Não, eu não to falando de sexo. Eu já pratico esse “esporte” há bastaaante tempo, to falando da primeira coisa que eu vou fazer em prol do meu futuro baby: achar um bom GO!

Confesso uma coisa feia: desde que cheguei aqui, ainda não fui a nenhum médico. Nem UM. Não sei se era preguiça, medo de falar espanhol, receio pelas histórias péssimas que me contaram de ginecos ruins e sujinhos (que não usam coisas descartáveis, sabe. Ecat)… não sei. Mas não é possível, Buenos Aires é tão baby-friendly, tão todos aí bem-nascidos, bonitos, fofos, bochechas rosadas. Médico legal deve existir. E meu plano de saúde é muito bom, ainda por cima tem vantagens por conta do cargo que eu ocupo, não deveria ser tão misterioso isso de achar um médico legal pra chamar de meu. Tô decidida a encontrar esse anjo que me dará a mão e me aconselhará durante essa viagem louca de gerar um baby.

Mas, voltando ao primeiro passo: a primeira coisa que fiz foi perguntar por aí. Pras mommys, pras grávidas, pra minha analista (e tem alguma coisa que eu não pergunte a ela?). Daí chegou a indicação de um cara que pode vir a ser muito legal pra mim. É bem conceituado, tá na minha cartilha do plano de saúde, atende em consultório perto, faz partos no melhor hospital que eu conheço (até parece que conheço vários, mas me garantiram que esse é excelente!) e é disponível pra consultas extra-consultório (ou sejE: deixa disponível o número do celular pras mommys perguntadeiras – adoro!).

Ele é concorridinho e só consegui agendar a minha ida pro dia 08/10 (ai nervouuuso), mas já comecei a estudar os baby-vocabulários em espanhol pra poder conversar bem com ele e tirar todas as minhas dúvidas.

Ca-la-ro que to mimatando de medo e o principal deles é o de não poder ter filhos, afinal tenho ovários policísticos (acho) e tenho (ou já tive, não sei) um pólipo. Complexo, né. Mas vou deixar pra sofrer por isso quando efetivamente tiver que sofrer. E, também porque – nota-se – eu não tenho certeza de nenhum desses meus problemas, acho que nunca tive um bom Gineco na vida. Nem sei se vou ter essa problemática toda.

Veremos…

***

Maridón tem andado tããão fofo! Acho que a papaizice bateu de vez nele. Tem feito declarações de amor e dito que adora planejar o futuro comigo. Escreveu até no blog dele sobre os filhinhos argentininhos com mullets que estamos planejando ter!

óhmmm!

6 respostas em “O primeiro passo (na prática, claro)

  1. Ai Carol, que legal que está decidida a ter um baby. Eu sempre amei criança, mas tinha receio de como seria eu MÃE. Até porque, sempre levei uma vida meio que fora do padrão (sem hora para as refeições principais, happy hour com os amigos durante a semana, viagem com o marido de última hora). Minha mãe sempre falava: Filha, você é casada…akakakakaka.
    Mas quando a hora chega, não tem jeito, com medos, inseguranças e tudo mais a gente encara.
    Boa sorte na consulta e tenho certeza que dará tudo certo. Não encana com essas coisas, quando você menos esperar, estará esperando!

    bjks,

  2. Encontrar um bom médico não é tarefa fácil.Mas geralmente aproveitar indicação de amigas é uma boa! No seu caso, que procura especificamente alguém para fazer o pré-natal, converse com amigas que já tiveram filhos, saiba como foram seus partos, como os médicos agiram na emergência. Tenho muita sorte de ser paciente da minha médica, que é uma profissional cheia de títulos (doutora nisso, pós naquilo, mestra naquilo outro, especialista de não sei o quê); vive com a agenda e o consultório lotado, mas se comporta como médica da família, daquelas "antigas". Atende o celular quando ligo nas emergências, conversa comigo duranteeee hooooraaaas até ter certeza de que está tudo esclarecido. E o mais bonitinho dela, na minha opinião: ela é médica do bebê e não da mamãe. Tudo o que ela decide é sempre pelo bem do bebê. Ela AMA bebês. Quando eu quis passar tinta no cabelo e fiquei reclamando da minha cabeça cheia de fios brancos ela deu de ombros, bem no estilo fod…-se! Protegeu o bebê acima de tudo. Acho isso excelente! Beijo! Boa sorte na sua "caçada" hehehe

  3. Carol eu cheguei aqui através do blog da Mariana e adorei esse cantinho temos no momento a mesma vontade de ter babys, tô te linkando no meu blog ok! Ficarei muito feliz em receber sua visita para trocarmos figurinhas, se vc mora em SP tenho uma Gineco ótima.
    Beijos e a partir de hoje serei assídua aqui tá!

  4. Posso falar: eu morri de rir com a entrevista no Jô, achei vc ó-te-ma! e morri mais ainda de inveja do seu trabalho, haha! Sua vaga ainda tá livre? Estamos aí, viu?
    (qdo eu tava em Paris também não ia ao médico por não saber falar francês… entendo super!)
    Beijo, tô amando seus blogs!

  5. Menina, já até escolhi a maternidade que quero ter filhos… na perinatal ouvi dizer que fazem a cabela da mammy para receber as visita tudo!! Imagina o chique, fazer um make e uma escova para tirar fotas lindonas com o baby!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *