Volta e meia tem um baby aqui no trabalho. Tem várias mommys aqui na empresa e é normal que os avós os tragam ou que os filhotes venham pra almoçar ou ainda que passem o dia aqui porque a mãe não tem com quem deixar.

Embora a gente trabalhe na putaria com conteúdo adulto, o ambiente aqui é de super respeito e, sempre que tem uma criança, desligamos as TVs e escondemos qualquer tipo de material inadequado pros pequenos.

Eu sempre interajo, brinco, fico rindo e com cara de abestalhada quando chega um exemplar desses. Mas aí hoje… sei lá. Veio uma bebezinha filha da gerente de produção, tem 5 meses. Fica toda durinha no colo e distribui sorrisos pra quem quiser. Tem os bracinhos gordinhos e o olhar carinhoso. É uma fofa. De tanto ler e acompanhar as questões da maternidade, eu saberia conversar com a mãe dela quase como se também tivesse um baby da mesma idade. Mas, preferi não assustar a colega de trabalho e fiquei na minha, só olhando.

Só que olhando compulsivamente, como se a baby fosse uma montanha de dinheiro ou uma montanha de chocolate. Era, na verdade, uma montanha de sonho pra mim, gente. Fiquei com o coração na mão e lágrimas nos olhos. Não sei se alguém daqui notou, mas eu me senti o ser mais abobalhado EVER. Tive que ir pro banheiro dar uma acalmada e tentar pensar em outra coisa.

Nhé.

Não é todo dia que dá pra fazer piada com a condição de treinante.

11 respostas em “Dia sim, dia não

  1. ai, gata! eu sei bem como é isso, viu? a gente fica babando e sonhando e pensando e imaginando e querendo e querendo e querendo… né?
    ando meio nessas ultimamente… de babar em qualquer bebezico que vejo por aí.
    dá uma aperto quando imagino como será o meu…. ai ai… meus sais, viu?
    beijo!

  2. Aff menina, me senti no seu lugar pois trabalho no posto de saude e lá é o lugar de babys né? mtoooosss de todos os tamanhos, cores e sexos ai menina minha mae q é enfermeira me chama e eu fico la babando demais!!!

    Mas acho q isso é normal na nossa "condiçao" jhehehehe…

    Bjokas

    ps. fiquei mto curiosa.
    vc trabalha emq? conteudo adulto??
    😮 hehehe

  3. É Carolzinha, eu sei bem como é isso, contei até la no blog acho, um dia fui levar o cinhadinho na playland e estava super bem no meio daquela criançada toda, mais de repente uma menininha linda de morrer apareceu na minha visão e quase chorei no meio dos brinquedos Rsrsrs
    FODA!!
    Fica bem
    BjO

  4. hahah omg, é exatamente como me sentia, felizmente tá passando… e dependendo do nível de intimidade da pessoa, eu era mais cara d pau, pegava o bebe, ficava conversando desse jeito, como se tivesse um baby tbm, às vezes eu sabia mais do q a própria mãe da criança kkk ai ai
    como sempre, super tintendo e já passei mto por isso né miga kkk
    vamo lá, bola pra frente e quando tiver mais situações dessas sisigura! kkk (e pense q vc, quando estiver do outro lado, como mãe, tbm passará por isso com seu baby diante de outras treinantes!)
    Beijocas!!!

  5. Seeei…. Mas pensa que vc já ta casada bem, e já começou a treinar. eu ainda não casei, e vai demorar pra isso, e pra começar a treinar, e eu já estou simordendo de vontade….

    Beijo!

  6. hehe adorei a piadinha Carol!
    Mas é verdade isso, tb fico boba qdo vejo um bebezinho! Hoje quando acordei, abria a janela do quarto, adivinha qual foi a primeira coisa que vi lá embaixo???? Uma mamãe caminhando com seu bebe no carrinho!! Não deu outra, debrucei na janela e fiquei olhando até ela sumir da imensidão da avenida! rsrsrs
    Loucassssss
    bjinhos e pensamentos POSITIVOs!!!

  7. Carol

    Eu disse que voltava, afinal a identificação foi instantânea e portanto, voltei.

    Também tô assim, olhando e babando nos babies alheios. Um gripe horrorosa me pegou e na sexta fiz apenas meio expediente no trabalho, com a tarde livre para descansar fiquei assistindo o canal Discovery Home Health (é assim que escreve???) e até chorei com aqueles bebês todos.

    A gente só tem que colocar em mente que logo, logo, estaremos com os nossos e as treinantes farão o mesmo conosco, não é mesmo?

    Um abraço

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *