Hoje eu voltei a trabalhar e todos elogiaram a minha voz sexy gripal (NOT). É sempre bom voltar pra vida normal cotidiana do dia-a-dia, dá animo e talz. Mas sei lá o que me deu hoje, talvez o dia cinzinha e frio que faz em Buenos Aires, só sei que senti que tava querendo ficar tristinha e melancólica de novo.

Eu tenho todo o direito de ficar tristinha e melancólica dez milhões de vezes, né não? Mas bem, eu mesma não tava afim de aturar isso. Sei lá, chega uma hora que a pessoa perde a paciência com ela mesma. Daí tava comentando desse assunto com a colegagi no MSN (porque não contente em postar, eu vou lá e comento tudo com quem me atura, aí esse que me atura é obrigado a ouvir a mesma história várias vezes). Mas bem. Daí, depois de chorar mil pitanguinhas da minha vida, eu concluí o assunto assim “e quem disse que seria fácil, né?, repito isso pra mim mesma como mantra”- filosófica e inovadora, eu me achei.

Aí a colegagi me supera: “nããão. Mantra é isso, ó:

Gentes, assistam, por favor! É uma injeção de animo!
Jessica é minha ídola!

Nem preciso dizer que fiquei doidinha pra subir na pia do banheiro e ficar cantando sobre todas as coisas legaaaais da minha vida, né? “i like my husband, i like my job, i like my father, i like my blog, i like my hooooole house, i can do anything good, yeah yeah yeah”.

Sianimei.

E qual não foi a minha surpresa ao descobrir que tem continuação? Jessica segue no bom humor, ensinando a gente a ser feliz:

GREAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAT!

***

E é engraçado porque eu fiquei pensando que quero muito que meu filho seja fanfinha assim. Na época que eu tentava engravidar – na Season 1, chamemos assim –, eu ficava pesquisando mil coisas sobre educação, alimentação saudável e outras coisas nesse sentido. Tava preocupada em me preparar pra passar o melhor possível pro futuro baby, néam.

E não que eu não esteja mais preocupada com isso.

Mas digamos que relaxeeeei. Agora, que estamos ainda no aguardE de quando comecará a Season 2, eu fico é pesquisando exemplos de fanfarronice, porque quero mais (e acima de tudo) que o babytcho seja fe-liz. Tipo Jessica, sabe?

(e pensando nisso tudo – olha como é a vida – me lembrei que minha mãe era fanfarrona pracaralho, tipo pessoa que subia na mesa pra dançar, gargalhava bem alto e fazia piada com as merdas da própria vida. AMO!)

*

*

17 respostas em “Daily Affirmation

  1. 'I like my haircut.'

    Sou viciada em vídeo de criança, pq elas são naturais, são aquilo ali, não gostou. não ligo.

    Zero dúvida que seu baby vai ser assim, e vai fazer cabana em casa, e vai acordar falando sem parar…e vai enlouquecer seu cachorro.

  2. Eu seapaixonei pela Jéssica rs… Quro muito que o seu futuro bebê e o meu também sejam assim, mas sendo seu filho ja tem grande chances de ser um baby super espontâneo e feliz
    bjocas

  3. è isso aê amiga, ñ vale a pena ficar o tempo todo chorando, tem q lutar, tem q pelo menos tentar.
    De qualquer forma pensemos em nossas vidas e concluímos q tem gente bem pior…então, forças a nossa vit´roia chegará.
    pra v amiga com carinho..!

    "Podemos jogar pedras, reclamar delas, tropeçar nelas, escalá-las, ou construir com elas."
    Não espere que os outros construam pra você, planeje e faça!
    Você é responsável pelos próprios sonhos e pela realização destes.
    Com um pouco de imaginação e um muito de boa vontade podemos reconstruir sozinhos a casa que vamos morar e o futuro que nos oferecemos.

  4. Acho que é a melhor coisa que podemos fazer né???

    Fanfarronices conosco mesma!…melhor do que me aturar…affff…as vezes eu me encho de lamúrias que nem me agueanto!…vou tantar ser Jéssica!!!!

    BJS!!!!

  5. hahaha muito bom!

    Combina com o post que escrevi esses dias no meu blog, o título era "Feliz com o que se tem".

    Fala pro Maridón te mostrar o vídeo do chinesinho apaixonado. Coisa mais fofa também!!

    Beijos

  6. Na boa, não gosto de criança muito educada, me dá medo. Sério! Eu prefiro crianças que são crianças e se divertem. Vejo tanta criança treinada, tipo "Conta em Inglês até 10, agora em Francês, agora diz todas as capitais do mundo, agora fala o Alfabeto ao contrário" ARGH! Parece cachorro! Fala sério!

    Acho que você tá certa, a gente tem que querer que os filhos sejam felizes, com o resto a gente lida depois!

    Beijocas!

  7. super apóio babies fanfarrões!
    e o seu, no mínimo, vai ser dois da jessica.
    eita menininha porreta!
    minha mama vive falando pra mim que eu não posso deixar que o isaac perca o bom humor e a felicidade.
    aquele brilho nos olhos e aquela vontade de pular cada vez mais alto, sabe?
    e viva a jéssica, menininha supe que ganhou mais uma fã!

    bjo bjo bjo bjo

  8. Olá!
    Você pode ajudar o Brasil a continuar livre da poliomielite! Ajude a divulgar informações aos papais e mamães, para que eles não se esqueçam de levar seus filhos menores de cinco anos para tomar a segunda dose contra a paralisia infantil, no próximo dia 14. Essa simples atitude faz com que as crianças do nosso país estejam protegidas de uma grave doença.
    Caso tenha interesse em ajudar a divulgar a Campanha Nacional de Vacinação Infantil, e para obter mais informações ou materiais da campanha – como o filme e banners -, entre em contato com comunicacao@saude.gov.br
    Obrigado por sua colaboração!
    Ministério da Saúde

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *