Enquanto o baby não dá as caras aqui pela minha pancinha (“inha” foi supers generoso da minha parte), eu fico viajaaaando na maionesa, pensando em como vou reagir no dia em que descobrir a gravidez.

Arriscaria dizer que toda mulher doida já fez isso, mas como não gosto de generalizar (aham), conto pra vocês que eu adoro ficar imaginando esse momento. E não é de hoje: eu sempre gostei de me jogar nessa vibe. Lembro que passei o ano todo do vestibular sonhando com o dia que eu veria meu nome no jornal, na lista dos aprovados. Acabou que foi tudo diferente do que imaginei: eu não fui na banca comprar a Folha Dirigida (ai meus tempos sem internet), foi uma amiga que o fez e me ligou berrando, me chamando de nerd, pq eu tinha passado pra 3 das 4 faculdades públicas do Rio de Janeiro. Bons tempos, aliás, em que eu me sentia inteligente de verdade. Agora não, acho que trabalho emburrece ao longo do tempo e a única referencia nerd que eu ainda tenho é gostar de ver The Big Bang Theory. Enfim, aqui é blog baby, voltemos pro assunto.

A primeira coisa que penso, além da minha própria reação, é em como contar pro Maridón. Vejo por aí as mommys dando sapatinho de presente, escrevendo carta, fazendo camiseta. Acho super fofo, mas juro que se eu fizer algo nesse nível pro Pedro, ele é capaz de cair pra trás de tanto rir. Nem rola. Fora que ele reclamou outro dia que eu fico fazendo teste de gravidez sozinha (oi? Vc quer fazer xixi na tirinha tb?). Disse que o único detalhe de ser PAI e não MÃE é que ele não vai parir, mas diz que quer participar de todos os momentos, desde o sexo (duh), passando pelo médico e pelos testes, até amamentação (outro dia ele tava falando que vai comprar aqueles aparelhos de relactação pra ele poder dar o peito também, é doido). Ou seja: é bem provável que eu não tenha que contar da gravidez pra ele, ele vai saber junto comigo.

Poxa, vi tantos filmes e novelas com milhões de idéias de como contar gravidez pra marido! Todo um pacote de referencias jogado pela janela. A gente quer é ver a cara de surpresa deles! Como vou prestar atenção na cara dele AO MESMO TEMPO que descubro que serei mommy? Vai dar não.

Sendo assim, agora comecei a pensar em como contar pras demais pessoas. Claro que meu pai e minha sogra terão prioridade, tenho até vontade de pegar o primeiro avião e ir pro Brasil de surpresa, pra contar pessoalmente (e arriscar que os velhos tenham um infarto). Mas as outras pessoas depois disso… sei lá. Tenho medo de esquecer de alguém e essa pessoa ficar chateada que não soube. Mas, ao mesmo tempo, notícia dessa magnitude eu vou contar até pro moço da padaria. Ahhhh, outra: tem que contar pro chefe antes de sair espalhando na internet? Fica feio ele saber por terceiros, né? E essa coisa de esperar 3 meses, alguém aguenta?

Eu já até pensei em post aqui pro blog, do tanto que gosto de pensar nessa história. Já pensei em textos melosos, textos engracados, foto do teste, um montao de coisa.

Mas…

Acabou que eu falei, falei e não cheguei a nenhuma conclusão de como dar esse tipo de notícia. Então, pra variar, pergunto pra vocês: como vocês descobriram? E como contaram pros amados?

13 respostas em “Como contar?

  1. Hahaha eu tb estou esperando a cegonha bater aqui na minha porta e fico com os mesmíssimos pensamentos pairando sobre o meu dia todo!!
    Vou rondar seu blog para ver as respostas!!!
    Bjos!!

  2. Menina, nas duas vezes nós soubemos juntos. Acho que não rola mais isso de a mulher saber sozinha (a não ser quando é o golpe da barriga, rá!), a não ser que o cara esteja longe, viajando. Realmente, todo um repertório jogado fora.
    E, sim, é melhor contar para o chefe antes de contar para os colegas de trabalho ou publicar em algum lugar que ele possa ler. Eu não consegui esperar os 3 meses e super admiro quem consegue.
    Beijos

  3. Carol, morro de rir com suas viagens.
    A gravidez da Luísa eu contei aqui nesse post http://meuprojetinhodevida.blogspot.com/2009/05/como-eu-contei-que-estava-gravida.html
    A do feijãozinho atual eu contei de madrugada, meio no susto. Eu sempre fiz os testes de gravidez sozinha. Não queria multiplicar a ansiedade, sabe? Então ele nem sabia que eu havia comprado o teste. Desta vez, eu ia fazer o primeiro xixi da manhã, mas acordei de madrugada e acabei fazendo o teste. Acordei o meu marido meio assustada, foi até engraçado. Ele também tomou um baita susto. Depois se emocionou bastante.
    bjs

  4. Carol,

    eu viajava igual você. E no final, foi bem diferente. Contei aqui nesse post
    http://patricia-couto.blogspot.com/2009/07/o-comeco-de-tudo.html

    Mas continuo achando lindo o lance de dar um sapatinho de presente pro marido. Uma romântia incorrigível. Outro dia uma moça me contou que soube que estava grávida um pouco antes do Natal. Pois comprou os sapatinhos e pediu para o Papai Noel entregar para o marido no dia do Natal. Chorei, claro.

    beijos

  5. Bãããão, eu quando descobri a gravidez, não estava esperando mais engravidar. Depois de mais de 5 anos tentando e nada, a última coisa que eu esperava quando a 'dita'atrasou (eu nem lembrava o dia da última menstruação, logo eu!) e sentia cólicas chatinhas que não passavam, era gravidez. Comentei com minha Maninha, e fiquei uns dias nesse vou-não-vou, com medo de serem meus miomas dando sinal de vida… até que minha Maninha me convenceu e fiz o bentido teste, com o seguinte pensamento na cabeça: "Bom, confirmado o negativo, la vou eu ter que iniciar maratona de tratamentos de mioma…". Lá pelas 16h da tarde, Maninha me chama no skype, pra lembrar do exame (que eu esqueci, podem acreditar, eu esqueci!). quando abri o site do laboratório, a ficha caiu – eu podia SIM, estar grávida! Aí fiquei com medo de abrir o exame, uns 5 minutos olhando pro pc e suando frio… resolvi abrir e li: "Positivo"… emburreci total. Parecia que faltava alguma coisa ali pra confirmar de VERDADE que eu estava grávida…ehehehe Perguntei pra Maninha: "positivo é positivo?" e ela falou: Você está GRÁVIDA, MULHER!!!
    Meu chefe entrou na minha sala e me viu aos prantos, ele foi praticamente a segunda pessoa a saber…ehehehe aí veio a dúvida: como contar pro maridão? Ele não sabia do exame, muito menos da minha desconfiança … e eu também me imginei dando a no´ticia de mil maneiras…ehehehe mas na hora, a travaçaõ foi total!
    Maninah, então sugeriu passar o resultado por fax. Liguei pra empresa e pedi pra secretária dele não comentar nada, só entregar…ehehehe dali uns minutos ele veio no Skype: "Hã?"
    e eu liguei, entre risadas e choro, e disse: "VOCÊ VAI SER PAPAI"!!! Dali pra frente foi só alegria…ehehehe Meu chefe me liberou e fui pra casa dos meus pais contar. cheguei lá no meio da tarde, toquei o interfone, meu pai atendeu e eu disse: "Abre aí Vovô!"
    ele ficou meio parado, mas não falou nada e abriu… depois contou que achou que fosse um trote, que tivesse ouvido mal…ahahahahah
    Não esquenta não, na hora "H", por mais que você planeje, você VAI travar pra dar a notícia…eheheheh
    Beijo grande!!

  6. Cara eu sempre viajei nisso… Eu achava q ia fz o teste sozinha .. ia pra casa preparar um jantar gostosinho e me manter como se nada tivesse acontecido.. Aí ia escrever no espelho do banheiro ou deixar o teste em cima da cama.. ou desenhar no bolo da sobremesa.. qq coisa desse tipo..
    Mas eu acho bem legal tb deixar as coisas fluirem.. E nem rola esperar 3 meses.. tem se na hora!!1 uhauhuaa
    beijos

  7. Que delícia essa lembrança…

    Eu não esperava estar grávida, mas tinha MUITO sono e dores no seio, só isso… cheguei do trabalho, tomei um banho e fui na farmácia da esquina. Voltei direto p banheiro, o namorido trabalhando (dezembro, maior calorão). Saí com tirinha na mão, meio zonza…encostei na porta e pedi: ajuda aqui a entender se esse negócio tá certo!Sustão, mas foi maravilhoso. Aí ficamos na maior ansiedade esperando o teste oficial pra confirmar.
    O chefe soube logo, antes dos colegas, mas estes já estavam na porta da sala esperando (acho que minha cara denunciava).
    Minha família tbm mora em outra cidade e como era perto do Natal queria esperar pra contar pessoalmentem mas meu querido não aguenteu e contou pra sogra aí pra não deixar meus pais pra tras contei por telefone mesmo…chorando é claro.

  8. Oi Carol…assim com a Paloma, eu e marido soubemos juntos. No dia em que estava começando a desconfiar, o chamei na cozinha (estávamos com visitas em casa) e já falei da suspeita. Passaram se dois dias e acordei tremendo (de verdade) pq tive a certeza: Tô grávida mesmo!
    Ele comprou o teste de gravidez e fizemos juntos….e…tchanã…estávamos estourando champagne às 05h15 da matina, rsrs.

    Você anda sumidinha do meu blog…passa lá…snif!!!

  9. só peço uma coisa (só para reforçar), quando descobrir… depois ligar para o seu pai e a Ana, e para as outras pessoas que julgar necessário, me liga???

    quero gritar no telefone com vc! ta?

    bju

  10. Carol, descobri seu blog a pouco tempo, e este é meu primeiro comentário…
    Então, eu também sempre imaginei mil maneiras de contar para meu marido – e também mais mil maneiras de contar para meus pais e sogros. Todas muito românticas e mirabolantes, é claro. E é claro que não foi bem assim…
    Aqui: http://maeperua.wordpress.com/2009/11/29/agora-o-comeco-de-tudo/ tem os mínimos detalhes da descoberta e de como contei para o meu marido.
    Em relação à minha família, eu decidi esperar um pouco. Conheço meu eleitorado e queria esperar um pouco antes da notícia espalhar por aí (e não queria ser a chata de pedir para a minha mãe e sogra segurarem a euforia). Então, decidi, em conjunto com meu marido, contar depois que víssemos o coração no US. Como foi? Aqui. http://maeperua.wordpress.com/2010/01/11/avos/
    Daqui a pouco é você quem vai contar para a gente como foi…
    Beijos

  11. Oi Carol,

    Já me peguei pensando nisso umas quantas vezes também e ainda não cheguei a uma decisão… Bem, ainda não viramos treinantes nem nada, mas essas coisas já passam pela minha cabeça a horas…hehehe
    Achei um amor o que teu marido falou, de acompanhar tudo de pertinho, aí pensei que talvez os dois receberem a notícia juntos seja ainda mais inesquecível…
    Bju
    Adri

  12. Que legal as ideias de vocês, meninas!!
    Pois e, no meu caso foi assim. Eu estava atrasada e ele sabia. Fiz 3 testes de farmácia, estava sozinha nos três, mas ele sabia que eu ia fazer, mas não podia estar comigo naqueles momentos.
    Os 3 deram negativo mas eu ainda estava inculcada, me sentia diferente… não adianta.
    Antes de ir pro trabalho passei no laboratorio e fiz. Não contei pra ninguem, só pra uma colega de trabalho que fica na mesma sala que eu. Duas horas depois usei meu horário de lanche e fui lá buscar (é bem pertinho), recebi, abri e não consegui acreditar. Depois de ler todas as letrinhas: "laboratorio ….. rua…. são jose, santancatarina… nome da paciente… data…. cheguei no POSITIVO…." Logo liguei pro meu noivo e dei a noticia por telefone, ele ficou doido, veio me esperar na hora da saída do trabalho. Foi muito bom…

  13. Carol, eu e meu marido resolvemos a questão do "como contar" e resolvi vir aqui te contar!
    Foi bem simples.. Perguntei pra ele se ele queria estar junto ou queria que eu contasse depois! Ele disse que quer descobrir junto comigo.. E assim ficou resolvido!
    E vc? resolveu já?
    Bjos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *