11 respostas em “Pregunta

  1. Olha, o segundo país que mais lê meu blog é a argentina… logo vc e pedrin estão bombando lá!!! falta só comentar!!! hahaha

    ou será q tem amigos argentinos que me acompanham e eu não sei???

    bjuuu

  2. Oi Carol (olha a intimidade),
    não, eu não sou Argentina. Sou Carol do Brasil mesmo, de Fortaleza, mais precisamente. Para não ficar no anonimato (como você durante 2 anos), estou comentando pra dizer que ontem conheci seu blog e viciei de um jeito que "tive" que ler desde o início… Identificação, sabe?
    Tenho 34 anos e tenhos 2 lindos filhos: Marina de 4 e Bernardo de 2. Mas ja fui uma "tentante" Marina demorou 13 meses (isso mesmo) para resolver dar o ar da graça na minha barriguinha 🙂
    Eu não tinha problema algum, muito menos meu marido. Fiz todos os exames possíveis e necessários. Meu pai é médico GO, dono de uma clinica de fertilização (olha a ironia do destino). Mas a coisa simplesmente não acontecia.
    E eu procurava um "porque" e não existia uma resposta. Oh meu Deus, logo eu que sempre conseguia "controlar tudo na minha vida", isso era uma coisa que estava fora do meu alcance.
    Fui fazer terapia, porque eu ja tava ficando obcecada (erro de grafia?) pelo tema, so pensava nisso, e quanto mais as pessoas me falavam pra eu me acalmar, mais eu ficava ansiosa 🙂 A psicologa foi importante, ela me mostrou que eu não podia condicionar a minha felicidade à gravidez (e a um filho). E se eu nunca engravidasse? Seria infeliz pro resto da vida? Comecei a martelar isso na minha cabeça…
    Mas a cada menstruação era uma tristeza sem fim, meu marido hj brinca dizendo que foram 13"velórios" lá em casa.
    Ver outras amigas engravidando "sem querer" era um sofrimento, mistura de raiva e inveja…Ou seja, compartilho de tudo que você está vivendo agora. Viajei pra Europa pra relaxar e achava que voltraria grávida. Fiz vários Bhcg, controlava a ovulação pelo muco vaginal, fiz US pra saber a hora certinha que tava ovulando e deu certo? não!
    Um dia resolvi pôr um dead-line nessa história toda, era janeiro de 2005. Me prometi que se até julho eu não engravidasse, eu faria uma indução de ovulação com hormônio e uma possível fertilização. Aí as chances de engravidar eram enormes!
    Pronto, eu parei de sofrer depois que tomei essa decisão, mesmo sem indicação pra tratamento (já que eu não tinha problema algum) eu decidi que faria, chega de sofrer! e finalmente relaxei, porque a decisão tava tomada. Aquilo tudo tinha data pra acabar: julho. E adivinha? engravidei em fevereiro 🙂 simples assim!
    E a segunda gravidez? também não foi tão rápido assim acho que foram 5 ou 6 meses de tentativas.
    Então, esse "pequeno" relato é só pra te dizer que você tá no caminho certo e que se eu fosse você faria sim um controle de ovulação, faria o que for possível, porque não adianta a gente se enganar que não ta ligando que não sabe o dia da ovulação, a gente tá super perocupada com isso sim. E ponha uma data limite, como você mesma disse aqui, se soubesse que ia demorar 1 ano tudo bem, pelo menos vc saberia que não ia acontecer antes disso e não ficava nessa ansiedade toda. Eu fiz assim, coloquei uma data como certa e relaxei. Espero ter ajudado em algo. Adorei seu espaço. Boa sorte e continue tentando que é a melhor parte 🙂

  3. Caroool, tbm to no Brasil kkkkk
    mas vim falar lá no seu coment. Jura q vc não pensa nisso? Queria ter tanto auto-controle hahaha no fundo eu tbm não queria pensar TANTO assim em TODOS os aspectos, mas como eu já disse certa vez, ficar me vigiando, me censurando por coisas q meu pensamento automaticamente processa e ama, é auto-tortura e acaba me fazendo mais mal.
    Enfim, como vc disse, cada um tem seu jeitinho de sonhar com a maternidade, tbm leio mto, mas meus devaneios não consigo impedir! kkkk acho q já to meio "anestesiada" disso tudo, nem sofro mais tanto rs
    Beijosssssssssssss
    PS: vi as outras fotos (só tinha visto duas), tbm tão leeeeindas, sem jabar, amei mesmo! profissa!
    =***

  4. Carol aqui do Brasil / SP – Bem xará estava lendo seu post anterior… e fiquei triste por ter adiado a criação do blog tão logo eu decidi parar com o AC… queira ter a espera registrada… e queria ter o post do tão esperado positivo… mas eu não consegui segurar nem segundos kkkk assim que fiz o teste de farmácia a primeira a saber entre choro, gritos e risadas foi minha melhor amiga kkkk o papai so soube a noite quando eu fiz o beta… mas respeito quem espere pelo tempo "certo"… só fica de olho qto ao avião… pois existem restrições de vagens de avião para inicio de gravidez…

    Bjussssssssss
    Ca

  5. Oi Carol! Aqui é a Dani! Ops, também não sou argentina…
    Conheci seu blog através de uma amiga, a Jan, que também tá tentando…
    Olha adorei, viu! Texto muito bom de se ler! Vou te seguir e te linkar, tudo bem?
    Ah…e só prá constar: Nina demorou, mais ou menos, 8 meses prá morar na minha barriga! Quando fiquei grávida fiz 7 testes prá confirmar! Ui…mei doida, né! Meu GO, até dizia que eu não confiava muito no "p" do maridão!
    Beijo, querida!
    Já, já tem nene aparecendo por aí!
    Dani

  6. Eu leio de Paris sempre que tem post novo, sentindo que também comecei uma fase baby-bobeiras de uns meses pra cá.
    Mas ainda sem data definida pra acontecer a séria-bobeira de ter filhos, rs.
    Bjs,

  7. Sou aqui de Sampa-SP, e te acompanho aqui caladinha tbém!!kkk
    Amo Amo Amo ler o seu blog, me identifico em várias posts!!!
    Leio todos os dias e qdo ñ tem nada novo fico numa ansiedade!
    Menina, seu blog vicia!!kkk

    Bjos e estou super na torcida p vir logo o bbzão!!

  8. Sou aqui de Sampa-SP, e te acompanho aqui caladinha tbém!!kkk
    Amo Amo Amo ler o seu blog, me identifico em várias posts!!!
    Leio todos os dias e qdo ñ tem nada novo fico numa ansiedade!
    Menina, seu blog vicia!!kkk

    Bjos e estou super na torcida p vir logo o bbzão!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *