povo querido!

que saudade de vocês!
queria agradecer pelo carinho recebido no meu último post, brigadíssima! e pedir desculpas, porque eu fiz o maior alarde de ver vocês, mas acabou que não vi ninguém.

aconteceram duas coisas e eu só vou falar de uma delas, pode ser? é que uma das questões envolve a minha família, são assuntos muito pessoais de outras pessoas, não me sinto a vontade de sair divulgando.

mas vamos ao que aconteceu comigo e sobre o que é tranqüilo de falar: sei lá. Passei mal algumas vezes. Sentia fraqueza e dores de cabeça. Um dia, tive uma enxaqueca tão braba que fui parar no hospital, porque os remédios que eu costumo tomar não estavam fazendo nem cosquinha. Não tinha ânimo pra nada, só pensava em deitar na minha cama, na minha casa, ligar pra minha médica e, ainda por cima, morri de saudades do meu cachorro (não me chamem de louca, mas ele faz falta mesmo!).

aí acabei deixando alguns chateados, porque não fiz metade das coisas que tinha prometido, nem falei com metade das pessoas com quem queria falar. E ainda por cima ficava falando que estava com saudades de casa. “Casa?”, dizia meu pai, “mas aqui é sua casa”. Putz. Como faz pra explicar pro pai que não, que a casa dele não é mais a minha casa? Doeu em mim e óbvio que deve ter doído nele. Eu nunca fui de muita frescura, fico na casa das pessoas sem problemas, abro geladeiras sem cerimônia, tudo na maior cara de pau mesmo. Mas dessa vez, foi diferente, eu não estava à vontade. Queria voltar, só pensava nisso.

Até cogitamos adiantar a passagem, mas o aniversário do meu pai era no penúltimo dia, ele ia ficar muito chateado se eu fosse embora, então não fui (depois concluí que foi bom ter ficado, o aniversário foi ótimo, nos divertimos muito). E fiquei lá assim: meio cansadinha, envolvida em questões familiares e doida pela minha caminha argentina.

Então, eu voltei, já fui ao médico e já estou fazendo alguns exames pra saber qual é a desse cansaço todo. E estou super bem humorada de novo! Eba!

(e cheguei à conclusão que sou uma velha mesmo: saudade da cama, do cachorro, do médico e do controle remoto da televisão? Assinei meu atestado de terceira idade, eu sei)

/
/

26 respostas em “Sobre o que aconteceu

  1. Carol, que saudades de você.

    Sabe que eu sou igualzinha. No final da viagem pra Europa eu já estava mega cansada e morrendo de vontade de voltar pra casa.
    E minha casa agora não é mais o Rio de Janeiro.

    Se isso servir de consolo saiba que você não é a única que assinou o atestado da terceira idade. rsrsrsrs

    Cuida de você e volte para sua tão querida rotina.
    Beijão

  2. ai, carol, a gente sente falta mesmo.
    quando eu operei da ectópica foi pra casa da mama ficar alguns dias e só consegui permanecer lá por 1 dia e 1 noite, acredita? pedi pra ela me levar pra casa porque estava com saudades da minha cama, da gata e das cachorras… a gente se acostuma e se sente mais à vontade na nossa casa mesmo. principalmente quando estamos malitas…
    que bom que está bem. eu sabia que as coisas iam melhorar e seu humor tb.
    beijoca!

  3. No mais, a melhor noticia vc nos deu. Esta melhor e mais bem humorada, isso ja adianta um puta lado ne???rs]
    Queri, espero q tudo passe rapido, nos dois casos. Nesse q nos contou e no outro!
    Bjos

  4. Ufa, que bom que passou!
    Nada melhor do que o nosso canto né?
    E vê se come direito menina, pra mandar pastar esse cansaço todo!

    beijo pra ti e pro cachorro fofo (lógico que entendo essa saudade)

  5. HAHAHAHAHAH FIGURA!

    Apesar da mudança de passeios, adorei a overdose de vc! lembrei daquela época da facul que passavamos o final de semana inteiro juntos!! amei, amei!!

    Mande notícias, viu? e me passa sua conta!

    beija!

  6. Os americanos tem um termo para isso: homesick =)

    É normal depois de um tempo desacostumar com a casa dos pais, meu marido outro dia até passou mal jantando na casa dos pais – a comida da empregada é muito mais gordurosa que a lá de casa.

    Beijocas!

  7. Nossa Carol, deve ser super barra ter que admitir que estaria mais feliz em casa do que com a familia no Rio.
    Mas acontece!
    Sao coisas da vida q nos deixam marcas e que um dia vc olhando pra tras, vai rir!
    Espero q de resto tenha ficado a vontade de voltar e ver o papai de novo em breve!!
    Um super bju

  8. Eu AMO minha casa! Não troco minha cama pela minha antiga, da casa dos meus pais.
    Desde quando casei, em janeiro de 2007, se dormi cinco vezes na casa de meus pais foi muito.

    Embora não tenha feito tudo o que planejou, vc reviu a família, que é a coisa mais preciosa que temos na vida.

    Bjs!

  9. É, sei…admite Carolina, isso era saudade de mim!
    Nada é igual a casa da gente mesmo, apesar de que, se o meu pai se oferece pra dormir na sala, eu nem penso duas vezes e corro pra dormir na cama com a minha mãe!!!
    O importante é que tu está de volta, eu tava morrendo de saudade!
    Beijo!

  10. Que saco né Carol, mas querida, o bom é que vc está de volta pra casinha e está bem, enxaqueca é super emocional, vc deve ter ficado ansiosa com as férias, rever a família, o rio de janeiro que continua lindo e afins…. fica bem! um beijão!

  11. Nós também passamos um feriado difícil… rsrs
    Mas que bom que já estamos bem, né?!!
    Carol, descobri que estou com um problema na tireóide que dá um cansaço, uma moleza… sem contar que pode até interferir numa gravidez, interrompendo-a antes do tempo.
    Como prevenir não custa, peça ao seu médico para fazer um ultrassom de sua tireóide e um hemograma medindo seus hormônios tireoidianos e seu TSH.
    Espero que não seja nada, só uma preguicinha mesmo!! rsrs
    Bjs!!

  12. Oi Carol!
    Eu tb fico com saudades da minha casa qdo estou na casa dos meus pais.. mas vira e mexe ainda falo na da casa deles como a minha casa! É um processo lento!
    Aguardo notícias para saber oq vc teve, espero que seja uma boa notícia!!
    Bjos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *