Eu já tinha postado essa música uma vez.
Tinha entrado num táxi e tocava na rádio, o que fez meu dia ficar todo felizinho.

Cheguei em casa, procurei uma versão qualquer e publiquei, pronto.

Fiquei um tempão com isso na cabeça e sempre que estou precisando de um up, é ela que escuto. Acabou que a música tava guardadinha no fundo da memória, sem ser muito mexida.

Mas aí, ela voltou. Tem uns dias que essa musiquinha tá na mente de novo. Dessa vez, não porque eu precisasse de um up (ou talvez sim, abafa), mas porque tem me levado a um sentimento tão meu que achei que não era legal por na internet, queria manter guardadinho aqui comigo. Mas resolvi publicar. Porque sim, porque precisa. Porque coisa boa a gente solta, espalha e deseja igual pra todo mundo.

***

Daí tem o blog, né. Que já está na minha vida há muitos anos, que é meu companheiro, meu diário. Com ele, eu consegui me entender melhor, entendi as pessoas, falei com gente que tava longe e que tava perto, conheci um pessoal muito legal.

Só que, sei lá essa coisa de internet, né. É meio doida. Você abre a vida, a intimidade e tudo mais pra quem nunca viu. Seguindo a onda da coisa, eu também abri meu contato pessoal pra alguns, meu MSN pra outros.

E conheci a Jordana. Trocamos contatos, começamos a falar. Sei lá quando, sei lá como. Só sei que nunca mais parou. Descobrimos a minha gravidez, a dela, o meu problema, o problema dela. A minha perda. Tudo isso juntas. Tem pouco tempo, mas parece que tem anos, sabe? Que coisa curiosa encontrar pessoas assim, online.

Mas, assim mesmo, online, ela me acompanhou nos meus repousos, consultou médicos pra tirar minhas dúvidas, fez gracinhas pra eu rir, rezou por mim, chorou junto, colocou o meu problema na frente dos dela. O que eu achei errado. Ela não. Mas o tempo e a vida ensinam, Jo.

Que a internet, por exemplo, foi só uma desculpa da vida pra nos aproximar.

Que as distancias são relativas.

Que você esteve tão perto, tão mais do que muita gente “da vida real”.

E que o amor existe em tantas formas, em tantos lugares, basta abrir os olhos pra ver.

Eu demorei, mas eu vi.

***

Obrigada, por tudo. Por muito mais do que você imagina.
Assim que der, a gente vai ser ver.

***

E essa música é pra você. A versão mais bonita que eu encontrei.

2
2

21 respostas em “Sobre o amor, a internet e um pouco mais

  1. Carol, eu estava pensando justamente na Jordana, quando aconteceu aquilo tudo com vc, mandei um email para ela perguntando como vc estava, porque sabia que vcs se falavam, e hoje olhando meus emails vi o tal email e pensei nela, ela sumiu, nunca mais deu noticias, ela esta bem??O baby?
    BJOs

  2. Isso tudo que vc descreveu acontece mt aqui nessa nossa busca pela cumplicidade…
    Tem pessoas aqui que tenho tanto apreço que gosto tanto…até mais do que com pessoas do meu convívio real…
    Amizade que a gente constrói aqui se solidifica, se torna tão forte que a distância do "mundo real" para o virtual se encurta que parece que aquele afago que vc recebeu nas ondas da internet se torna tão gostoso que parece que foi aqui, bem de pertinho…

    É isso mesmo amiga!!!

    BJS!

  3. Carol,

    Minha querida amiga, minha consultora de assuntos monetários/climáticos/conjugais/sexuais/espirituais e bizarrices em geral! De verdade, eu tenho muita sorte de tu estar na minha vida e de poder dividir contigo tantos momentos importantes!
    Nossa amizade é um presente pra mim. A distância fica tão pequena que chega a ser um impecilho bobo perto de tudo o que a gente já viveu!
    Eu desejo pra tua vida só felicidade e todos os teus sonhos realizados, e que eu possa estar sempre por perto, pra rir contigo e rir de ti, te atormentar,e te lembrar sempre que tu é luz na minha vida!
    Beijos

  4. Que lindinhas vocês! Bom, hoje fui na minha GO e perguntei sobre a demora na monstra, falei de você. Ela disse que é super normal e que pode demorar até 45 dias, então relax, vc tá no prazo rsrsrs Beijokasss 🙂

  5. Oi Carol… que texto lindo e que música, amo demais esse som!

    Não imaginava que ao criar um blog, ia conhecer pessoas assim como vc, que com palavras consegue dar um up em nossa vida e fazer esse momento não ser tão bicho de 7 cabeças.

    Bjos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *