Estou terminando meu sétimo ciclo de tentativas e – admito – muito cansada de esperar. Não quero forçar vocês a fazer comentários repetidos, já li e reli tudo que foi dito aqui nesse blog sobre o tema. Sei das experiências de todas e sei que com cada pessoa acontece de um jeito. Como quase tudo na vida, né.

Na semana passada eu tava malz e nessa agora to iNgual. Tentando disfarçar e tentando curtir o resto da vida, mas sinto que meu limite de paciência tá acabando, que meus pensamentos não me deixam relaxar e que Maridón também já está se cansando.

Na sexta passada, fomos à comemoração de aniversário de uma amiga do trabalho atual dele. Estávamos todos comendo uma pizza ni qui Maridón resolve anunciar a novidade de que estava mudando de emprego. Ele mal terminou de dizer “tenho uma novidade” que todos começaram a gritar “ela tá grávidaaaaaaaaaa” e gritos loucos pela mesa nem o deixaram concluir a frase. Arfe. Muito sem graça, ele esperou os gritos passarem pra dizer que não, não era isso. Contou do emprego novo e, puxa, nem teve o mesmo brilho.

Pra mim, doeu. Eu queria muito contar pra eles o que eles queriam ouvir. Acho que doeu em Maridón também, ele ficou bem sem graça. Esquecemos isso logo depois, pois fomos pra night seguir a comemoração e sijogamos com força na cachaça. Nem lembro como quando/onde/porque cheguei em casa.

Bem, mas excluindo o que as pessoas pensam ou o que querem ouvir, o mais complexo foi que conversei com Maridón e ouvi dele o que já estava esperando que acontecesse: ele tá de saco cheio também. Não quer mais a pressão de transar dia-sim-dia-não, tá se sentindo culpado, cansado, triste. Ele não me culpou de nada (UFA), mas colocou a questão pra gente pensar juntos, sabe. Eu já estou com cólicas e TPM, conheço meu corpo e já sei que não rolou esse mês. Com isso, podemos considerar que já tentamos por 7 ciclos. Sei que 7 não são 24 ou 36, que estamos dentríssimo do que é considerado normal, mas cada um sabe onde dói o próprio calo. É foda viver na iminência de que algo grandiosíssimo está por acontecer e mudar toda a sua vida. É foda estar cansada de um dia cheio e pensar em sexo como obrigação. E, ao optar por não fazê-lo, ficar morrendo de culpa.

Seguir assim, não dá. Então, vamos à questão-título deste post: e agora? Conversamos bastante e decidimos: tentar por mais dois ciclos, só que usando tirinhas de ovulação. Nos dias que esse troço vier positivo, vai ser sexo na obrigação mesmo. Nos outros dias, a gente relaxa e vive a vida como quiser.

Se não rolar nesses dois meses: vamos RELAXAR. Não vou mais pensar em período fértil, contas, possibilidades. É um compromisso comigo mesma e com o meu casamento. Sei que parece promessa de político, mas é muito sério. Já até tenho mais ou menos pensado o que fazer pra ocupar bem a cabeça, pra relaxar e deixar rolar. Depois disso, se ainda assim nada acontecer, vamos voltar ao médico. Vamos investigar mais a fundo e repensar sobre como seguir.

26 respostas em “E agora?

  1. Parabéns pela decisão! É aquela história que falei, de pôr um dead line na coisaa. De começar a agir, fazer algo que ajude, mesmo que seja (e assim deve ser) da maneira menos invasiva possível, bem caseira 🙂
    Vá aos poucos, talvez você chegue lá antes do que imagina. Um abraço

  2. Carol, eu confesso que duvido que vc consiga deixar pra lá, sua neurose em cima do assunto é muito grande! Já te disse isso (provavelmente umas 525 pessoas já disseram): ansiedade só atrapalha.
    bjos

  3. Puxa, tô ficando biruta com esse assunto…
    Entendo perfeitamente vc e seu desânimo, mas acredito que sua decisão foi sábia, vc deve realmente verificar se algo está errado ou buscar ajuda.

    Torço por vc, Carol

  4. Acho que vc tá certíssima, e ainda faria mais, falaria com seu médico e pedia pra acompanhar ovulation de verdade lá com o US TRANSV. neste ciclo só pra garantir e ver se vc tá ovulando mesmo…. pra ajudar a tirinha….rs
    tô na torcida também, mas claro, no pressure… acompanha que vai te dar mais segurança e este próximo ciclo será diferente… mas olha o desânimo: este ciclo não acabou e sem dar falsas esperanças a gente quando tá grávida se sente super igual quando vai menstruar: coliquinhas, peito doído, sensível…enfim, tudo igual….rs pelo menos comigo foi assim….
    bjs

  5. Carolzita, nada de comentários repetidos. Então digo: siga seu coração e busque o que te faz sentir melhor. Atravessar os sete (longos) ciclos de tentativas e não pirar já é uma vitória.

    Beijos

  6. Oh, Carol, realmente tem que fazer como for melhor pra vc e ele, senão acaba comprometendo a sanidade e, Deus me livre, o relacionamento de vcs.

    Mas eu vou ficar aqui torcendo por vcs!

    Bjos

  7. Amiga.. sei bem da sua duvida.. a gente pensa em largar tudo e pensa que assim vai ficar mais dificil de engravidar, afinal olhando tudo ta dificil, imagina sem olhar nada… mas na verdade é ai que acontece… acho que existe a crise dos 7 meses tentando.. me lembro bem de quando completei ..e ficava lembrando das amigas que tentavam a 7 meses e eu n quaria chegar a tanto..aff.. cheguei e passei…mas vou torcer para seu positivo vir logo.. quero para todas o quero para mim .. pois sei bem quao grande é nossa vontade!

  8. Carolzinha … Sei bem como é isso, eu to tentando a 4 e ja to doidinhaaa de tanto esperar rs faz isso mesmo, tenta desse jeito, tenta acertar os dias férteis e manda ver rs se nao der, relaxa, mais nao deixa de ir atras nao, de ir no médico e tentar…
    Acho sabia a decisao de vcs, ja que vc esta vendo que ta meio chato isso já, vcs tem que fazer o que for melhor para o relacionamento de vcs…um baby tem que vim para completar a felicidade e nao ser motivo exclusivo da nossa felicidade (ou falta dela), e nem acabar com a harmonia da vida a dois… hj tava fuçando no seu blog e achei um link de umas fotos sua e do maridon acho que em ny, adoreii, vcs sao uns fofos, casalzinho lindoo!! Torço mto pelo baby de vcs, mto mesmo, nao desiste!! BjaO

  9. Ah, escrevi um texto e esqueci de dizer uma coisa, agente nao consegue relaxar nunca acho rs Só no dia que estivermos com nossos babys no forminho é que vamos enfim relaxar, mais tente "administrar" essa ansiedade de uma forma positiva e que nao te faça mal, é dificil sim, mais nao é impossivel, pensa no seu relacionamento em primeiro lugar, depois vem o baby.Vc vai ter dias bons, relax, e dias péssimos, de querer morrer quando a m. aparece, mais faz parte né? So nao pode desistir e nem desesperar!! (Vai atras de um booom médico, eu iria.)
    Deixa eu parar de escrever, to escrevendo um livro de novo rs
    BjO

  10. Oi Carol.. primeiro obrigada por estar me seguindo.. fiquei tão feliz! Sabe, criei um blog pra dividir o que sinto com pessoas que sentem parecido… e está me fazendo tão bem! Foi minha forma de ocupar a cabeça e levar melhor esse assunto.
    Bom.. E agora?? Agora só vocês sabem a resposta.. não tem o certo e o errado, e é normal essas cansadas no meio das tentativas, umas desencanadas também fazem parte, não se sinta mal por isso, é só um tempinho que vocês vão precisar pra dar uma reaquecida e renovar as energias! Te desejo muita sorte, por agora, curtam o novo trabalho do seu maridon, aproveite a vida a dois e faça o que for necessário pra vocês serem felizes, sempre seguindo o seu coração e seu tempo!

    Bjos!

  11. Falou e disse Carol! Eu que estou no 3º ciclo já estou de saco cheio de às vezes ter que transar por obrigação…
    Parabéns pela decisão, te admiro muito amiga! Eu não conseguiria desligar…
    Bjokas

  12. Carol, pena que meu antigo blog era weblogger e sumiu… Lá eu contei em detalhes todo drama que passei em 3 anos de tentativa de engravidar sem sucesso, de sexo por obrigação, de culpa e de dez beta hcg em um ano. Quando me dei conta de que estava enlouquecendo e acabando com meu casamento, era o mês de dezembro, coloquei meus remédios pra induzir a ovulação no lixo e fui pensar em adoção. Deletei mesmo da minha cabeça. Em abril do ano seguinte eu estava grávida e como nem imaginava, aliás, achava impossível, só descobri com 9 semanas de gravidez. Minha filha tem sete anos e estou grávida de novo, dessa vez com 10 meses sem cuidados pra evitar engravidamos :o)

    boa sorte por aí e cuidado pra não pirar muito!

  13. Ai Carol, eh dose isso ne?
    Parece q nunca vai ter fim.. q TODO mundo fica gravida menos vc!!
    Tbm nao aguento mais.. que sabe hoje a noite eu ja terei algum resposta pras minhas duvidas.. IA a caminho!!

    Boa sorte e paciencia pro futuro!

    bjs

  14. lindona, depois de tanto tempo sem estar por aqui – forcada! – deu um pulinho hoje nas minutinhas de internet. queria conversar com vc… mas acredito muito em vcs e sei que vai dar tudo certo, sim. vai sim. conte com os meus pensamentos positivos e carinhosos, ainda que distantes.
    bejus!

  15. lindona, depois de tanto tempo sem estar por aqui – forcada! – deu um pulinho hoje nas minutinhas de internet. queria conversar com vc… mas acredito muito em vcs e sei que vai dar tudo certo, sim. vai sim. conte com os meus pensamentos positivos e carinhosos, ainda que distantes.
    bejus!

  16. amiga, tudo o q posso dizer é: to do seu lado, te apoio/escuto/compreendo SEMPRE!

    acho q essa foi uma decisão sensata, baseada num diálogo, tenho certeza d q vcs estão seguindo o coração E a razão, pra garantir o equilíbrio e conseguirem seguir em frente bem.

    vc sabe q tbm tenho esses problemas de espera, cansaço e "saco cheio", não é exatamente o mesmo tipo d problem q o seu (pq não to treinando né) mas tbm é relacionado à querer q a vida se encaminhe logo de passar o tempo, ajeitar tudo e trazer meus grandes sonhos à realidade…

    admiro mto sua sensatez e sua atitude sábia, tbm to querendo usar mais um pouco a razão e dar um passo mais forte pra aliviar um pouco a angústia q já quase toma conta d mim.

    Parabéns! Tudo d bom pra vcs e q venha o q está reservado pra vcs, q tenho certeza q é um futuro maravilhoso.
    Beijocas!!!

  17. oi carol,sou nova por aqui estava eu bisbilhotanto a sua historia e as vezes me vejo assim cansada,e olha que já não tomo remedio faz 3 anos,deixa rolar,acontecer com calma,só não desiste do seu sonho.
    bjs até logo!!!

  18. Oi Carol,
    Como já te disse anteriormente, torço por você e sei o quanto é horrível essa espera. Mas também sei que tudo acontece no seu tempo.

    Vai acontecer!!! Logo!!
    Boa sorte para o seu marido!

    Ah! Tem um selinho para você no meu blog.

    beijos,
    Paula

  19. Isso aí Carolzeta,
    Mudança de estratégia! Vai dar certooooo!!!
    As tirinhas de ovulação vão tirar esse peso do sexo cansado por obrigação!
    Acredita que procurei aqui em Curitiba e não achei?
    To torcendo!!
    Bjinhos!

  20. Carol, nunca escrevi prá vc, mas conheci seu blog quando vc começou e desde então venho acompanhando seus posts…

    Eu sei exatamente o que vc tá sentindo. Olha, eu acho um SACOOOOO quando alguém fala que a gente tem que viver a vida, tem que relaxar, tem que esquecer. E pode reparar, isso sempre vem de gente que: ou não entende nada do assunto, ou engravidou logo de cara ou mesmo que tenha demorado prá engravidar, mas não tem nada melhor prá falar.
    Eu sei que a maioria das pessoas falam isso na melhor das intenções, pq não sabem mais o que falar, mas quer saber? Não tem nada melhor prá falar mesmo, pq nada vai adiantar.

    Eu sou casada tem 5 anos, moro com meu marido em BH e estou tentando engravidar já tem dois anos e meio, são exatamente 30 meses de tentativas, fiz diversos tratamentos, engravidei, perdi meu bebê com 10 semanas, fiz trocentos testes de farmácia e chorei com meu marido no chão do banheiro, já levei mais de 60 injeções na barriga para ovular, fiz os exames mais invasivos que uma mulher pode fazer, e todo mês, quando vem a maldita menstruação eu SEMPRE falo que vou parar, que vou viver a vida, que vou desencanar, que agora vou cuidar de mim e esquecer de bebê… Mas a coisa não é assim. Simplesmente vc não consegue relaxar, e mesmo que vc tente transar loucamente por puro prazer, vc vai ter um momento que vai pensar que pode estar engravidando naquele exato momento. E aí vem toda a expectativa que dura até a menstruação chegar de novo.

    E aí (entra aqui um desabafo meu, já que não tenho blog), as pessoas próximas à vc engravidam, e quando vc vai dar parabéns, ainda tem que ouvir: "ai, eu nem tava esperando engravidar tão rápido! Eu via vc demorando tanto prá engravidar, achava que era difícil, mas nem é!" E vc nem pode mandar a pessoa prá PQP.

    Se tem uma coisa que eu me arrependo é de ter contado para as pessoas à minha volta que estava querendo engravidar. Ah, me arrependo MESMO! Tão melhor sofrer quieta, sem palpite de ninguém, e um dia falar: "engravidei, nos pegou de surpresa, não estava pensando em engravidar por agora!"

    Não adianta eu vir aqui e falar prá vc que sete meses é pouco tempo, porque eu sei que prá vc é muito tempo sim. Prá mim tbm é. 30 meses então, parece uma eternidade. Quando a gente quer uma coisa prá agora, o amanhã já é mto tempo. Quem gosta de esperar? Ninguém.

    Olha, não vou te dar conselho nenhum, pq eu tbm não tenho nada de bom prá falar, prá dar ânimo, rsrs, mas o que eu quero falar é que desejo do fundo do meu coração que vc não precise esperar mais para engravidar.

    E sobre a tirinha de ovulação, vou te indicar uma outra coisa, chama Ovatel. Eu achei melhor que as tirinhas. É meio carinho, mas não é descartável e vc vê se tá ovulando pela saliva.

    Bom, falei demais…
    Que Deus abençoe vc, seu marido e seu sonho!

    Beijinhos.

    Larissa Antunes

  21. Piada infame, mas q não posso deixar de fazer… "deixa aconte-cer na-tu-ral-men-te"

    Ok, piadas a parte faça isso, pensa pelo lado bom este mes tem o meu casório, então é algo para ocupar sua cabeçinha!! Logo depois estarei em lua de mel, e vc estará escrevendo assuntos casamentísticos e respirando outros ares!

    De repente isso ajuda 😉

    beijinhos, ju

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *