Taí uma coisa na qual eu nunca prestei atenção: meu ciclo. Nas minhas revistas Capricho e Querida (ui, lembram dessas?) da adolescência, sempre a tabelinha aparecia como o PIOR método anticoncepcional de todos, pouquíssimo confiável. OK, fui no mais recomendado, a pílula. E assim foi, por longos 10 anos e 9 meses. Tomando o remédio, o ciclo fica regulado e suas características (pelo menos, acho eu) não correspondem muito à realidade.

Daí, quando parei com a pílula, minha maior dúvida era entender o meu ciclo. Embora, na época, eu não quisesse determinar dias pra transar, acabou que fiquei perdida e muito mais ansiosa e enlouquecida do que agora.

Nesses 3 meses remédio-free, fiquei quebrando a cabeça fazendo conta besta e não cheguei a lugar nenhum. Até que conheci o site www.tabelinha.com.br, que faz a conta por mim e ainda manda e-mail avisando dos dias importantes! Olha que gracinha o que eu recebi hoje, por exemplo:

“Olá Carolina,

Atendendo a sua solicitação o www.tabelinha.com.br avisa:

Hoje é uma de suas datas especiais.”

Que delicadeza, que gentileza, que fofice! Se alguém ler meu email não entende muito bem, não liga o nome diretamente à pessoa. E eu, por outro lado, já fico sabendo que hoje é dia de ataque ao Maridón 😉

Eu sei que cada organismo é um organismo, sei que posso ovular fora dessas datas. Por isso, temos namorado quando dá vontade. Claaaro que hoje vou dar uma concentrada na coisa, mas sigo tentando não virar uma neurótica.

Fora isso (e olha que to tentando não ser neurótica), tenho uma planilha onde anoto as minhas datas de menstruação e os dias que fizemos sexo. Achei importante fazer isso para poder saber dar essas informações ao médico, caso seja necessário.

***

Isso tudo são tentativas de frear um pouco o pensamento. Pq a verdade é que acho que é a primeira vez na vida que quero muito algo que não tenho controle do quando e como vai acontecer, sabe. Não tem prazo, data, nada. Simplesmente é entregar pra que deus, o universo, o destino, ou qualquer outra força que comanda essa nossa vidinha decida por mim.

8 respostas em “Tabelinha e outros

  1. Oi Carol. tudo bem?? te vi no blog da debora.. e vi que tb é uma treinante.. adorei seu bloguinho e os temas.. vou te acompanhar e juntar forças para esse nosso periodo que seja curto..rsrs
    Bjim!

  2. Quando voce engravidar a data importante pra passar pro medico será a da ultima menstruaçao, é a partir dai que começa a contagem da sua gravidez!Quando engravidei a medica me disse que só precisava saber a data da ultima mesntruaçao e eu insistindo em dizer a data do ocorrido pq eu sabia a data! Esqueci de perguntar pra ela pq conta da data da ultima menstruaçao se eu engravidei 14 dias depois!? Eu sei que a dra tera uma explicaçao teoria bonita mas agora estou com duvida!Beijins!

  3. Carol, adorei que você me adicionou aqui.
    Então, sobre datas, a que importa quando você engravidar é a da última menstruação, mesmo.
    Depois de parar a pílula, comecei a anotar as datas da última menstruação. Depois de uns três ou quatro meses variando um pouco, notei que os intervalos passaram a ser regulares, de 28 dias. No terceiro mês de ciclo regular, engravidei. O US confirmou que a data da última menstruação é bem confiável: a data prevista do parto a partir da última menstruação coincide direitinho com a do US.

  4. Oi, Carol!
    Muito divertido seu blog! Adorei a história e o nome do seu cachorrinho. Eu tenho uma akita chamada Sakura, que todo mundo acha que é por causa do shoyu, mas é por causa das flores de cerejeira!
    Um beijo grande!

  5. Gente, uma admiração-que-não-cabe-em-mim de pessoas planilhentas. De verdade, meu marido é assim, cheio de excel pra nossos assuntos pessoais, inclusive. Acho fofo e maduro 🙂
    Beijoca e obrigada pela força, viu?
    Ro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *