Ainda no tema parto: a amadinha Patrícia escreveu um texto muito bom sobre o assunto que vale a reflexão, passem lá!

Pras que conseguiram seus partos normais e tão gentilmente comentaram (aqui e lá na Patrícia), eu queria saber: vocês fizeram algum tipo de preparação? Hidroginástica, ioga, meditação, alongamento, exercícios pro perínio, reza braba? Adoraria se pudessem compartilhar!

Brigada mocinhas lindas!

25 respostas em “Sobre médicos e o parto, um adendo e uma pergunta

  1. Fiz ioga e hideoginástica seis meses, me ajudaram muito com a postura, com as contrações, com respiração, até o final foi bem importante, mesmo que não tenha conseguido fazer o parto normal.
    Utilizei algumas coisas na recuperação,também, principalmente respiração.
    E eu nadei um tempo também, mas porque eu pedia, não é recomendado. Mas deixaram…
    Fiz um curso na faculdade de medicina lá da cidade que eu morava, sobre parto natural primeiros cuidados, e amamentação. Foi importante porque além de mãe de primeira viagem, eu tinha 18 anos.
    Mas nem tudo funcionava, ai fui testando cada dica pra achar o que era melhor pra mim. Mas tentei tudo que achei interessante.
    É isso, espero que você ache seu caminho e como sempre te digo, achei exercício super importante pra ajudar meu corpo…
    beijo

  2. Oi, carol eu tive parto normal com uma go do convenio, foi super tranquilo e nao tive preparaçao nenhuma, so me preparei a gravidez toda pra sentir muita dor e no fim nem foi assim.. passa la no blog que tem o relato.. bjus

  3. Oi Carol, eu fiz demais. Fiz hidroginástica do 5 ao 8 mês (devia ter começado antes…). E fiz desde o 6, 7 mês um curso de preparação física para PN que a Unimed de Goiânia tem. Nas aulas ela ensinava exercícios que ajudavam a gente a lidar com as dores do final e que são de alívio da dor na hora H. Ensinava a respiração e a partir da semana 32 ensinou a fazer a força certa. Isso é MUITO importante! Muita gente (incluisive nos programas da Discovery) fala que é fazer força "como de cocô", mas não é de jeito nenhum! Saber fazer a força certa é crucial.

    Sobre os exercícios, é bom aprender muitos, porque varia de cada pessoa o que funciona na hora. Uma amiga minha do curso funcionou o agachamento, pra mim não ajudava nada. O que me ajudou foi a bola de Pilates. Meu conselho para durante o TP é SE MEXA. Gravidade, baby, quanto mais vc ajudar, mais o baby desce e abre o colo do útero. Eu vejo as mulheres aqui e nos EUA em TP amarradas na cama e quase morro, é claro que o TP vai durar dias assim.

    Enfim, os exercícios de alívio da dor, os exercícios pra ajudar a dilatar e a força certa me ajudaram demás. Vc leu me relato de PN, né, foi rápido, 4:30 horas, e a hora de "empurrar" foi a parte mais tranquila, juro.

    Bjos

  4. OI Carol,

    No primeiro fiz hidroginástica (com bastante exercício no períneo);no segundo fiz pilates e tb exercitei bastante o períneo. No terceiro, como a grana já tava curta e eu contava com a minha experiência, fiz apenas caminhadas.

    Olha, os exercícios da região do períneo ajudaram muito. E acredito também que a tranquilidade na hora do parto (isso não é difícil não, na hora vc arruma forças que nem sabe de onde vem!!) e a concentração (principalmente), para fazer força na hora certa e administrar a dor são fundamentais.

    Bjos!

    Ivana

  5. Agora q li o post anterior. Acho que o que humaniza mais o parto é a postura do médico e não o local. Vc pode conversar com ela por exemplo, que quer evitar a episio. Pode conversar que não quer ficar amarrada na cama. No hospital q eu tive até tinha o quarto humanizado, mas qdo eu cheguei era de madrugada, ele ainda tinha que ser limpo, eu com contração de 1 em 1 minuto mandei ir a merda e fui pro quarto normal. Só pedi a bola de Pilates (vc pode até comprar no e-bay e levar a sua) e fui pra debaixo do chuveiro rebolar nela. Ajudou na dor e a dilatar.

    Resumindo: conversa com sua médica e mais tarde com a parteira. Elas serão mais importantes que o hospital.

    Bjos

  6. Oi Carol!
    Eu fiz hidroginástica para gestantes apenas, mas senti que precisaria ter feito alguma musculação, pois precisamos fazer força e ter resistência muscular na hora de empurrar. Porque se você cansa de empurrar podem te cortar o períneo (meu caso) ou usarem fórceps (caso da minha mãe no meu nascimento e que deixou-a totalmente avessa a partos normais).

    Dependendo da posição que vc for adotar no parto (não sei se aí vc poderá escolher) é bom fazer agachamentos (aqueles que queimam nossas pernas, hahaha) e ficar algum tempo de cócoras.

    Ah, lembrei, eu fiz uma ginástica para o períneo, na hora de fazer xixi vc segura e solta a musculatura, como se fosse prender o xixi (tem um nome, mas esqueci) e essa valeu muito a pena, principalmente depois do parto quando saímos fazendo xixi sem aviso prévio, hahahaha

    Boa preparação, beijos
    Nine

  7. Oi Carol,

    Sempre leio seus posts e acho muito interessante, tenho um filho de 1 ano e nove meses e ja passei pelo que você está passando.
    Não fiz planejamento pro meu parto, única coisa que falava era: Que venha como ele quiser vir, seja normal, natural ou cesária… Enfim, trabalhei muito durante toda gravidez, não tive complicações (além de muita azia e falta de ar no finalzinho da gestação) e meu pequeno por ser bem grandinho nasceu com quase 37 semanas de parto normal em uma maternidade de São Paulo, parto com episio e anestisa (claro) rsrsrs Foi maravilhoso! Mas não se preoculpe com o parto, ele vai nascer de qualquer jeito, é só respeitar a hora dele, esse negócio de agendar quando vai nacer é a pior coisa q tem!

  8. Olha, eu não fiz nada (ainda) mas sei que hidroginastica é uma benção… a Liza só se sente bem no final do dia se for para hidro… além de fortalecer e preparar para o parto, ajuda a diminuir a tensão das costas… beja

  9. Carol, apesar de nao ter conseguido o PN, me preparei mto com a orientacao das midwives. Fiz massagem no perineo com um oleo da WELEDA, mas fiz uma pequisa rapida e na america do sul nao fabricam esse oleo 🙁 (mas se precisar, estamos aki..heeh) a partir da semana 35 eu comecei a tomar um cha de folha de framboesa( pois tonifica as paredes do utero e ajudam com as contracoes).
    Eu fiz yoga pra gravidas onde a gente aprende varios exercicios de respiracao, postura…..mas q na hora da TP a gente esquece td…hehe o q valeu mesmo foram os exercicios pra dores lombares….
    Bjo

  10. oi carol, cheguei agora aqui, mentira, já passei váaarias vezes pelo blog, mas agora vim pra ficar.
    olha eu fiz hidroginástica, por ser o mais aconselhado para grávida, meu medico me deu a opção de pilates tbm mas meu plano não cobria e minha verba é curta. ajudou, bastante, eu não inchei, não tive problemas com peso, mesmo tendo engordado 18 quilos, pois os exercicios te deixam dispostas e tenho que te contar, dá uma fome e um soooono depois nessa mesma ordem!! meu parto foi o tal normal hospitalar, do qual vc reclama (com muita razão) nos seus ultimos posts, com direito á soro, anestesia(errada, me deram a de cesárea) e por consequencia fórceps e episio. ler bastante e pedir opinioes é muito bom, MAS vc tem que seguir seu coração antes de ter coragem e preparo para o PN. hoje eu posso dizer: não estava preparada para o parto que tive, me preparei para esse que vc quer tbm. mas essas coisas não estão escritas, tudo pode acontecer!
    faça bastante exercicios, beba bastante agua, coma bem e RELAXE mulher, nada melhor do que estar em paz com o espirito para esse momento indescritivel!
    bjosss

  11. oi, eu de novo…
    fiz yoga (tem um post lá no blog sobre isso) desde o 4 mes, e hidro mais pro final. A yoga foi fundamental: pra força, respiração, preparação do períneo e, principalmente, pra ter a tranquilidade necessária pra esperar o tempo que fosse pelo parto normal (que pode durar um dia inteiro, ou mais… – embora a maioria dos médicos não espere todo esse tempo…).
    Além disso, entrei em contato com uma doula, que foi nos acompanhando durante a gestação e foi essencial no momento do parto. Ela me acalmava demais, tirava dúvidas, mostrava filmes, emprestava livros… enfim, um apoio não médico, mas especializado, também vale ouro nesse momento.
    Fora isso, li MILHARES de relatos de parto (de todo tipo: normais, naturais, domiciliares, hospitalares, cesáreas, frankesteins, etc etc etc), em sites e livros. Também acho que foi bacana e me ajudou na preparação psicológica. Filmes também podem ajudar.

  12. Carol, eu fiz um misto de atividade física conm reza braba:
    sou aquele tipo de gente que não sabe parar quieta e que pre-ci-sa de ginástica para sobreviver. Antes de engravidar eu corria, mas a GO aconselhou, óbvio, a não fazer exercício de impacto durante a gravidez.
    A atividade que eu escolhi para fazer, então, foi a natação, por ser um exercício de intensidade mais próxima do que eu estava acostumada (acho que morreria de tédio caminhando ou fazendo hidroginástica, por exemplo, e mais que uma vez fui expulsa de aulas de ioga, por não saber parar quieta e tumultuar o ambiente, vai vendo).
    Embora a natação não tenha sido escolhida com o objetivo específico de preparação para o parto acho que ajudou, sim. Aliás, o que os GOs dizem é que uma boa condição física (seja como ela for conquistada) ajuda o trabalho de parto, que é sim um trabalho físico cansativo.
    E a parte da reza braba: eu simplesmente coloquei na minha cabeça que teria parto normal e ponto final. Como já disse no post anterior, nem discuti outra possibilidade com a GO.
    Assim como encasquetei que amamentaria exclusivamente até o sexto mês.
    E estamos aqui: parto normal do jeito que eu queria, cinco meses e meio de amamentação exclusiva (a caminho de completar o sexto mês). E que ninguém venha duvidar da força do pensamento!
    Beijos
    Dani

  13. carol, fiz ioga para gestantes, que trabalha alongamento, exercícios para o períneo, respiração e concentração.
    acho que ajudou muito, especialmente na hora das contrações brabas.
    mas não dá muito condicionamento físico.

    não sei se os excercícios para o períneo ajudaram muito, visto que a médica meteu a tesoura e nem me deu a chance de me arregaçar sozinha

    beygos

  14. Carol..
    posso palpitar tambem né. Não tem muita diferença nos exercicios, o bom mesmo é se preparar.
    Eu indicaria um pilates e uma hidro.. Pilates pra dar sustentação ao corpo, postura, fortalecer o perineo. E a hidro pra fz td isso e relaxar… hehhe
    beijos

  15. OI, Carol! Já comentei algumas vezes e te leio SEMPRE! Meu parto foi normal tipo quiabo. Daqueles de novela… o médico me mandou fechar as pernas e não fazer força para que pudéssemos chegar na sala de parto. Enquanto meu marido estacionava o carro, minha filha nascia. Quando ele entrou na sala, a enfermeira estava me entregando meu bebê… hehehe foi até engraçado. O que eu fiz? Sempre fui viciada em atividade física. Antes de engravidar, fazia pilates, basquete e corrida. Depois, continuei com o pilates e fiz natação, ginástica e hidro para gestante. Além disso, muuuuito foco e pensamento positivo. Quando alguém me relatava um parto do estilo do meu, eu sempre pensava: O meu vai ser assim… beijos e boa sorte! Continuo acompanhando…

  16. Ah! Rebolar na bola de pilates durante o TP foi fundamental e agilizou muitíssimo todo o processo (primeiro eu fui ao consultótio do meu médico e estava com 1 cm de dilatação… sentei na bola, aí veio uma contração atrás da outra e tivemos que ir correndo para o hospital, que, por sorte, fica próximo).

  17. carol, eu fiz ioga, mas não específica para gestantes. não tinha nada do tipo perto de casa nem do trabalho (e eu trabalhava demais), então a logística complicava (além do cansaço básico). eu já praticava um ano antes de ficar grávida, então continuei frequentando as aulas normais, só que a professora fazia uma série diferente para mim, com ênfase em respiração e em exercícios para flexibilidade e assoalho pélvico. acho que valeu bastante a pena, apesar da preguiça eu sempre me sentia melhor depois das aulas. os exercícios para o períneo eu sempre me prometi fazer, mas acabei não fazendo.
    acho que a preparação mais importante é relaxar e ouvir o que o seu corpo está pedindo. e reza, braba ou não, sempre vale a pena.
    boa sorte para vcs, beijinhos

  18. Eu fiz yoga, hidro e personal trainer. Fiz aqueles exercícios pro períneo.
    Acabei 27 em trabalgo de parto e cesária de emergência. Não deu pra ser normal pq ela entalou. Não saia. Resumo: pode fazer o que quiser, mas nada é 100% garantido. Só vai dar pra saber na hora. Por isso, vá preparada para o que der e vier, para vc não ficar triste e decepcionada (como eu fiquei) num momento tão maravilhoso. O que importa mesmo é ele vir com saúde. O resto a gente supera. bjos

  19. oi carol, acompanho seu blog há pouco tempo…
    eu tive PN e ñ me preparei com nada…sou da opinião q a mulher foi feita pra parir…tive um parto super tranquilo, graças a deus!
    o mais importante é preparar a cabeça, querer muito, e principalmente, ter um médico q seja adepto!

    bjs

  20. Não fiz nenhum exercício em especial, primeiro pq não tinha grana e segundo pq nao tinha tempo.
    Eu andava muuuuito, acho que isso ajudou, andava mais de 1 hora por dia (pra ir e voltar do trabalho…) e de vez em nunca quando eu lembrava fazia Kegel.

    Eu concordo muito que a cabeça é importante. Estava preparada pra uma dor tão grande e um parto tão demorado, que no fim acabei achando "fácil".

    beijos

  21. Carol,

    Fico tão feliz que meu relato tenha te ajudado de alguma forma, te dado esperança de que apenas dias bons virão. Conheço MUITO bem essa insegurança que nos atormenta após uma perda. Achei que fosse senti-la apenas no 1º tri, mas acho que ela foi bem além. Só no finalzinho da gravidez é que curti mesmo, sem mais receios. Mas sabe, até isso serve pra amadurecer a gente. Isso porque temos que ficar bem e exercitar aquela capacidade de confiar na vida, em Deus. Até a nossa fé parece que cresce. Com certeza você terá seu final feliz. E como meu marido sempre me disse e agora eu vivo: quando nosso filho nasce, todo esse medo, essas dores que passamos, são esquecidos por completo, como se nunca tivessem existido. É porque se tornam pequenas coisas perto do tamanho do nosso amor de mãe! Desejo a você, a seu marido e a esse babyzinho, toda a felicidade do mundo! E quero ler daqui alguns meses o SEU relato de parto! 😉

    Bem, fiz cesária como você viu. Mas meu GO sempre me indicou o Pilates pra fortalecimento dos músculos abdominais e do períneo caso eu fizesse parto normal. Ajuda inclusive no pós-parto, pq com a musculatura forte, tudo volta pro lugar mais rápido!

    Um beijo!

  22. Amadinha, vou te mandar um email J-U-R-O!!! Mas é que foi bem o período de partida da mamis e retorno do marido, entonces a semana está meio conturbada. Mas vou responder, pois falei que ficava quietinha SE vc ficasse! Não ficou, não ficarei também 😉
    Beijinhos e até loguinho!

    Ila.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *