateados porque o vidro transparente só funciona em loja. Em casa, com um baby te exigindo 100% e um roupeiro nem sempre modelo de organização a exposição excessiva não é ideal.

    Lorenzo tem um carrinho de jogging (Rá e uma mãe sedentária), eu tenho um C3 de porta-mini-malas. O carrinho não entra lá meeeesmo! E eu que queria exibir meu filhote no seu lindo carrinho na Redenção! Só se eu for de ônibus! Os carrinho de fechamento pantográfico (guarda-chuvas) devem ser os melhores!

    Beijos

  26. Carol, olha que coisa estranha! Nem te conheço assim muito bem nem assim pessoalmente, neam. Mas anteontem eu sonhei com vc e Lucas! A gente estava sentada conversando e ele engatinhando no chão feito doido, pra lá e pra cá e rindo. Devia ter uns 8 meses e um bebê lindo, todo cabeludo!!!

    Sobre as compritchas, não sei se vc já comprou o carrinho, Carol, mas se me permite uma sugestão, compre um Quinny Buzz. Vc nunca irá se arrepender. O 3 rodas é mais fácil de manobrar, dá pra empurrar com uma mão só e falar ao tel ao mesmo tempo, segurar guarda chuva. Ele abre e desmonta praticamente sozinho (!!!), então é super fácil de guardar no carro. Pra viajar é perfeito por ser leve.Recomendo demais, e vários outras blogueiras tb! Pense nisso!

    Bjos

  27. Ótimas escolhas!!!

    Passei exatamente por isso e algumas coisas só estão se resolvendo agora no final, aos quase 8 meses de gravidez!

    Eu não vou ter o luxo de ter um quartinho de bebê, pois moro num quarto e sala. Planejo me mudar até o final do ano, mas escolhi (melhor, meu bolso escolheu por mim… rsrsrs) quitar o apê (consegui semana passada!) e só começar a procurar outro maior, de 2 quarto, uns 3 meses dp do davi nascer.

    Então, como moro em um lugar pequeno, tudo foi pensado para ser tranqueira-free e ainda conversar com a decoração da sala e do quarto.

    Sobre o carrinho, comprei um modelo mais caro mesmo (meus pais que deram): bugaboo cameleon. Depois dá uma googada se quiser saber mais. No site deles, vem um vídeo apresentando todas as funcionalidades e praticidades do carrinho. Vem o carrinho, moises (fundamental pra mim, q não comprei berço convencional) e pode ter bebê conforto compatível. Aqui no Brasil, é obrigatório o uso de bebê conforto no carro, então esta foi a melhor opção. Não vende aqui… Então, o irmão do meu marido vai trazer o trambolho dos EUA (deve chegar nesse fds!!!). Sai meio caro, mas eu me apaixonei!!!

    Já para guardar os trequinhos do Davi, comprei um cômoda muito boa e num prçeo ótimo nesse site aqui: http://www.meumoveldemadeira.com.br. A fábrica é em SC, não deve entregar na Argentina, mas fica a dica pra outras mommys do blog. Muito digna pro preço q eu paguei; acabei comprando tb uma cristaleira (q vai entrar no lugar de um aparador e espelho q tenho q só são enfeite; preciso é de lugar pra guardar coisas!) e criado-mudo. O davi vou trocar em cima da cômoda mesmo e na cama, o q na hora for mais confortável pra ele e pra mim!

    (continua)

  28. Sobre o banho, resolvi q vou tentar o banho de balde! Minha sogra acha uó, queria pq queria comprar um trambolho de banheira, mas bati o pé firme. Vou tentar o balde e, se não me adaptar, compro umas dessas banheiras de 40 reais e apoio em cima da pia mesmo. Até pq, segundo minha mãe, com o bebê um pouco mais durinho, ela e meu pai davam banho na gente no chuveiro mesmo, junto com eles. Comprei tb uma banheira nos EUA pra dar banho na pia. Olha só q barato: puj tub (http://www.pujbaby.com/products/view/11/Puj_Tub/). Não sei se presta, mas achei o preço razoável. Imagino q seja o ideal pra levar pra viagens e adaptar em qq pia!! Pra qd o baby estiver mais velhinho e suportar uma água mais geladinha (verão do ano q vem!), ou então pra dar só uma enxaguada dp daquela cagada monumental… rsrsrs

    Ganhei de presente do meu irmão o tal berço desmontável. Tem até trocador o dito cujo. Na hora, gostei, mas agora tô achando q pode ser um trambolho. Não sei… Mas como eu ganhei, não há o q reclamar, né? 🙂 Se eu não usar como berço, certamente vai ter uso como chiqueirinho. É da Chicco, verdinho clarinho.

    Sei q vc ainda vai escrever sobre roupinhas e afins, mas queria aproveitar pra tirar uma dúvida: com q sabão vc vai lavar as roupinhas??? Se puder perguntar pras outras mommys, agradeço! Comprei um monte (nesse site aqui: http://www.carters.com – ótimos preços, mas não entrega fora dos EUA, tem de contar com algum amigo, parente pra trazer) e ganhei um monte. Esse menino já tem mais coisa q eu, se bobear. rsrsrs Mas já ouvi falar q não é legal usar OMO baby agora, com ele tão novinho, muito menos amaciante pra bebê. Q o ideal é água e sabão de coco. Só. Ainda não sei direito o q fazer.

    Sobre a bolsa de fralda, comprei uma da bugaboo tb de couro. Foi cara, mas achei q ela é resistente (por ser de couro), tem um monte de compartimento dentro (pra fralda, comidinhas etc.) e ainda tem cara unisex (assim meu marido não fica andando com uma bolsa muito frufru na rua; ele adorou!). Dá uma olha dp nas opções do site.

    As arrumações de casa pra chegada do davi tb envolvem o estofamento da minha poltrona (q eu já tinha e é maravilhosa, só q estava um caquinho) e do meu sofá. Sei q pode ser burrice estofar sofá com bebê novinho q faz caca, vomita etc., mas eu quero tanto minha casa linda pra ele!… Além de colocar uns cestos novos de vime no meu rack (q é aberto e vai ser lá onde vão ser guardadas as fraldas).

    Além disso tudo, quero fazer uma mega-super-ultra-power faxina em TODOS os armários da casa (quarto, banheiro e cozinha), jogar tudo q é tranqueira fora e arrumar tudo nos mínimos detalhes. Aliás, agora no final, tá me dando uma ânsia de arrumação, uma ansiedade para deixar tudo resolvido… Os americanos dão até nome pra isso: nesting instinct! Achei ótimo o nome. É muito como eu estou me sentindo nesse momento: ajeitando os gravetinhos do meu ninho pra receber meu filhote… nhóooo… Só q às vezes bate um desespero de q não vai dar tempo, de q ele pode nascer antes do previsto, de q não vai ter $… Mas, enfim, como a gente se adapta a muita coisa nessa vida, se ele resolver sair da minha barriga algumas semanas antes do previsto ou se não tiver dinheiro pra tudo q eu quero fazer, paciência! Não vou reclamar! Tô é feliz d+ com a chegada desse moleque! :-)))

    Aguardo o post sobre roupinhas e apetrechos. Ah, podia rolar um sobre fraldas… Já ouvi falar q é bom ter fraldas meio vagabundas pra colocar logo dp da mamada, pq dp de 5 minutos o rebento dá aquela cagadinha básica e aí vc já troca e coloca a boa de verdade… Não sei se é economia d+ ou se é uma boa dica…

    bjão,
    Liza (ufa, q tratado foi esse q eu escrevi… rsrs)

  29. Oi Carol,passo sempre por aki mas nunca comentei nada(nada pessoal, falta de tempo mesmo,vc vai ver o que é isso),porém esse post vale uma dica.O bb conforto é muito pratico,vc não precisa mexer com o baby,comigo dá certo,o berço movel tb é legal se vc sai muito para dormir fora,caso contrário acho desnecessario,e desde de já aviso,não exagere nas roupinhas pois se o bb for calorento como o meu,deixa-lo de camisetinha e fralda é o que dá certo(fora que é uma tentação,aquelas perninhas de fora.),dei uma bolsa de roupinhas se nem ao menos usar.è dificil,mas resista.
    OBS: algo muito legal que o meu bb amouuuuuu,um mobile!
    espero que goste das dicas!

    Bjos

    Hellen (mãe do Miguel de 2 meses)

  30. Ai, Carol, que pena… fiquei um dia se internet e perdi a chance de dar pitaco! hahahahahaah
    Mas concordo com as suas escolhas, afinal, são iguais às minhas… hahahaha
    Sobre o carrinho, acho que isso é SUPER pessoal, vá à loja E TESTE. Eu não fiz isso, escolhi o carrinho pela internet no susto, com uma amiga dentro da loja em NY esperando para comprar… e é claro que me arrependi. Comprei um que é super confortável para a Helena mas é um trambolho para a gente carregar – um da Chicco com travel system, bem diferente deste que você colocou no post anterior.
    Uma coisa ele tem de bom: veio com um bebê conforto que também é uma cadeirinha para o carro que serve até os 10 Kg (e já veio com uma espécie de almofadinha que a gente usou até ela alcançar 5 Kg).
    Eu usei muitoooooo a cadeirinha como bebê conforto, especialmente no primeiro mês: a Helena teve um tantinho de refluxo, tipo um refluxo fisiológico mais intenso, sabe? Não era o caso de dar remédio, mas ela precisava ficar mais inclinadinha. Solução? Bebê conforto! Durante umas semanas até dormir à noite ela dormia no bebê conforto.
    E esse negócio de tirar o baby dormindo do carro para ir ao restaurante é super verdade! Garante muitas refeições em paz. Até hoje, quando a gente chega em casa com ela dormindo, tiramos a pequena com o bebê conforto e tudo do carro e a deixamos lá, dá para tirar altos cochilos que não seriam possíveis se a gente tivesse que tirá-la da cadeirinha para transportá-la (ela sempre acorda, e acorda para a vida quando fazemos isso).
    Acho que uma coisa que ajuda muito é o bebê conforto, ou cadeirinha do carro, ter a base, porque o encaixe (e a retirada) fica super fácil.
    E eu não vejo a hora de dar mais pitacos!!!!
    Beijos

  31. Ahhhhhhh esqueci de te dizer uma coisa: sobre a poltrona de amamentação.
    Eu comprei uma poltrona-cadeira lindinha, numa loja de móveis normais mesmo, pensando em usa-la na sala depois.
    Se arrependimento matasse, eu estaria aqui dura e gelada.
    Ela é linda, me pareceu super confortável na loja. Quando a coisa pegou (a bebê chegou em casa e eu ficava DOZE HORAS POR DIA amamentando), a poltrona super linda e estilosa se mostrou desconfortável (é confortável para você ficr uma hora nela, não doze) e eu passei a amamentar na sala, no sofá, que é onde a pequena mama até hoje na maior parte das vezes. Ou então na minha cama, durante a madrugada.
    Ou seja, ainda bem que a cadeira combina com a minha sala, porque é lá que a gente vai ter a chance de usá-la mesmo.
    Me arrependi um monte por não ter comprado uma dessas deliciosas (na maternidade tinha), teria gasto só um pouco mais e usado muitoooo mais.
    Se você pensar no número de horas que vai passar em cima dela (acredite, serão muitas) mil reais nem é tão caro como parece…
    Beijos

  32. Eu tenho um Piklo P3 e gosto demais. Já comentaram aí em cima… ele tem uma base que fica no carro, então tirar e colocar fica super fácil. Mas achei o bb conforto um pouco desconfortável para recém nascido, pois ele é mais sentadinho do que deitadinho. Mas isso se resolve logo, com o passar das primeiras semanas. No início, eu tb colocava um edredonzinho dentro do carrinho para ficar mais fofinho. Outra vantagem dele é que ele tem um apoio atrás para o irmão mais velho ficar de pé. Como estou na segunda gestação, em um único carrinho vou poder carregar a Gabriela e a Clarissa (que vai estar com dois aninhos e 3 meses).
    Outra marca muito boa é a MacLaren. Eu tenho um carrinho deles que comprei em NY, com capa de chuva. Dá uma olhada no site deles – http://www.maclarenbaby.com/

    E olha, se for comprar um carro tire as medidas do carrinho e veja se cabe com folga no porta malas.
    Amigas minhas não se preocuparam com isso e sofrem até hoje, seja pq o carrinho é um suplício para tirar e colocar pois fica apertado, seja porque nada mais cabe no porta mala.

    Eu tenho a banheira com o trocador e usei muito. Vou usar novamente quando a Gabi nascer. Trocar bbs na cama é um tormento para a coluna. Tudo o que puder fazer em pé é melhor. Se for optar pelo trocador sobre a cômoda, cuidado com os jatos de coco… Aqui em casa a cômoda era perto do berço e tivemos 3 acidentes…jatos direto para o berço… tive que tirar e lavar tudo….

    Vc não comentou, mas recomendo um esterelizador de microondas. Muito mais prático do que panela e água.
    O meu é da avent… no início eu usava para esterelizar os frascos que eu congelava o meu leite, depois talheres, cumbuquinhas e tals e por fim as mamadeiras (largou meu peito com onze meses).

  33. tudo perfeito!
    Como tenho problemas de coluna, o berço com grade quie abaixa foi de grande valia!
    Agora, a cadeira de balanço tem que ter um puff pros pés, vc vai passar boa parte do tempo nela no começo, e se for como imagino,não vai mais querer se desfazer dela…Arthur já está com dois anos e a monstra ainda ocupa espaço no quarto dele… é nosso momento a sós, na soneca da tarde, eu abraço, aperto, embalo e ele dorme gostoso no meu colo…eheheh
    Aqui tb optamos pelo branco, as cores ficaram nas paredes do quarto e no chão, no tapete de borracha…
    Beijo grande!

  34. Carol, sempre leio mas nunca participo, tenho uma filha de 2 anos, segue meus pitacos:
    Tenho um carrinho parecido com este que vc citou, mas da infanti modelo perugia, que acopla o bebe conforto, minha filha nasceu pequerrucha (2,3kg) e eu preferia no começo passear com ela no bebe conforto acoplado no carrinho, de frente pra mim. E como muitas outras mamães usei muito em restaurante.
    Eu achei que a bandeijinha fez um pouco de falta sim mas ainda prefiro carrinhos menos trambolhentos, dá pra abrir mão, levo as coisas em uma mochilinha presa no carrinho ou no cestinho de baixo.
    A roda única realmente as vezes não obedece, se vc vai andar muito na rua talvez precise de um modelo mais power.(ou pode simplesmente ser um problema da infanti que não considero uma graaaande marca.
    Veja o Enjoy Evolution da Chicco, acho que acopla o bebe conforto, e a chicco tem uma vantagem que a infanti não tem (não sei as outras), a capota vem toda pra frente cobrindo todo o bebe em dia de chuva inesperada ou se ele dorme, ou muito sol.
    Se um dia decidires comprar a cadeirinha de atividades, a fischer price tem uma que dura até 1 ano e meio dois, vira uma cadeirinha, é essa aqui http://www.fisher-price.com/fp.aspx?st=102001&e=detail&site=br&selcat=bgb&pid=56059. Melhor custo-benefício.
    Pra mim o berço desmontável foi util em dois sentidos, minha filha acordava muito de madrugada, foi cedo pra escolinha e no começo tinha muito nariz trancado, então colocava pra dormir no meu quarto neste berço. E tambem para viagem, da pra levar no avião tranquilamente.
    Sobre a cadeira de amamentação, tem cadeiras que são de balanço mas tem uma trava, assim vc pode balançar com o bebê e travar para levantar, o que ajuda bastante.
    Beijos querida, sua barriga está LINDA!

  35. Querida, vim dar pitaco sobre a cadeira de balanço! NÃO VIVO SEM, e não tenho a menor dificuldade de levantar com minha bebe dela, mesmo quando está balançando! Alissa simplesmente não dorme senão embalar ela nessa cadeira, e embalando, peeense, cai no sono em menos de 5 minutos! Amuh total! Mas detalhe, escolha uma q apoie sua cabeça e seus braços, a minha o marido comprou que apoia soh os braços e nao a cabeça, e eu peeeeno com a minha coluna por isso!
    Espero ter ajudado!
    Beijos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *